Para quem quer poupar combustivel !


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

A favor do meio ambiente!!!

Ir à página : 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 8]

1 A favor do meio ambiente!!! em Sex 20 Jul 2012, 07:11

Bom Dia a todos!
Sou arquiteto e me interessei muito pelo tema hho, tanto que já instalei um gerador no meu carro.
Depois de pesquisar na internet sobre os vários tipos de geradores e vários testes de bancada, resolvi partir direto para a pratica,instalei o gerador numa ecosport 1.6 recentemente (por falta de tempo e muita curiosidade acabei comprando um).
Bem! embora tenha instalado de acordo com o manual, ocorre que a economia não está sendo satisfatória, pois está variando muito pois o consumo oscila entre 15 e 17 Km/l (gasolina) na estrada e a media antes de instalar do gerador era de 12 Km/l), ainda não consegui aferir os valores reais. preciso de ajuda para medir o volume de hho gerado, pois na internet não encontrei nada especifico.
Pretendo fazer do meu carro um laboratório, e aplicar de forma racional todos os conceitos apresentado até agora.
Estou aberto a sugestões e orientações para podermos juntos desenvolver algo que nos auxilie não somente em economia financeira, mas muito mais importante que isto, ser mais um interessado em manter nosso planeta para as próximas gerações.

Ver perfil do usuário

2 Re: A favor do meio ambiente!!! em Sex 20 Jul 2012, 08:52

Oi Nilson, seja bem vindo!

Nilson, existe uma possibilidade real de que os bons resultados do HHO venha de coisas paralelas que acontecem ao se instalar o equipamento, por isso o resultado é tão variável, mas se tu conseguiu uma economia de 25% (seu pior caso relatado), isso já é muito bom. Lembre-se que o HHO tenta melhorar o rendimento térmico da queima do combustível original e ainda por cima impõe uma carga alta ao alternador, que rouba um pouco da potência do motor, então 25% foi mais que isso.

Normalmente as pessoas relatam que não conseguem nada, 25% já me deixaria satisfeito.

Medir a produção do gerador com o carro funcionando, gerador mais quente por estar no cofre do motor (normalmente), voltagem de 13,8V ao invés de 12V do carro desligado, isso acaba sendo mais produtivo (gera mais gás) que um teste em bancada. Testar a produção na bancada é fácil, mas também não diz quanto de gás hidrogênio foi gerado, pois tem a questão temperatura/pressão e o vapor que é gerado junto.

Eu faria um método mais fácil, baseado na teoria que existe por trás da eletrólise, de que tu pode saber a quantidade de produtos gerados pela corrente consumida em função do tempo. Ai tu simplesmente mede a corrente elétrica que o gerador puxa + a configuração do seu gerador = quantidade de HHO gerado por minuto, sem vapor. Para cada par de placas (eletrodos, seja “+” “-“ ou “N”) que passar entre elas 86A, são gerados 1 litro por minuto de HHO em média, sem contar o vapor. Instale um amperímetro e faça os cálculos.

Tente esgotar todas as possibilidades de seu resultado de 25% ou maior estar sendo conseguidos por coisas paralelas que aconteceram ao instalar o HHO no seu carro. Não deixe de contar como foi sua experiência e os detalhes de instalação, alem de informações sobre amperagem consumida, configuração do gerador de HHO e o que mais tu lembrar.

Ver perfil do usuário

3 Re: A favor do meio ambiente!!! em Sex 20 Jul 2012, 13:50

Lembro que um amigo disse que fez um gerador e colocou a mangueira conectada num ponto já depois da borboleta de aceleração (considerando o sentido do fluxo de ar). Desta forma, todo o HHO é aspirado independentemente de quanto o motorista pisa no acelerador. Não sei se de fato fará diferença, mas acho que valeria a pena testar.



www.mobflex.com.br

Ver perfil do usuário

4 Re: A favor do meio ambiente!!! em Sex 20 Jul 2012, 19:50

h-roo


Rank : 5
Rank : 5
arquiteto.nilson escreveu:Bom Dia a todos!
Sou arquiteto e me interessei muito pelo tema hho, tanto que já instalei um gerador no meu carro.
Depois de pesquisar na internet sobre os vários tipos de geradores e vários testes de bancada, resolvi partir direto para a pratica,instalei o gerador numa ecosport 1.6 recentemente (por falta de tempo e muita curiosidade acabei comprando um).
Bem! embora tenha instalado de acordo com o manual, ocorre que a economia não está sendo satisfatória, pois está variando muito pois o consumo oscila entre 15 e 17 Km/l (gasolina) na estrada e a media antes de instalar do gerador era de 12 Km/l), ainda não consegui aferir os valores reais. preciso de ajuda para medir o volume de hho gerado, pois na internet não encontrei nada especifico.
Pretendo fazer do meu carro um laboratório, e aplicar de forma racional todos os conceitos apresentado até agora.
Estou aberto a sugestões e orientações para podermos juntos desenvolver algo que nos auxilie não somente em economia financeira, mas muito mais importante que isto, ser mais um interessado em manter nosso planeta para as próximas gerações.

Nilson
Como você está chegando agora com vontade de decifrar essa questão do HHO, inclusive experimentalmente, recomendo ler uma matéria do Marcelo, que conforme o Milzon (ET-e-HHO existe)foi a grande descoberta. Trata-se de colocar um tarugo de madeira na canalização do HHO. Leia a materia aqui:

http://forum-hho.forumeiros.com/t190-brasileiro-desbanca-efie-e-ensina-gringo-como-fazer-hho

e aqui:

http://forum-hho.forumeiros.com/t189-pressao-no-map-x-aumento-de-consumo

Ver perfil do usuário

5 Re: A favor do meio ambiente!!! em Sex 20 Jul 2012, 21:23

h-roo escreveu:
arquiteto.nilson escreveu:Bom Dia a todos!
Sou arquiteto e me interessei muito pelo tema hho, tanto que já instalei um gerador no meu carro.
Depois de pesquisar na internet sobre os vários tipos de geradores e vários testes de bancada, resolvi partir direto para a pratica,instalei o gerador numa ecosport 1.6 recentemente (por falta de tempo e muita curiosidade acabei comprando um).
Bem! embora tenha instalado de acordo com o manual, ocorre que a economia não está sendo satisfatória, pois está variando muito pois o consumo oscila entre 15 e 17 Km/l (gasolina) na estrada e a media antes de instalar do gerador era de 12 Km/l), ainda não consegui aferir os valores reais. preciso de ajuda para medir o volume de hho gerado, pois na internet não encontrei nada especifico.
Pretendo fazer do meu carro um laboratório, e aplicar de forma racional todos os conceitos apresentado até agora.
Estou aberto a sugestões e orientações para podermos juntos desenvolver algo que nos auxilie não somente em economia financeira, mas muito mais importante que isto, ser mais um interessado em manter nosso planeta para as próximas gerações.

Nilson
Como você está chegando agora com vontade de decifrar essa questão do HHO, inclusive experimentalmente, recomendo ler uma matéria do Marcelo, que conforme o Milzon (ET-e-HHO existe)foi a grande descoberta. Trata-se de colocar um tarugo de madeira na canalização do HHO. Leia a materia aqui:

http://forum-hho.forumeiros.com/t190-brasileiro-desbanca-efie-e-ensina-gringo-como-fazer-hho

e aqui:

http://forum-hho.forumeiros.com/t189-pressao-no-map-x-aumento-de-consumo

What a fuck, here we go again !

Ver perfil do usuário

6 Re: A favor do meio ambiente!!! em Sab 21 Jul 2012, 02:48

h-roo escreveu:
arquiteto.nilson escreveu:Bom Dia a todos!
Sou arquiteto e me interessei muito pelo tema hho, tanto que já instalei um gerador no meu carro.
Depois de pesquisar na internet sobre os vários tipos de geradores e vários testes de bancada, resolvi partir direto para a pratica,instalei o gerador numa ecosport 1.6 recentemente (por falta de tempo e muita curiosidade acabei comprando um).
Bem! embora tenha instalado de acordo com o manual, ocorre que a economia não está sendo satisfatória, pois está variando muito pois o consumo oscila entre 15 e 17 Km/l (gasolina) na estrada e a media antes de instalar do gerador era de 12 Km/l), ainda não consegui aferir os valores reais. preciso de ajuda para medir o volume de hho gerado, pois na internet não encontrei nada especifico.
Pretendo fazer do meu carro um laboratório, e aplicar de forma racional todos os conceitos apresentado até agora.
Estou aberto a sugestões e orientações para podermos juntos desenvolver algo que nos auxilie não somente em economia financeira, mas muito mais importante que isto, ser mais um interessado em manter nosso planeta para as próximas gerações.

Nilson
Como você está chegando agora com vontade de decifrar essa questão do HHO, inclusive experimentalmente, recomendo ler uma matéria do Marcelo, que conforme o Milzon (ET-e-HHO existe)foi a grande descoberta. Trata-se de colocar um tarugo de madeira na canalização do HHO. Leia a materia aqui:

http://forum-hho.forumeiros.com/t190-brasileiro-desbanca-efie-e-ensina-gringo-como-fazer-hho

e aqui:

http://forum-hho.forumeiros.com/t189-pressao-no-map-x-aumento-de-consumo

Nilson, esse senhor, que atualmente está a espera de ser abduzido por ETs salvadores, que o retirarão da terra antes do fim do mundo em 2012, conserva algumas magoas comigo, pois me julga responsável pela deleção de suas mensagens de ETs em outro forum, no qual ele foi inclusive suspenso por violar as regras do fórum.

O artigo por ele citado, tinha por objetivo mostrar que apenas um EFIE, como o MOBMIX também faz, poderia produzir a economia que atribuem ao HHO. Eu te alertei disso quando disse para tu esgortar as possibilidades de efeitos paralelos serem o reponsável pela economia que tu disse ter visto. A fixação dele pelo "tarugo" e meramente defamatória, para perturbar quem quer saber mais, tentar me irritar, mas eu não me irrito com falácia de uma pessoa que visivelmente está morta de ódio pela minha pessoa. Como já disse antes, o que poderia eu fazer para retaliar uma pessoa que já se sente retaliada? Nada seria mais efetivo para retaliar a esse senhor do que o que ele acha que eu fiz contra ele.

Mas pode ler, até a página 7 existe alguma coisa que vale a pena ler, mas depois disso, só para tu rir um pouco do desespero do Muttley em tentar se vingar de mim via internet.

Ver perfil do usuário

7 Re: A favor do meio ambiente!!! em Sab 21 Jul 2012, 02:57

h-roo


Rank : 5
Rank : 5
Mas afinal, já que não querem agora assumir a paternidade do tarugo, que está muito clara, o que pretendem fazer com ele?...rsrs
Não fui eu que escrevi isso ai abaixo:

"...Vejo como uma forma de corrigir este problema, colocar um tarugo de madeira com um furo central dentro do duto de ar (como se fosse um mesclador de GNV), posicionado antes da mangueira de entrada do HHO (sentido do fluxo de ar) de tal forma a diminuir a passagem do ar. Uma forma de calibrar o diâmetro do furo seria medindo a tensão do MAP. O furo no tarugo estaria calibrado, quando, com o gerador ligado, a tensão do MAP estiver com valor próximo da tensão obtida no funcionamento normal do carro (sem o tarugo, gerador desligado)..."

Ou será que nas entrelinhas quem escreveu e que repercutiu querem agora dizer que não são sérios, que escrevem asneiras e não assumem?

Ver perfil do usuário

8 Re: A favor do meio ambiente!!! em Sab 21 Jul 2012, 22:11

h-roo escreveu:Mas afinal, já que não querem agora assumir a paternidade do tarugo, que está muito clara, o que pretendem fazer com ele?...rsrs
Não fui eu que escrevi isso ai abaixo:

"...Vejo como uma forma de corrigir este problema, colocar um tarugo de madeira com um furo central dentro do duto de ar (como se fosse um mesclador de GNV), posicionado antes da mangueira de entrada do HHO (sentido do fluxo de ar) de tal forma a diminuir a passagem do ar. Uma forma de calibrar o diâmetro do furo seria medindo a tensão do MAP. O furo no tarugo estaria calibrado, quando, com o gerador ligado, a tensão do MAP estiver com valor próximo da tensão obtida no funcionamento normal do carro (sem o tarugo, gerador desligado)..."

Ou será que nas entrelinhas quem escreveu e que repercutiu querem agora dizer que não são sérios, que escrevem asneiras e não assumem?

Na prática quem está o tempo todo escrevendo asneira é você, pois a informação que eu passei tem toda a procedência, embora não tenha sido de fato testada, pois ao inserirmos o HHO gerado, a pressão no coletor diminui, e uma forma de voltar a pressão anterior à colocação do HHO seria restringir a admissão de ar. A palavra Tarugo lhe pareceu engraçada e é a única coisa que você menciona agora, parecendo uma criança de 6 anos, embora tenha pelo menos 600 anos de idade. Você parece não ter espírito cientifico, a não ser para paleontologia, pois deve ter conhecido os dinossauros ainda vivos.

Ver perfil do usuário

9 Re: A favor do meio ambiente!!! em Sab 21 Jul 2012, 22:59

h-roo


Rank : 5
Rank : 5
[quote="marcelo.eletrotecnico"]
h-roo escreveu:Mas afinal, já que não querem agora assumir a paternidade do tarugo, que está muito clara, o que pretendem fazer com ele?...rsrs
Não fui eu que escrevi isso ai abaixo:

"...Vejo como uma forma de corrigir este problema, colocar um tarugo de madeira com um furo central dentro do duto de ar (como se fosse um mesclador de GNV), posicionado antes da mangueira de entrada do HHO (sentido do fluxo de ar) de tal forma a diminuir a passagem do ar. Uma forma de calibrar o diâmetro do furo seria medindo a tensão do MAP. O furo no tarugo estaria calibrado, quando, com o gerador ligado, a tensão do MAP estiver com valor próximo da tensão obtida no funcionamento normal do carro (sem o tarugo, gerador desligado)..."

Ou será que nas entrelinhas quem escreveu e que repercutiu querem agora dizer que não são sérios, que escrevem asneiras e não assumem?

Na prática quem está o tempo todo escrevendo asneira é você, pois a informação que eu passei tem toda a procedência, embora não tenha sido de fato testada, pois ao inserirmos o HHO gerado, a pressão no coletor diminui, e uma forma de voltar a pressão anterior à colocação do HHO seria restringir a admissão de ar. A palavra Tarugo lhe pareceu engraçada e é a única coisa que você menciona agora, parecendo uma criança de 6 anos, embora tenha pelo menos 600 anos de idade. Você parece não ter espírito cientifico, a não ser para paleontologia, pois deve ter conhecido os dinossauros ainda vivos.
----------------------------------------------------------------

Marcelo
O ridículo do que tu propõe fez com que passe ao ataque pessoal?
Se tu pensa que o fato de eu estar seguidamente me referindo ao TARUGO é ofensiva, te digo que não é, é apenas hilária.
Porém mais hilário é a teoria como um todo, pois ao tu "encontrar" a calibragem com redução de passagem do ar, tu o fará com uma determinada RPM e ao mudar essa RPM, por aceleração ou desaceleração, tua "calibragem" já foi pro beleléu. Isso só seria "aplicável", ainda que eu não acredite na magia, num motor estacionário, em que o mesmo trabalhe constantemente sob uma mesma RPM. Deu pra entender onde tenho
questionado o absurdo da tua teoria? Inclusive perguntando sobre a colocação de um turbo com o TARUGO instalado? Ou seja, tua teoria não tem o mínimo de consistência, muito menos "procedência".
Espero que teu MobDick, digo MobMix, não parta das mesmas concepções do tarugo...rsrs.

E o fof...digo Milson, todo metido a calculador e cheio das "ciências" logo comprou a idéia como algo revolucionário, tanto é que abriu aquele tópico do "brasileiro esperto"...rsrs.

Ver perfil do usuário

10 Re: A favor do meio ambiente!!! em Sab 21 Jul 2012, 23:17

h-roo


Rank : 5
Rank : 5
Marcelo escreveu

"...Você parece não ter espírito cientifico, a não ser para paleontologia, pois deve ter conhecido os dinossauros ainda vivos..."
[/quote]

-----------------------------------------------------------------------------

Faça o seguinte Marcelo, se não quer chegar a minha idade, que tu tenta ridicularizar, quando chegar aos 60, uma boa dose de estricnina resolve o problema.
Eu ao contrário, agora com a revolucionária tecnologia que nos será disponibilizada pelos irmãos Galácticos, que estão chegando, vou viver mais uns 100 anos, com total saúde.

Ver perfil do usuário

11 Re: A favor do meio ambiente!!! em Dom 22 Jul 2012, 06:21

Marcelo, o muttley nunca admite que teve um comportamento inferior, como agora fica evidente raiva, mágoa, implicância gratuita e outros nobres sentimentos dos fracos, ele vai partir para tudo para reverter a situação, tentar outras técnicas de desmoralização. Saber qual é o motivo que o move, jamais saberemos, mas entender que ele está esperneando e tentando achar uma saida para fraquesa demonstrada, isso me é óbvio.

Tadinho do muttley

Ver perfil do usuário

12 Re: A favor do meio ambiente!!! em Dom 22 Jul 2012, 14:16

h-roo escreveu:Marcelo escreveu

Faça o seguinte Marcelo, se não quer chegar a minha idade...

rapaz, você novamente igual criança, sacaneia todo mundo, e quando alguém faz isso com você, você diz "aaaa paaaraaa ôôôô ! Vai entender ! Não sabe brincar, não brinca !



Última edição por marcelo.eletrotecnico em Dom 22 Jul 2012, 14:30, editado 1 vez(es)

Ver perfil do usuário

13 Re: A favor do meio ambiente!!! em Dom 22 Jul 2012, 14:30

[quote="h-roo"]
marcelo.eletrotecnico escreveu:
h-roo escreveu:



... a informação que eu passei tem toda a procedência, embora não tenha sido de fato testada, pois ao inserirmos o HHO gerado, a pressão no coletor diminui, e uma forma de voltar a pressão anterior à colocação do HHO seria restringir a admissão de ar...

... mais hilário é a teoria como um todo, pois ao tu "encontrar" a calibragem com redução de passagem do ar, tu o fará com uma determinada RPM e ao mudar essa RPM, por aceleração ou desaceleração, tua "calibragem" já foi pro beleléu. Isso só seria "aplicável", ainda que eu não acredite na magia, num motor estacionário, em que o mesmo trabalhe constantemente sob uma mesma RPM. Deu pra entender onde tenho
questionado o absurdo da tua teoria?...

Quanto à questão da passagem de ar, eu descordo do que diz, no seguinte aspecto: se fosse como diz, então teríamos que ter uma passagem de ar variável, uma vez que, mesmo sem o tal repetido "tarugo", também temos carga e rotação variável. Eu trabalho com GNV a cerca de 5 anos (o MOBMIX para GNV) e sei que os carros movidos a GNV também possuem esta restrição, mas a mesma é chamada de misturador e não de tarugo:

A idéia que estou propondo é a mesma do mesclador, mas chamei de tarugo para que facilitasse o entendimento, uma vez que as pessoas aqui normalmente não entendem de GNV. Note que no caso do GNV esta restrição ainda traz um problema, que é a dificuldade do motor em admitir o ar, que contem o comburente (O2). No caso do HHO, isto não seria problema, pois o mesmo já contem o O2, já que ao separarmos as moléculas de água temos H2 e O2 nas proporções exatas, sem sobras. Desta forma, se reduzimos a quantidade de gasolina, e reduzirmos a quantidade de Ar admitida (O2) estaremos equilibrando a pressão, fazendo voltar à pressão original no coletor, e consequentemente o tempo de injeção, evitando o aumento de consumo.

Ver perfil do usuário

14 Re: A favor do meio ambiente!!! em Dom 22 Jul 2012, 20:30

h-roo


Rank : 5
Rank : 5
[quote="marcelo.eletrotecnico"]
h-roo escreveu:
marcelo.eletrotecnico escreveu:
h-roo escreveu:



... a informação que eu passei tem toda a procedência, embora não tenha sido de fato testada, pois ao inserirmos o HHO gerado, a pressão no coletor diminui, e uma forma de voltar a pressão anterior à colocação do HHO seria restringir a admissão de ar...

... mais hilário é a teoria como um todo, pois ao tu "encontrar" a calibragem com redução de passagem do ar, tu o fará com uma determinada RPM e ao mudar essa RPM, por aceleração ou desaceleração, tua "calibragem" já foi pro beleléu. Isso só seria "aplicável", ainda que eu não acredite na magia, num motor estacionário, em que o mesmo trabalhe constantemente sob uma mesma RPM. Deu pra entender onde tenho
questionado o absurdo da tua teoria?...

Quanto à questão da passagem de ar, eu descordo do que diz, no seguinte aspecto: se fosse como diz, então teríamos que ter uma passagem de ar variável, uma vez que, mesmo sem o tal repetido "tarugo", também temos carga e rotação variável. Eu trabalho com GNV a cerca de 5 anos (o MOBMIX para GNV) e sei que os carros movidos a GNV também possuem esta restrição, mas a mesma é chamada de misturador e não de tarugo:

A idéia que estou propondo é a mesma do mesclador, mas chamei de tarugo para que facilitasse o entendimento, uma vez que as pessoas aqui normalmente não entendem de GNV. Note que no caso do GNV esta restrição ainda traz um problema, que é a dificuldade do motor em admitir o ar, que contem o comburente (O2). No caso do HHO, isto não seria problema, pois o mesmo já contem o O2, já que ao separarmos as moléculas de água temos H2 e O2 nas proporções exatas, sem sobras. Desta forma, se reduzimos a quantidade de gasolina, e reduzirmos a quantidade de Ar admitida (O2) estaremos equilibrando a pressão, fazendo voltar à pressão original no coletor, e consequentemente o tempo de injeção, evitando o aumento de consumo.

Marcelo
Destaco:
"... Desta forma, se reduzimos a quantidade de gasolina, e reduzirmos a quantidade de Ar admitida (O2) estaremos equilibrando a pressão, fazendo voltar à pressão original no coletor, e consequentemente o tempo de injeção, evitando o aumento de consumo..."

Posso entender que o que tu preconiza é que quanto menos variar a pressão no coletor, ou melhor, se não houver variação, melhor seria para diminuir o consumo?...é isso?

Ver perfil do usuário

15 Re: A favor do meio ambiente!!! em Dom 22 Jul 2012, 21:33

[quote="h-roo"]
marcelo.eletrotecnico escreveu:
h-roo escreveu:
marcelo.eletrotecnico escreveu:
h-roo escreveu:



... a informação que eu passei tem toda a procedência, embora não tenha sido de fato testada, pois ao inserirmos o HHO gerado, a pressão no coletor diminui, e uma forma de voltar a pressão anterior à colocação do HHO seria restringir a admissão de ar...

... mais hilário é a teoria como um todo, pois ao tu "encontrar" a calibragem com redução de passagem do ar, tu o fará com uma determinada RPM e ao mudar essa RPM, por aceleração ou desaceleração, tua "calibragem" já foi pro beleléu. Isso só seria "aplicável", ainda que eu não acredite na magia, num motor estacionário, em que o mesmo trabalhe constantemente sob uma mesma RPM. Deu pra entender onde tenho
questionado o absurdo da tua teoria?...

Quanto à questão da passagem de ar, eu descordo do que diz, no seguinte aspecto: se fosse como diz, então teríamos que ter uma passagem de ar variável, uma vez que, mesmo sem o tal repetido "tarugo", também temos carga e rotação variável. Eu trabalho com GNV a cerca de 5 anos (o MOBMIX para GNV) e sei que os carros movidos a GNV também possuem esta restrição, mas a mesma é chamada de misturador e não de tarugo:

A idéia que estou propondo é a mesma do mesclador, mas chamei de tarugo para que facilitasse o entendimento, uma vez que as pessoas aqui normalmente não entendem de GNV. Note que no caso do GNV esta restrição ainda traz um problema, que é a dificuldade do motor em admitir o ar, que contem o comburente (O2). No caso do HHO, isto não seria problema, pois o mesmo já contem o O2, já que ao separarmos as moléculas de água temos H2 e O2 nas proporções exatas, sem sobras. Desta forma, se reduzimos a quantidade de gasolina, e reduzirmos a quantidade de Ar admitida (O2) estaremos equilibrando a pressão, fazendo voltar à pressão original no coletor, e consequentemente o tempo de injeção, evitando o aumento de consumo.

Marcelo
Destaco:
"... Desta forma, se reduzimos a quantidade de gasolina, e reduzirmos a quantidade de Ar admitida (O2) estaremos equilibrando a pressão, fazendo voltar à pressão original no coletor, e consequentemente o tempo de injeção, evitando o aumento de consumo..."

Posso entender que o que tu preconiza é que quanto menos variar a pressão no coletor, ou melhor, se não houver variação, melhor seria para diminuir o consumo?...é isso?

Na verdade eu não disse isso. A pressão vai variar pois depende de quanto vai pressionar o pedal do acelerador, mas se colocar um emulador de sonda para que não haja interferencia no tempo de injeção devido a leitura da sonda, mesmo assim haverá um incremento do tempo de injeção devido à despressurização da admissão e consequente aumento da leitura do sensor map.

Ver perfil do usuário

16 Re: A favor do meio ambiente!!! em Dom 22 Jul 2012, 21:46

h-roo


Rank : 5
Rank : 5
[quote="marcelo.eletrotecnico"]
h-roo escreveu:
marcelo.eletrotecnico escreveu:
h-roo escreveu:
marcelo.eletrotecnico escreveu:
h-roo escreveu:



... a informação que eu passei tem toda a procedência, embora não tenha sido de fato testada, pois ao inserirmos o HHO gerado, a pressão no coletor diminui, e uma forma de voltar a pressão anterior à colocação do HHO seria restringir a admissão de ar...

... mais hilário é a teoria como um todo, pois ao tu "encontrar" a calibragem com redução de passagem do ar, tu o fará com uma determinada RPM e ao mudar essa RPM, por aceleração ou desaceleração, tua "calibragem" já foi pro beleléu. Isso só seria "aplicável", ainda que eu não acredite na magia, num motor estacionário, em que o mesmo trabalhe constantemente sob uma mesma RPM. Deu pra entender onde tenho
questionado o absurdo da tua teoria?...

Quanto à questão da passagem de ar, eu descordo do que diz, no seguinte aspecto: se fosse como diz, então teríamos que ter uma passagem de ar variável, uma vez que, mesmo sem o tal repetido "tarugo", também temos carga e rotação variável. Eu trabalho com GNV a cerca de 5 anos (o MOBMIX para GNV) e sei que os carros movidos a GNV também possuem esta restrição, mas a mesma é chamada de misturador e não de tarugo:

A idéia que estou propondo é a mesma do mesclador, mas chamei de tarugo para que facilitasse o entendimento, uma vez que as pessoas aqui normalmente não entendem de GNV. Note que no caso do GNV esta restrição ainda traz um problema, que é a dificuldade do motor em admitir o ar, que contem o comburente (O2). No caso do HHO, isto não seria problema, pois o mesmo já contem o O2, já que ao separarmos as moléculas de água temos H2 e O2 nas proporções exatas, sem sobras. Desta forma, se reduzimos a quantidade de gasolina, e reduzirmos a quantidade de Ar admitida (O2) estaremos equilibrando a pressão, fazendo voltar à pressão original no coletor, e consequentemente o tempo de injeção, evitando o aumento de consumo.

Marcelo
Destaco:
"... Desta forma, se reduzimos a quantidade de gasolina, e reduzirmos a quantidade de Ar admitida (O2) estaremos equilibrando a pressão, fazendo voltar à pressão original no coletor, e consequentemente o tempo de injeção, evitando o aumento de consumo..."

Posso entender que o que tu preconiza é que quanto menos variar a pressão no coletor, ou melhor, se não houver variação, melhor seria para diminuir o consumo?...é isso?

Na verdade eu não disse isso. A pressão vai variar pois depende de quanto vai pressionar o pedal do acelerador, mas se colocar um emulador de sonda para que não haja interferencia no tempo de injeção devido a leitura da sonda, mesmo assim haverá um incremento do tempo de injeção devido à despressurização da admissão e consequente aumento da leitura do sensor map.

Marcelo
Tu começa a sair pela tangente, se desdizendo.

"...A pressão vai variar pois depende de quanto vai pressionar o pedal do acelerador..."
Ai está a prova do que eu escrevi em relação à RPM.

"...mas se colocar um emulador de sonda para que não haja interferencia no tempo de injeção devido a leitura da sonda, mesmo assim haverá um incremento do tempo de injeção devido à despressurização da admissão e consequente aumento da leitura do sensor map..."
Tu já ouviu falar em "buraco de carburação" e "buraco de ignição"?




Ver perfil do usuário

17 Re: A favor do meio ambiente!!! em Dom 22 Jul 2012, 23:37

[quote="h-roo"][quote="marcelo.eletrotecnico"][quote="h-roo"]
marcelo.eletrotecnico escreveu:
h-roo escreveu:
marcelo.eletrotecnico escreveu:

Marcelo
Destaco:
"... Desta forma, se reduzimos a quantidade de gasolina, e reduzirmos a quantidade de Ar admitida (O2) estaremos equilibrando a pressão, fazendo voltar à pressão original no coletor, e consequentemente o tempo de injeção, evitando o aumento de consumo..."

Posso entender que o que tu preconiza é que quanto menos variar a pressão no coletor, ou melhor, se não houver variação, melhor seria para diminuir o consumo?...é isso?

Na verdade eu não disse isso. A pressão vai variar pois depende de quanto vai pressionar o pedal do acelerador, mas se colocar um emulador de sonda para que não haja interferencia no tempo de injeção devido a leitura da sonda, mesmo assim haverá um incremento do tempo de injeção devido à despressurização da admissão e consequente aumento da leitura do sensor map.

Marcelo
Tu começa a sair pela tangente, se desdizendo.

"...A pressão vai variar pois depende de quanto vai pressionar o pedal do acelerador..."
Ai está a prova do que eu escrevi em relação à RPM.

"...mas se colocar um emulador de sonda para que não haja interferencia no tempo de injeção devido a leitura da sonda, mesmo assim haverá um incremento do tempo de injeção devido à despressurização da admissão e consequente aumento da leitura do sensor map..."
Tu já ouviu falar em "buraco de carburação" e "buraco de ignição"?

Veja, baixe a guarde e não se coloque em posição de ataque, ou de defesa, pois não estou em guerra com você.

Sim, já ouvi falar nos tais "buracos", mas isso nada tem haver com o que falei, pois é uma restrição pequena. Se assim fosse, tais "buracos" também apareceriam no uso do GNV.

O que estou propondo na verdade é compensar o aumento no volume total de gases. Veja, o efeito de inserir o HHO na admissão dos carros é semelhante ao que acontece quando retiramos o filtro de ar (em relação a pressão) pois o ar entra com mais facilidade, então, acaba havendo uma modificação na leitura do MAP. O pessoal diz que o efeito que ocorre sobre a sonda, se é que ocorre, seria proveniente da sobra de oxigênio proveniente do HHO, mas porque sobra se os gases estão em equilíbrio ? Porém, estive pensando sobre o assunto e verifiquei que há possibilidade de sobra, não porque há uma queima mais perfeita, como alguns dizem, mas porque o HHO contem metade do oxigênio em sua composição (eu estimo) enquanto o ar só tem 21%. Então, se substituíssemos o ar por oxigênio puro (mesmo sem usar HHO) haveria sim uma sobra, pois o sistema de admissão foi dimensionado para admitir a quantidade necessária de ar de modo que o O2 necessário seja aspirado. Se colocássemos O2 puro, somente 1/5 do ar deveria ser aspirado. Então, quando adicionamos HHO, temos que reduzir uma quantidade um pouco maior na admissão para manter o equilíbrio da pressão e da relação ar/combustível.





Ver perfil do usuário

18 Re: A favor do meio ambiente!!! em Seg 23 Jul 2012, 00:08

h-roo


Rank : 5
Rank : 5
[quote="marcelo.eletrotecnico"][quote="h-roo"][quote="marcelo.eletrotecnico"]
h-roo escreveu:
marcelo.eletrotecnico escreveu:
h-roo escreveu:
marcelo.eletrotecnico escreveu:

Marcelo
Destaco:
"... Desta forma, se reduzimos a quantidade de gasolina, e reduzirmos a quantidade de Ar admitida (O2) estaremos equilibrando a pressão, fazendo voltar à pressão original no coletor, e consequentemente o tempo de injeção, evitando o aumento de consumo..."

Posso entender que o que tu preconiza é que quanto menos variar a pressão no coletor, ou melhor, se não houver variação, melhor seria para diminuir o consumo?...é isso?

Na verdade eu não disse isso. A pressão vai variar pois depende de quanto vai pressionar o pedal do acelerador, mas se colocar um emulador de sonda para que não haja interferencia no tempo de injeção devido a leitura da sonda, mesmo assim haverá um incremento do tempo de injeção devido à despressurização da admissão e consequente aumento da leitura do sensor map.

Marcelo
Tu começa a sair pela tangente, se desdizendo.

"...A pressão vai variar pois depende de quanto vai pressionar o pedal do acelerador..."
Ai está a prova do que eu escrevi em relação à RPM.

"...mas se colocar um emulador de sonda para que não haja interferencia no tempo de injeção devido a leitura da sonda, mesmo assim haverá um incremento do tempo de injeção devido à despressurização da admissão e consequente aumento da leitura do sensor map..."
Tu já ouviu falar em "buraco de carburação" e "buraco de ignição"?

Veja, baixe a guarde e não se coloque em posição de ataque, ou de defesa, pois não estou em guerra com você.

Sim, já ouvi falar nos tais "buracos", mas isso nada tem haver com o que falei, pois é uma restrição pequena. Se assim fosse, tais "buracos" também apareceriam no uso do GNV.

O que estou propondo na verdade é compensar o aumento no volume total de gases. Veja, o efeito de inserir o HHO na admissão dos carros é semelhante ao que acontece quando retiramos o filtro de ar (em relação a pressão) pois o ar entra com mais facilidade, então, acaba havendo uma modificação na leitura do MAP. O pessoal diz que o efeito que ocorre sobre a sonda, se é que ocorre, seria proveniente da sobra de oxigênio proveniente do HHO, mas porque sobra se os gases estão em equilíbrio ? Porém, estive pensando sobre o assunto e verifiquei que há possibilidade de sobra, não porque há uma queima mais perfeita, como alguns dizem, mas porque o HHO contem metade do oxigênio em sua composição (eu estimo) enquanto o ar só tem 21%. Então, se substituíssemos o ar por oxigênio puro (mesmo sem usar HHO) haveria sim uma sobra, pois o sistema de admissão foi dimensionado para admitir a quantidade necessária de ar de modo que o O2 necessário seja aspirado. Se colocássemos O2 puro, somente 1/5 do ar deveria ser aspirado. Então, quando adicionamos HHO, temos que reduzir uma quantidade um pouco maior na admissão para manter o equilíbrio da pressão e da relação ar/combustivel

Marcelo
Essa teoria que tu expõe acima é utopia pura. Todo o problema nada tem a ver com o ínfimo acréscimo de 02, seja pelo ar seja pelo HHO. Lá no outro barranco, o desmoronado pelo fofoqueiro, eu já havia desmontado essa tese. Volto a dizer aqui:
Em Brasília a umidade relativa do ar chega a cair para 13%.
No Mato Grosso da mesma forma, fica muito baixa em certos períodos. Porém temos a situação contrária, de viajar com chuva, atrás de carretas bi-trem, em que voce anda 200, 300 quilometros com a chuva e pior, com o spray dágua das carretas, creio que o ar admitido no carro chegue a 80%,90% de umidade.
Levando esse fato em consideração, calcule e compare o que voce propõe na tua utopia, levando em consideração que eu viajo aqui nas duas situações acima expostas, com baixa e ou alta humidade e não registro diferença significativa no consumo.
O fato de o ar ter 21% de humidade e o HHO 50%, considerando as quantias admitidas de cada uma, não causa nenhuma interferencia, pois o HHO é homeopático e o ar é dose cavalar.

Agora:
"...Sim, já ouvi falar nos tais "buracos", mas isso nada tem haver com o que falei, pois é uma restrição pequena. Se assim fosse, tais "buracos" também apareceriam no uso do GNV..."


Na verdade o que voce está propondo é exatamente criar esses buracos, pois o "buraco de carburação" nos carburados é o principal problema de falhas na injeção rápida, ou mesmo sua não atuação. O "buraco de ignição" tem como problema principal o não funcionamento normal do avanço de faísca.
Nos carros atuais, não carburados, esses dois buracos são evitados pela leitura feita pelo MAP, em resultado da mudança de pressão no coletor, essa é a informação que o MAP usa para a correção, aumentar a injeção momentânea (injeção rápida) e atuação sobre o avanço de faisca.
No momento que você interfere nessa pressão, você muda, claro, a leitura feita pelo MAP e consegue um pouquinho de economia(?), mas interfere na retomada de velocidade, no torque do veículo e na potência do veículo, tudo negativamente, sem contar que em determinados momentos o veículo anda com uma mistura super pobre, com suas consequências futuras, que poderão ser maiores que o pouco de economia conseguida com a mandracagem. Eu não usaria nunca.
Isso seria, por exemplo, ter um carro 1,4 com sua performance mudada para um 1,0. Se for pra ser assim eu compro um 1,0 e não coloco essa enjambração que você propõe. Eu quero um carro 1,4 com performance mudada para 1,6, e não 1,0.

Ver perfil do usuário

19 Re: A favor do meio ambiente!!! em Seg 23 Jul 2012, 01:29

h-roo escreveu:...
Isso seria, por exemplo, ter um carro 1,4 com sua performance mudada para um 1,0. Se for pra ser assim eu compro um 1,0 e não coloco essa enjambração que você propõe. Eu quero um carro 1,4 com performance mudada para 1,6, e não 1,0.

Problema teu, quem disse que estamos aqui para atender suas necessidades!

Muttley, eu queria ter o prazer de ter detonado você no outro fórum, mas infelizmente não fui eu, eu só percebi que alem de fecharem o tópico por lá, que você foi repreendido com uma suspensão, muitas horas depois, ri mais ainda. Não é só por causa das suas alucinações ETzianas que tu é chato, mas por se achar o dono da verdade, o homo superior e não contribuir com nada, só reclama, por isso que os velhos ficaram com má fama, por velhos como tu.

Ver perfil do usuário

20 Re: A favor do meio ambiente!!! em Seg 23 Jul 2012, 02:03

h-roo


Rank : 5
Rank : 5
Tem quem nem precise envelhecer para se tornar um mala sem alça...kkkkkkkkkkk

Conheço um tal de Tavares, que tem uma Auto Escola com uma enorme frota de UM Celta que é assim...rsrs.

Pelo visto o propagador do achado do Marcelo não quer atender necessidades dos outros, mas das "$uas própria$". Como não me enquadro em suas armações, pois para atender minhas necessidades tem de ter profissionalismo e credibilidade, tenho de ser atacado, pois sou um perigo ao afastar seus cliente$...rsrs

Será que depois da "máfia do HHO" teremos a do "MobiDick"?



Última edição por h-roo em Seg 23 Jul 2012, 03:30, editado 2 vez(es)

Ver perfil do usuário

21 Re: A favor do meio ambiente!!! em Seg 23 Jul 2012, 02:14

h-roo


Rank : 5
Rank : 5
“…Pedimos hoje, outra vez, aos membros dos vossos meios de comunicação social de
todo o mundo que se libertem daqueles que também vos oprimiram, controlaram,
manipularam e ameaçaram e que, inclusivamente, fizeram mal a alguns da sua
profissão no passado, os que tentaram dizer a verdade e libertar-se dessas
correntes. Dizei aos vossos opressores: “Não mais me controlarão, não mais me
possuirão, não mais me poderão subornar, ameaçar ou manipular”…”

Comando Ashtar Sheran

Ver perfil do usuário

22 Re: A favor do meio ambiente!!! em Seg 23 Jul 2012, 03:55

h-roo escreveu:
marcelo.eletrotecnico escreveu:

.... e da relação ar/combustivel

Marcelo
Essa teoria que tu expõe acima é utopia pura. Todo o problema nada tem a ver com o ínfimo acréscimo de 02... ... Volto a dizer aqui:
Em Brasília a umidade relativa do ar chega a cair para 13%.
No Mato Grosso da mesma forma, fica muito baixa... ...viajar com chuva,O fato de o ar ter 21% de humidade e o HHO 50%, considerando as quantias admitidas de cada uma, não causa nenhuma interferencia, pois o HHO é homeopático e o ar é dose cavalar.

[b]Agora:
Na verdade o que voce está propondo é exatamente criar esses buracos...

1) Não estou propondo nenhum buraco, como já disse, e o que estou dizendo já funciona com o GNV, e não há nenhuma utopia nisso.

2) Em nenhum momento eu falei em umidade, não sei de onde você tirou isso. Está tão ávido em ser do contra que nem está prestando atenção no que estou falando, assim o fórum perde o sentido, não é para ver quem dá a última palavra e sim para discutirmos contrapontos dentro de uma lógica plausível, no mínimo lendo e entendendo antes de responder. O que eu falei foi sobre quanto O2 (Oxigênio) tem no ar e que ao entrarmos com HHO, independentemente se a quantidade é pequena, vai tender a haver uma sobra, não porque a queima será mais perfeita, mas porque o volume de HHO, que substitui quantidade equivalente do ar admitido, possui mais O2 (oxigênio) do que o ar que foi substituído na admissão.


3) O sensor MAP faz exatamente esta compensação, em função da pressão, e é por esta mesma razão que o tempo de injeção se modifica (aumenta) quando entra o HHO na admissão, devido ao aumento da pressão absoluta. Antes de dizer que algo é utopia, experimente, faça os testes.

Ver perfil do usuário

23 Re: A favor do meio ambiente!!! em Seg 23 Jul 2012, 04:22

h-roo


Rank : 5
Rank : 5
marcelo.eletrotecnico escreveu:
h-roo escreveu:
marcelo.eletrotecnico escreveu:

.... e da relação ar/combustivel

Marcelo
Essa teoria que tu expõe acima é utopia pura. Todo o problema nada tem a ver com o ínfimo acréscimo de O2... ... Volto a dizer aqui:
Em Brasília a umidade relativa do ar chega a cair para 13%.
No Mato Grosso da mesma forma, fica muito baixa... ...viajar com chuva,O fato de o ar ter 21% de humidade e o HHO 50%, considerando as quantias admitidas de cada uma, não causa nenhuma interferencia, pois o HHO é homeopático e o ar é dose cavalar.

[b]Agora:
Na verdade o que voce está propondo é exatamente criar esses buracos...

1) Não estou propondo nenhum buraco, como já disse, e o que estou dizendo já funciona com o GNV, e não há nenhuma utopia nisso.

2) Em nenhum momento eu falei em umidade, não sei de onde você tirou isso. Está tão ávido em ser do contra que nem está prestando atenção no que estou falando, assim o fórum perde o sentido, não é para ver quem dá a última palavra e sim para discutirmos contrapontos dentro de uma lógica plausível, no mínimo lendo e entendendo antes de responder. O que eu falei foi sobre quanto O2 (Oxigênio) tem no ar e que ao entrarmos com HHO, independentemente se a quantidade é pequena, vai tender a haver uma sobra, não porque a queima será mais perfeita, mas porque o volume de HHO, que substitui quantidade equivalente do ar admitido, possui mais O2 (oxigênio) do que o ar que foi substituído na admissão.


3) O sensor MAP faz exatamente esta compensação, em função da pressão, e é por esta mesma razão que o tempo de injeção se modifica (aumenta) quando entra o HHO na admissão, devido ao aumento da pressão absoluta. Antes de dizer que algo é utopia, experimente, faça os testes.

Tu já fez os testes e comprovou a utopia?
Quer dizer que, ar com umidade de 85% e ou de 13% não fazem a mínima diferença na composição? Faça os cálculos e depois volte.
Como que tu não cria "buraco" na alimentação se quando precisamos de "píque" no carro, para uma eventual ultrapassajem, tu modulou para que não haja aumento de injeção, ou seja, passou a tesoura no "píque"?
Conta outra Marcelo.
E não misture GNV nessa história, são outros quinhentos, outros parâmetros, outro combustível.
Outra coisa, tu tá invertendo as bolas, pois a injeção aumenta o tempo quando hà pressão negativa, quando tu pisa fundo no acelerador. A entrada de HHO causaria examente o contrário, pressão positiva. Eu disse "causaria", pois 1 litro de HHO por minuto é homeopatia, impossivel de alterar a pressão ao ponto do MAP perceber.
Um carro 1.0, á 3.500 RPM vai sugar 7.000 litros de ar por minuto. Ai te pergunto, que difereça vai fazer 1 litro de HHO.
Vamos calcular?
Sem HHO são 7.000...com HHO são 7.001 litros.(aumento de 0,015%)
Sem HHO são 1.400 litros de 02...com HHO são 1.400,33 litros de 02.(aumento de 0,022%)
Percebes como uma teoria, quando parte para a matemática, vira utopia?
Agora, tira fora o HHO e imagina esses 7.000 de ar com umidade de 13% e ou com umidade de 85%. Vais ver que a variação de + ou - 02 é muito maior do que com o HHO, sem que haja mudança de consumo.

A considerar:

Efeitos da Altitude
Se a altitude do ambiente for alta, então a densidade do ar será menor, o que causaráuma menor quantidade de oxigênio por metro cúbico de ar. O que fará com que a mistura dear/combustível se torne mais rica.

Efeitos da Umidade do Ar
Se a umidade do ar do ambiente for alta, então a densidade de água no ar será maior, oque fará com que a densidade do ar seja menor, o faz com que haja uma menor quantidade deoxigênio por metro cúbico de ar. O que torna a mistura de ar/combustível se torne mais rica.

Ver perfil do usuário

24 Re: A favor do meio ambiente!!! em Seg 23 Jul 2012, 06:12

h-roo


Rank : 5
Rank : 5
A solução não é a homeopática eletrólise, mas sim a termólise com muito maior produção de "vapor" que 1 ou 2 litros de HHO.

O funcionamento está mais diretamente ligado ao atraso na faísca do que as outras utopias criadas.

Já acertei com meu parceiro, depois que tivermos decifrado mais dados com a termólise no Valmetinho, vamos arriscar perder um pouco de grana, tentando encontrar o limite de injeção de vapor, o que poderá causar um calço hidráulico, onde poderia haver prejuízo, mas iremos em frente.

Ver perfil do usuário

25 Re: A favor do meio ambiente!!! em Ter 24 Jul 2012, 04:05

h-roo escreveu:“…Pedimos hoje, outra vez, aos membros dos vossos meios de comunicação social de
todo o mundo que se libertem daqueles que também vos oprimiram, controlaram,
manipularam e ameaçaram e que, inclusivamente, fizeram mal a alguns da sua
profissão no passado, os que tentaram dizer a verdade e libertar-se dessas
correntes. Dizei aos vossos opressores: “Não mais me controlarão, não mais me
possuirão, não mais me poderão subornar, ameaçar ou manipular”…”

Comando Ashtar Sheran

Pessoal, vocês conhecem o grande amigo do Muttley, Astar?

Não tente achar ele, ele não existe aqui na terra, não é humano, ele é de outro mundo e tem a capacidade de induzir "mensagens" no cérebro do muttley e seus amigos. Ele poderia mandar mensagens via ondas hertezianas e aparecer na TV ou no rádio, mas ele faz mais difícil e envia direto para o cérebro do muttley e seus amigos.

To esclarecendo para que vocês entendam a origem de tais mensagens



Última edição por ET-e-HHO-existe em Ter 24 Jul 2012, 04:41, editado 1 vez(es)

Ver perfil do usuário

Conteúdo patrocinado


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 8]

Ir à página : 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum