Para quem quer poupar combustivel !


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Eficácia comprovada !

Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5 ... 9 ... 15  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 4 de 15]

76 Re: Eficácia comprovada ! em Qua 23 Fev 2011, 17:23

Francinaldo, aguarda mais um pouco, põe a foto de como ficou o eletrolisador agora.

Parece que a ACalister esta meio cismado com alguns membros falando de vapor+álcool e com a possível ajuda de pessoas vinculadas a Unicamp. Insiste um pouco para ele virar a atenção para o teu lado, ele tá disperso em outros comentários.
Ele alega ter vasta experiência, quero ver como ele faz para por seu carro pra funcionar.

Por enquanto, faz teu gerador produzir apenas 1 LPM, só na bateria mesmo. Depois instala no carro e coloca a mangueira de saída do gás para descartar o gás pra fora. Anda com o carro como o eletrolisador ligado e desligado e faz uma media de consumo nos dois casos. Isso deverá te dar quanto de combustível teu carro está consumindo a mais para gerar HHO, deve ser pouco, talvez até imperceptível, mas é um número importante. Só depois coloque a mangueira do HHO logo antes da borboleta do carburador. Meça o consumo de novo, agora saberemos o efeito do 1 LPM de HHO no seu carro.

Não se assuste se piorar, existe dois bons motivos para isso:

Primeiro a geração de HHO consome energia elétrica que é retirada da rotação do motor. Lembre-se que quanto mais carga elétrica é pedida do alternador mais duro de rodar ele fica causando mais esforço pro motor, isso causará mais consumo, ou o real consumo de se operar a célula eletrolítica, consumo inevitável. Você só pode tentar diminuí-lo com a confecção de uma célula mais eficiente, como tu já fez, mais HHO por menos amperes. HHO, não vapor.

Segundo, se o HHO funcionou, o ponto do carro ficou adiantado. Lembre-se que fazemos avanço no inicio da ignição para que de mais tempo para a lenta gasolina se queimar. Se ela queima mais rápido, o HHO funcionou, então ela não vai precisar de todo o tempo dado pelo avanço do carro. Isso pode fazer seu carro melhorar de cara ou piorar.

Próximo passo, ajustar o avanço para o novo tempo de combustão. Lembre-se que o ajuste não será o padrão do carro, tu mudou o tempo de combustão. Agora tu desfruta de um carro ajustado perfeitamente, só que com menos avanço.

Mais vamos paço a paço. Vai contando aqui o que acontece e tenha paciência, põe lá também pra ver o que tiramos de bom do pessoal do lado de lá.

Cadê aquele brasileiro dos EUA que disse que ia te ajudar? A ajuda dele também seria bem vinda.

Ver perfil do usuário

77 Francinaldo_n em Qui 24 Fev 2011, 03:03

Oi, passei o dia hoje só neste negocio, só que to apanhando na mistura da agua com a soda, cheguei até 500ml em 1 minuto, a aperagem ficou acima de 20 amp, o meu teste não diz, pois só testa até 20, então depois de alguns segundos vem baixando pra 19,16,14 e finaliza em 10 9, isso só na bancada com a bateria, ei a soda cautica é excelente, cara ela da uma turbinada na produção que eu nunca ví, no inicio eu tive medo de mexer com ela, mas aos pouco da pra pegar o geito. manahã vou continuar, acho que vou chegar, vu testar do geito q ta no carro pra ver como fica, esta em 500 ml por minuto. amp começa acima de 20 e vai banxando.



Foto da bagunça de hoje: hehehe

http://www.flickr.com/photos/francinaldo_n/5472586300/

Ver perfil do usuário

78 Re: Eficácia comprovada ! em Qui 24 Fev 2011, 03:41

Pode testar sim, com 500ml teve um cara que conseguiu 50% de economia num chevette. Só faz as medidas em etapas, nem que tu começe pela última etapa, mas faça as outras para podermos saber realmente o que esta acontecendo no seu carro. Lembra as etapas?

Quanto ao seu gerador as informações ainda estão confusas, ele fez de mais de 20A até 10,9A, durante todo esse tempo a produção foi de 500ml? Ou essa produção foi medida quando ele estabilizou em 10,9A?

Ele esquentou muito?

Ver perfil do usuário

79 Francinaldo_n em Qui 24 Fev 2011, 04:04

A medida se deu do inicio acima de vinte entre o final em 10,3 o tempo todo assim, começa em vinte e ternima em dez com tempo de 01:03 a 01:27 pra 500ml, mas eu acho que ta bom, pode melhorar é que to cansado e amanhã o dia vai ser longo, pois pretendo ficar em casa pra agilizar isso. Rolling Eyes


Eu percebi que ele esquenta mas não como antes, digamos que fica nelemente morno.

Quantos as etapas vou tentar lembrar, ja imprimi elas, pra facilitar.

Ver perfil do usuário

80 Re: Eficácia comprovada ! em Qui 24 Fev 2011, 05:28

Numa celula de +NNNNNN- consumindo 10,3A por um minuto geraria, se tivesse eficiencia de 100% (sabes que isso é relativamente impossível) 866ml, isso com temperatura de 40°C ao nível do mar.

Tu alcançou uma eficiência de 57,7% com 500ml. Tá ruim não.

Segue os testes, tá bom começar com 500ml.

Ver perfil do usuário

81 Re: Eficácia comprovada ! em Qui 24 Fev 2011, 15:31

O Sr. ACalister te deu alguns conselhos pro seu gerador. Ele fabrica eletrolisadores parecidos com o teu, pelo menos por fora. Então ele tem certa experiência com eles para fazer certas recomendações, eu faço aqueles tipo sanduiche (célula seca). Contudo vão algumas ressalvas:

1)- Quando você usa eletrolisadores tipo um sanduiche, fica pouco eletrólito entre as placas e ele é alimentado de eletrólito por um reservatório que tem entrada é saída para o eletrolisador + outra saída para retirar o gás, como o teu. Teu reservatório parece isso, eu acho que é isso que ele diz ser desnecessário no teu projeto, pois suas placas ficam imersas num cilindro cheio de eletrólito. Ou seja, esse cilindro já é seu reservatório de eletrólito, diferente das versões em sanduiche.

Mesmo nesse caso eu usaria um borbulhador de verdade, onde só tem um entrada de gás sujo de vapores e uma saída para o gás lavado. Dentro desse recipiente terá apenas água que teoricamente não se consome, só lava o gás.

Ou melhor, tu pode fazer seu reservatório/borbulhador virar somente um borbulhador e deixar a parte reservatório de eletrolito para o cilindro de aço. Opção tua, eu acho que a despeito desse reservatório, falta o verdadeiro borbulhador, só com água.


Outra vantagem dessa configuração, que as células secas (sanduiche) não desfrutam, e que não existirá o esvaziamento da célula eletrolítica por preção dos gases gerados, motivo de começar com mais de 20A e depois que esvazia a célula pela metade, baixar a amperagem para só 10A. Isso não acontecerá mais, tu vai produzir + de 1LPM e consumir mais de 20A.

2)- Ele mencionou que tu não leu tudo, que tem vazamento entre placas, ele se refere a essa passagem (http://www.4x4brasil.com.br/forum/showpost.php?p=872552&postcount=385). Realmente isso é uma coisa interessante de se considerar e acontece até nas células sanduiche.

3)- não sei porque ele aconselhou menos neutros, talvez as fugas mencionadas anteriormente não permitam por mais neutros sem serem neutralizados pela fuga.

Faça por observação do que funciona melhor com sua célula eletrolítica... (continua)



Última edição por ET-e-HHO-existe em Qui 24 Fev 2011, 16:55, editado 3 vez(es)

Ver perfil do usuário

82 Re: Eficácia comprovada ! em Qui 24 Fev 2011, 16:13

Não sei se tu entende a idéia de se por neutros, mas vou te explicar.

No passado se baixava a tenção de alimentação para perto de 2V e aumentavas-se muito a corrente, isso em eletrolizadores do tamanho de armários onde a corrente passava dos 1000 amperes (o valor é maior que esse, só para exemplificar). Depois isso foi aperfeiçoado e agora se usa a idéia dos neutros ao invés dum transformador baixador de tensão e elevador da corrente.

Se você tem 110V para fazer eletrolise, sabendo que a eletrolise só usará 1,23V e o restante só esquenta o eletrólito, uma chaleira muito cara essa. Então você abaixa a tensão para uns 2V, tipo como se faz com maquina de soldar, através dum transformador. Tu sabe que esse transformador abaixa a tensão para aumentar proporcionalmente a corrente disponível, afinal é isso que querem o pessoal da solda, muita corrente para dar curto e soldar na segurança da baixa voltagem. Depois de fazer essa transformação e necessário transformar corrente alternada em continua e alimentar o eletrolisador.

Agora imagina que você retifique esses 110V e tenha 110V contínuos (claro que a retificação dará mais voltagem, mas isso não é real, é um exemplo). Se você fizer 55 eletrolizadores, 55 vezes menores que o anterior, ligá-los todos em serie, você terá se livrado do transformador baixador de tensão e aumentador de corrente, pegou?

110V(+) ----| |----| |-----| |---- faça isso 55 vezes ----| |---- (-)

Isso fará que a voltagem entre placas fique em 2V e a corrente que passa por uma repita seu trabalho (gerar HHO) novamente até atravessar os 55 eletrolizadores. Isso é igual a amplificar a corrente por 55 vezes e reduzir a voltagem em 55 vezes (2V).

Isso também é igual ao +NNNNNN até formar 55 espaços entre placas NNNNN -. Essa é uma idéia melhor que o transformador.

Só um detalhe, a eletrolise só precisa de 1,23V para funcionar, mas tem a resistência do eletrólito e sobre-tensões nos eletrodos que fazem esse valor aumentar. Na realidade até 1,49V você tem de adicionar calor para a eletrolise se processar, a partir dessa voltagem a eletrolise gera calor e se auto sustenta, sendo 1,49V e voltagem termo-neutra (eletrolise sem geração nem consumo de calor). Por essas e outras o pessoal arredonda para 2V entre placas.

Continua...

Ver perfil do usuário

83 Re: Eficácia comprovada ! em Qui 24 Fev 2011, 16:19

Isso tudo só pra te dizer que não entendi porque ele quer menos neutros na sua célula.

Para 13,8V ou aproximadamente 14V (voltagem real do carro quando tu tá andando por ai com ele), para se ter 2V entre placas seria +NNNNNN-, como tu fez. Só se as fugas nas bordas das placas se tornarem o caminho principal, ai se compensaria com menos neutros fazendo o meio das placas o caminho principal.

Olha se suas placas apresenta corrosão no lado positivo acentuado nas beiradas, isso indicaria muita fuga.

Uma forma de se baixar a produção e se aumentar a eficiência (mais gás por menos amperes) e colocar neutros até o limite da eletrolise. A eletrolise fica mais fria a cada neutro posto, e diminui a quantidade gás gerado, só que a media de gás/ampere gasto sempre melhora, até não ser mais possivel a eletrolise, produção zero.

Ver perfil do usuário

84 Francinaldo_n em Sex 25 Fev 2011, 00:24

Amigo eu não entendi onde é pra colocar a plca de acrilico pra evitar fulga, se entre as placas ou acima delas dotipo tampa entende?

Ver perfil do usuário

85 Re: Eficácia comprovada ! em Sex 25 Fev 2011, 01:40

Francinaldo Nunes Pereira escreveu:Amigo eu não entendi onde é pra colocar a plca de acrilico pra evitar fulga, se entre as placas ou acima delas dotipo tampa entende?


Nas beiradas, tem de deixar o eletrolito passar pra dentro, mas com jeito para não fazer muito caminho de fuga de corrente, o mesmo pra sair o gás.

Com célula seca as beiradas são naturalmente vedadas.

Ver perfil do usuário

86 Re: Eficácia comprovada ! em Sex 25 Fev 2011, 01:47

Você perguntou se sempre esquenta. Não, se a voltagem entre placas estiver menor que 1,49V o eletrolisador consome calor, ou seja, esfria. Se estiver acima de 1,49V sempre esquenta, quanto maior a diferença, mais calor.

Como não temos feito eletrolisadores com adição de calor para funcionar, ele funciona só na energia elétrica, escolhemos algo maior que 1,49V e garantimos sempre a eletrólise.

Você entendeu que por um reservatório/borbulhador tem o inconveniente de esvaziar o eletrolisador? Tenta entender porque esvazia. Dá um pinçada na mangueira de entrada para ver se melhora isso:



Diz que tu quer soda cáustica pura. Cada região tem seus costumes, até em produtos, aqui eu não tenho dificuldades de encontrar soda cáustica, só não tem muita variedade. Talvez ai eles tenham cismado com esse “diabo verde”, que serve pra desentupir, mas não para nosso caso, ai não disponibiliza a outra.

Ver perfil do usuário

87 Francinaldo_n em Sex 25 Fev 2011, 02:34

eu tava usando a soda errada mesmo, pra mim chegar aos 13 amperes eu colocava cerca de 9 colheres de cafezinho, comprei outra aki agora a tarde e coloquei apenas tres, e ficou nos 16 a 17 na bancada e passa dos vinte no carro, tive uma produção de 500 ml em 48 segundos, bom né? mas esquentou muito, acho que mais de 40 C°, vou medir amanhã e posto aki. ah não entendi o que fazer pra evitar a fulga de corrente, vc mandou o desenho mas ainda não entendi, (foi mal, cerebro pequeno, rsrsrsrs)

Ver perfil do usuário

88 Re: Eficácia comprovada ! em Sex 25 Fev 2011, 03:49

Francinaldo Nunes Pereira escreveu:... ah não entendi o que fazer pra evitar a fulga de corrente, vc mandou o desenho mas ainda não entendi, (foi mal, cerebro pequeno, rsrsrsrs)

Só te dei uma ideia da onde era o problema, nas beiradas. Como resolver isso nesse tipo de célula, não sei. Vamos esperar ve se o ACalistar da um dica, ele trabalha com esse tipo de célula. Eu gosto mais das secas.

Ver perfil do usuário

89 Re: Eficácia comprovada ! em Sex 25 Fev 2011, 08:15

ET-e-HHO-existe escreveu:
Francinaldo Nunes Pereira escreveu:... ah não entendi o que fazer pra evitar a fulga de corrente, vc mandou o desenho mas ainda não entendi, (foi mal, cerebro pequeno, rsrsrsrs)

Só te dei uma ideia da onde era o problema, nas beiradas. Como resolver isso nesse tipo de célula, não sei. Vamos esperar ve se o ACalistar da um dica, ele trabalha com esse tipo de célula. Eu gosto mais das secas.

Percebeu a idéia dele, pegar cada placa e através de um soprador quente (secador de cabelo da patroa, isso dá uma coça braba) fazer retalhos de garrafas PET aderirem, moldarem a beirada da placa, depois com um estilete cortar os excessos para o meio da placa ficar livre.

Agora vou dar um palpite, não fiz tu tem de analisar se da problemas. Enrola a célula com plástico, como se fosse embalar a coisa, depois faz um rasgo em baixo e outro em cima para entrada do eletrólito na célula e saída dos gases. Perceba que o rasgo não é tão grande que deixe a parte de baixo (ou de cima) toda a amostra e nem tão pequeno que impeça gás/eletrólito de passar por todas as placas.

Estas são as idéias, isolar as beiradas, mas manter a entrada e saída do gás/eletrólito.

Ver perfil do usuário

90 Francinaldo_n em Sex 25 Fev 2011, 16:41

Cara! tu me desse uma idéia genial, sei como isola as beiradas, fazer encanalização com PCV, isso é facil e é isolante também, vou fazer e coloco as fotos aki, to usando outra soda caustica é mais eficiente do q essa diabo verde, to fazendo outras mudanças acho que vc vai aprovar, eu posto aki mais tarde. Cool

Ver perfil do usuário

91 Re: Eficácia comprovada ! em Sex 25 Fev 2011, 23:43

Francinaldo, da uma olhada nas suas mensagens privadas.

Ver perfil do usuário

92 Francinaldo_n em Dom 27 Fev 2011, 00:03

Oi, deixa eu te falar, hoje paasei o dia oculpado com outras coisas e não mexi com o hho, porem tive oportunidade de conversar com um professor de eletronica de um curso centec daki da capital, e relatei o que estava acontecendo com celula, nãosei se tem a ver, mas o q ele me falou era que poderia esta havendo desvido de caminho na eletrolise, devido o cilindro ser de metal inox, pois o polo + estaria fazendo contato com o cilindro por esta mais proximo dele, ao inves de fazer com o negativo que estaria da outra ponta do cilindro, entendeu? ou seja ao inves de fazer ponta com o negativo das chapas, faz ponta com o corpo do cilindro, que q vc acha, a dica que ele deu foi utilizar dentro do cilindro apenas placas positivas e o corpo do cilindro seria o negativo, q q c acha? ainda esta acima de 20 amp, e 500 em 45 segundos, esta chegando um aperimetro digital nesta segunda, ai eu terei mais pra mexer, e me parece que meu alternador é de 50 amp, foi recomendado trocar por um de 110 amp. tanto é que quando ligo o gerador dar uma keda na rotação do motor, quando desligo ele fica mais rapido.

Ver perfil do usuário

93 Re: Eficácia comprovada ! em Dom 27 Fev 2011, 01:13

Tu deu uma olhada em suas mensagens privadas?
Olha, pensa no eletrólito como uma resistência, ou várias formando uma em conjunto, e em cada pedaço de metal (eletrodos e carcaça) como uma resistência zero. A eletricidade sempre vai preferir o menor caminho, menor resistência, então se usar o cilindro diminui a resistência para a eletricidade, ela vai usar sim o cilindro para chegar ao outro pólo mais fácil.



Nesse cilindro do desenho, que seria de aço e representa resistência zero, ao invés do caminho menor ser entre as duas placas mergulhadas no eletrólito, o menor caminho será entre os eletrodos e o cilindro. Lembre-se que menor caminho para eletricidade é o de menor resistência e não a distancia física. Então o que ele disse tem razão.

Agora, pensando nisso, tu acha que um monte de placas juntas, umas entre as outras, todas positivo, tu acha que todas vão trocar eletricidade com o cilindro? Não, só as da extremidades que estão mais próximas (em resistência).

Tem quem faça um monte de cilindros, ai a geometria vai permitir isso que ele disse. O eletrodo central recebe o positivo, tem vários cilindros como neutros, com seus problemas de fuga pela extremidade e a carcaça seria o negativo.



Pego a diferença?

Por isso eu te disse para embalar a célula toda, só que rasgando em baixo e em cima para entrar eletrólito e sair gás, rasgos que passem por todas as placas e que não seja muito grande, em especial em baixo, para ter menos fuga.

Clika nos sapos que a imagem aparece


Ver perfil do usuário

94 Re: Eficácia comprovada ! em Dom 27 Fev 2011, 01:32

Francinaldo Nunes Pereira escreveu:...ainda esta acima de 20 amp, e 500 em 45 segundos, esta chegando um aperimetro digital nesta segunda, ai eu terei mais pra mexer, e me parece que meu alternador é de 50 amp, foi recomendado trocar por um de 110 amp. tanto é que quando ligo o gerador dar uma keda na rotação do motor, quando desligo ele fica mais rapido.
Ligar o HHO e diminuir a rotação, demonstra que gerar HHO gasta combustível. Por isso disse que um dos paços a se tomar e verificar esse consumo por descartar o gás e verificar a alteração no consumo. Só depois de saber isso colocar o gás e ver as outras diferenças.

Se teu alternador não consegue gerar toda a energia elétrica que o teu HHO exige, pode até ser que tu precise de um alternador mais forte, mas o alternador mais forte, mesmo guentando o tranco, vai demonstrar que o HHO consome gasolina a mais sim pra ser gerado.

O motor roda (usando a gasolina) o alternador (que fica mais duro de se rodar quanto mais corrente é exigido dele) que gera a energia elétrica para o HHO. Isso faz, inevitavelmente, uma queda na rotação do motor se não for compensado no acelerador.

Ver perfil do usuário

95 Francinaldo_n em Sab 05 Mar 2011, 01:12

Oi, voltei!

Tenho novidades boas e ruins para reletar, é que alterei a celula mais uma vez, agora ele ta com uma placa positiva dentro do cilindro de inox e o proprio cilindro esta como negativo, com 3 placas neutras dos lados da positiva, ou seja, (- NNN+NNN -)
estou com uma produção de 1 litro por 01:18, mas não percebi melhora na klm, pelo menos hoje, que o carro começou a cortar, dai eu desliguei o hho e ele continuou a cortar, levei a uma oficina e o problema foi resolvido. amanhã eu testo a klm de novo. ah tembém não percebi aquela agua que saia do escape, e a amperagem esta entre 28 a 38 amperes, coloquei um fusivel de 60 amperes e instalei um amperimetro digital, estava vendo no ml e vi q a maioria dos caras que tem hho pra vender, eles usan até 50 amperes nos seus geradores, testei hoje com os farois ligados e o carro responde bem, só não tenho o resultado de quanto esta com um litro. mas estou tentando! essa config é a melhor que eu achei. lol!

Ver perfil do usuário

96 Re: Eficácia comprovada ! em Sab 05 Mar 2011, 02:48

Beleza Francinaldo, teu gerador ta normal para configuração que é. A quantidade de HHO é o suficiente para teu motor 1.0.

Agora vamos fazer aquelas medições, não necessariamente nessa ordem:

1)- Quantos km/l teu carro faz sem HHO.

2)- Quantos km/l teu carro faz com o HHO ligado, mas jogando fora o gás. Isso serve para medir o impacto nos km/l do carro para gerar o HHO. Lembra que tu disse que ligando o gerador a rotação do motor caia?

3)- Agora ligar tudo, ou colocar o gás (HHO) no carburador para ver como fica os km/l.

Depois disso podemos chegar a alguma conclusão.

Ver perfil do usuário

97 Hidrogenio em Sab 05 Mar 2011, 02:55

ET-e-HHO-existe escreveu:Beleza Francinaldo, teu gerador ta normal para configuração que é. A quantidade de HHO é o suficiente para teu motor 1.0.

Agora vamos fazer aquelas medições, não necessariamente nessa ordem:

1)- Quantos km/l teu carro faz sem HHO.

2)- Quantos km/l teu carro faz com o HHO ligado, mas jogando fora o gás. Isso serve para medir o impacto nos km/l do carro para gerar o HHO. Lembra que tu disse que ligando o gerador a rotação do motor caia?

3)- Agora ligar tudo, ou colocar o gás (HHO) no carburador para ver como fica os km/l.

Depois disso podemos chegar a alguma conclusão.


Ok, pela manhã eu providencio os resultados, sim agora eu percebi que com o gerador ligado o motor não da mais a queda de antes, isso eu verifiquei hoje, o motor continua no mesmo passo! bom

Ver perfil do usuário

98 Re: Eficácia comprovada ! em Sab 05 Mar 2011, 19:50

Francinaldo, sua idéia de fazer o recipiente que contém as placas de sua célula eletrolítica como o polo (-) foi interessante. Só que do último neutro para o (-) vai ter uma distância muito maior que entre placas, isso representa uma resistência elétrica bem maior e uma voltagem também. Não vejo mau nisso, talvez esse último neutro corroa mais rápido, só isso.

Além da distância superior desse último neutro com o recipiente, tem o formato arredondado do recipiente que fara que a ação aconteça mais nas estremidades desse último neutro, pois é a região de menor resistência entre essa placa e o recipiente.

Não se esqueça das fugas nas beiradas e também vi, pela foto, que no topo da célula têm duas placas que se estendem até a estremidade superior por onde entrava o (+) e (-), nesse caso você tem frente a frente dois pedaços de placa com diferença de potencial elétrico de 13,8V. Isso pode fazer que toda a eletrólise se concentre ai, fazendo a parte de baixo nem funcionar. Extrapole isso para seu (+) central, se tiver eletrólito que consiga banhar essa região, tu terá novamente 13,8V entre esse pedaço de chapa e o recipiente, poderá ter uma enorme fuga por ai.

Resumindo, dá uma checada em todas as possivéis fugas que possam estar fazendo a corrente elétrica passar por caminhos não desejados e afetando o funcionamento da célula eletrolítica.

Não se esqueça que sendo sua célula molhada ou inundada, você não precisa de reservatório de eletrólito, só borbulhador. Por um reservatório como tu pós, tu pode estar esvaziando sua célula como acontece nas células secas que facilmente trabalham só com metade da célula com eletrólito.

Ver perfil do usuário

99 Francinaldo_n em Dom 06 Mar 2011, 01:56

ET-e-HHO-existe escreveu:Francinaldo, sua idéia de fazer o recipiente que contém as placas de sua célula eletrolítica como o polo (-) foi interessante. Só que do último neutro para o (-) vai ter uma distância muito maior que entre placas, isso representa uma resistência elétrica bem maior e uma voltagem também. Não vejo mau nisso, talvez esse último neutro corroa mais rápido, só isso.

Além da distância superior desse último neutro com o recipiente, tem o formato arredondado do recipiente que fara que a ação aconteça mais nas estremidades desse último neutro, pois é a região de menor resistência entre essa placa e o recipiente.

Não se esqueça das fugas nas beiradas e também vi, pela foto, que no topo da célula têm duas placas que se estendem até a estremidade superior por onde entrava o (+) e (-), nesse caso você tem frente a frente dois pedaços de placa com diferença de potencial elétrico de 13,8V. Isso pode fazer que toda a eletrólise se concentre ai, fazendo a parte de baixo nem funcionar. Extrapole isso para seu (+) central, se tiver eletrólito que consiga banhar essa região, tu terá novamente 13,8V entre esse pedaço de chapa e o recipiente, poderá ter uma enorme fuga por ai.

Resumindo, dá uma checada em todas as possivéis fugas que possam estar fazendo a corrente elétrica passar por caminhos não desejados e afetando o funcionamento da célula eletrolítica.

Não se esqueça que sendo sua célula molhada ou inundada, você não precisa de reservatório de eletrólito, só borbulhador. Por um reservatório como tu pós, tu pode estar esvaziando sua célula como acontece nas células secas que facilmente trabalham só com metade da célula com eletrólito.

Oi, desculpa a pergunta, mas como sei se ta havendo fulga, como faço esse teste?

Ver perfil do usuário

100 Re: Eficácia comprovada ! em Dom 06 Mar 2011, 08:55

De duas formas:

!)- Inspeção visual. Imagino que foi isso que o professor, teu amigo, usou para dizer que deveria estar havendo fuga pelo cilindro em que tu instalou as placas.

2)- Por medir a amperagem de forma exata, sem flutuações, e calcular quanto uma célula eletrolítica da configuração que tu usa deveria gerar de gás HHO.

A primeira requer atenção, por exemplo, eu não vi a fuga pelo cilindro que teu amigo viu. A segunda seria mais exata se tu conseguisse eliminar o vapor.

Entenda: Se cada elétron que passar pela célula eletrolítica for usado para gerar HHO, ou uma parte de gás oxigênio por duas de gás hidrogênio, então dá para calcular exatamente quantos litros por minuto sua célula deve fazer com a amperagem medida. Por isso a amperagem deve ser medida a mais exata possível e o vapor eliminado.

Problemas:
1)- Em geral cada elétron no pólo (-) gera gás hidrogênio, mas no pólo positivo não é gerado só gás oxigênio, também tem outros compostos, que são normalmente corrosão do eletrodo positivo, que diminuem a quantidade do gás gerado. Isso provoca menos gases que o calculado.

2)- Se fizermos a eletrólise a 1,49V entre placas, temos a famosa eletrólise termo-neutra, onde não é consumido calor do ambiente e nem gerado calor, ou seja a energia elétrica vira o máximo de HHO permitido. Percebeu que voltagens abaixo de 1,49V são admitidas desde que você forneça calor para a eletrolise? O oposto, voltagens acima de 1,49V, gera calor a ser cedido ao ambiente. Além de jogar potência elétrica fora, esse calor ajuda a formar mais vapor. Mais vapor dá a impressão de um volume maior de HHO.

Que tu tira de útil disso para ver as fugas?

Se tua célula não apresenta corrosão, então os elétrons estão sendo praticamente todos usados para fazer HHO. Se tu eliminar o vapor, ele não vai te atrapalhar na medida do quanto HHO foi gerado. Nesse caso, tu pode calcular exatamente quantos litros por minuto tua célula esta fazendo com a amperagem medida. Se não for muito próximo do calculado, então tu errou nas medidas ou as fugas estão fazendo sua célula funcionar com uma configuração diferente da que aparentemente ela é.

Pode perguntar, eu quero teu caso descrito aqui no fórum como um exemplo em tempo real do que é o HHO. Vai ser mais que comentários, muitas vezes vagos, se o HHO funciona ou não. Quantos relatos existem aqui no fórum de que isso funcionou? Na maioria sempre é propaganda de vendedores. Agora temos um caso real e em tempo real.
Espero que tu tenha paciência de ir até o fim.

Coloca uma foto atual do seu gerador desmontado. A última parecia estar desatualizada, não parecia ser -NNN+NNN-.

Ver perfil do usuário

101 Re: Eficácia comprovada ! Hoje à(s) 07:01

Conteúdo patrocinado


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 4 de 15]

Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5 ... 9 ... 15  Seguinte

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum