Para quem quer poupar combustivel !


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Gerador de eletricidade a gasolina com HHO

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1 Gerador de eletricidade a gasolina com HHO em Qui 10 Jan 2013, 00:08

eduardoefb


Rank : 0
Rank : 0
Boa noite pessoal. Primeiramente parabéns pelo fórum!

Me desculpem se é tópico repedido. Fiz uma busca no fórum e no google e não encontrei nada a respeido.

(Recém) Adquiri um gerador a gasolina (Branco B4T 1300) -> Ele possui saídas de 110 Vac e uma saída de 12Vdc (máximo de 10A).

A potência máxima suportada por ele é de ~1100VA (contando apenas cargas resistivas, teremos 1100 Wats).

Como tenho uma saída de 12Vdc (máximo de 10A), e nessa saída pretendo deixar uma bateria de 12V constantemente ligada e carregada, e essa alimentando a célula HHO, contando que terei 10A de corrente, terei 120 W gastos na produção do H2 +O e o restante (~1000W - 120W) para uso.

Gostaria de saber se alguém tem experiência em adaptar geradores de energia movidos a gasolina com HHO. Se sim, alguém saberia me informar se é possível deixa-lo 100% com HHO?

Creio que a energia explosiva gerada pelo H2 é maior do que a energia gasta para separa o H2 do O na água (fiquem a vontade para me corrigir se eu estiver falando besteira :-) ).

Ver perfil do usuário

acalister


Rank : 5
Rank : 5
[quote="eduardoefb"]Boa noite pessoal. Primeiramente parabéns pelo fórum!

Me desculpem se é tópico repedido. Fiz uma busca no fórum e no google e não encontrei nada a respeido.

(Recém) Adquiri um gerador a gasolina (Branco B4T 1300) -> Ele possui saídas de 110 Vac e uma saída de 12Vdc (máximo de 10A).

A potência máxima suportada por ele é de ~1100VA (contando apenas cargas resistivas, teremos 1100 Wats).

Como tenho uma saída de 12Vdc (máximo de 10A), e nessa saída pretendo deixar uma bateria de 12V constantemente ligada e carregada, e essa alimentando a célula HHO, contando que terei 10A de corrente, terei 120 W gastos na produção do H2 +O e o restante (~1000W - 120W) para uso.

Gostaria de saber se alguém tem experiência em adaptar geradores de energia movidos a gasolina com HHO. Se sim, alguém saberia me informar se é possível deixa-lo 100% com HHO?

Creio que a energia explosiva gerada pelo H2 é maior do que a energia gasta para separa o H2 do O na água (fiquem a vontade para me corrigir se eu estiver falando besteira :-) ).

[/quote]

Eduardo, com HHO só não rola, mas achei a solução pro teu problema, veja esse vídeo, reator utilizando urina + um borbulhador com água usado como filtro e um tanque para pré pressurizar o hidrogênio + nitrogênio, isso parece ser sério, pelo menos é o que esta dizendo no vídeo a seguir: http://www.youtube.com/watch?v=L7oMIR_MoH0

Vaporeletrico, vc tah levando uma surra dos Nigerianos, kkkkk

Ver perfil do usuário

eduardoefb


Rank : 0
Rank : 0
Hehehee..

Mas não usa o mesmo princípio da eletrólise ? Pelo que entendi do vídeo, eles continuam usando H2.


Ver perfil do usuário

acalister


Rank : 5
Rank : 5
[quote="eduardoefb"]Hehehee..

Mas não usa o mesmo princípio da eletrólise ? Pelo que entendi do vídeo, eles continuam usando H2.


[/quote]

Sim, eletrólise da urina, gastando menos corrente e baixa voltagem, no mínimo (0,30V), produzindo bem mais hidrogênio por litro de urina em comparação com água, não tem comparação.

Ver perfil do usuário
eduardoefb escreveu:

...
(fiquem a vontade para me corrigir se eu estiver falando besteira :-) ).


Caro colega, não existe essa de falar besteira aqui, aqui não é ponto de encontro de experts do HHO, somos pessoas comuns que talvez brinquemos com isso a mais tempo. Aqui é para qualquer um que tenha uma dúvida ou quer apenas dar um palpite, então não tem como falar besteira, talvez falar alguma coisa equivocada, mas quem poderá te censurar? Relaxa e fica a vontade! Mas se lembre que a liberdade de expressão que existe aqui pode gerar sacanagens e piadas como resposta, ou até um posicionamento severo e crítico sobre algum assunto, como quando me posicionei radicalmente contra a mentalidade de ficar criando caso com a industria de multas (que existe) e esquecer que as vítimas dela são infratores que desrespeitam a vida alheia e se escondem na facilidade deixada na lei e na mania de culpar o governo por tudo, mas esse assunto nem era sobre HHO.

Não sei se a argumentação que dei, lhe deixou mais a vontade para participar ou se mais inclinado a sair dessa gaiola de loucos. Preferiria que ficasse e tentassemos um bom papo sobre HHO.



Última edição por ET-e-HHO-existe em Qui 10 Jan 2013, 09:46, editado 1 vez(es)

Ver perfil do usuário
eduardoefb escreveu:
...
Gostaria de saber se alguém tem experiência em adaptar geradores de energia movidos a gasolina com HHO. Se sim, alguém saberia me informar se é possível deixa-lo 100% com HHO?

Creio que a energia explosiva gerada pelo H2 é maior do que a energia gasta para separa o H2 do O na água.

O HHO é um explosivo, pois não precisa pegar oxigênio da atmosfera para queimar e queima muito rápido, ou explosivamente, mas um explosivo também guarda energia em si como o faz o mero combustível. O gás hidrogênio já seria melhor qualificado como combustível, já que não queima sem se misturar com o gás oxigênio, que poderia vir do próprio ar, além de queimar com menas explosão que o HHO.

Se tu monta um motor movido a explosivo, tu não precisaria de chupar ar do ambiente, já se tu usa um mero combustível precisaria para prover o oxigênio necessário a queima.

O HHO é mais explosivo que o hidrogênio + ar porque no HHO não existe o gás nitrogênio atrapalhando a queima, que pode acontecer mais rápido.

Ser o HHO mais explosivo que o gás hidrogênio puro não libera mais energia, só libra a mesma energia de forma mais rápida. Se isso puder ser vantajoso, legal, mas se o importante for a quantidade de energia liberada de nada adianta diferenciar HHO de gás hidrogênio. A energia do HHO vem do gás hidrogênio contido nele.

Por mais que existam pessoas dando poderes mágicos para o HHO, ou o gás de Brown, eu prefiro deixar meu pé no chão e acreditar que o poder está no mero gás hidrogênio dessas misturas gasosas. Porque? Porque não existe um depoimento e explicação confiável que desafie essa lógica simples. Mas de que lógica tu esta falando - me perguntará você - eu te respondo:

Energia não se cria, se transforma. Então eu não posso usar a energia de nenhuma fonte elétrica para produzir um gás vindo da água com mais energia que a que foi gasta para gera-lo. Eu poderia usar um pouco de energia para disparar a liberação de energia pre-existente, mais nunca gerar mais energia que a que já existe no sistema.

Dizendo de outra forma: Eu posso usar uma super potente voltagem, mais de baixissima energia, como uma fagulha de uma vela de ignição, para liberar a energia contida no combustível dentro do motor, mas tu não imaginaria que foi a energia da fagulha da vela que faz o carro andar e sim que isso disparou a energia do combustível. Na eletrólise a água não é um combustível, então toda a energia que fica acumulada no HHO, ou no hidrogênio existente dentro do HHO, vem da fonte elétrica e não poderá ser maior que esta.

Me dê sua opinião e se lembre que o espaço aqui é para discutirmos nossas ideias e que elas não precisam ser as mais exatas, alias, nem os cientistas são tão exatos como imaginamos.

Ver perfil do usuário
eduardoefb escreveu:Hehehee..

Mas não usa o mesmo princípio da eletrólise ? Pelo que entendi do vídeo, eles continuam usando H2.



Eletrólise é destruição de um composto químico, com a produção de outros compostos, usando a energia elétrica para fazer essa decomposição-criação. Dito isso lhe falta definir que tipo de eletrólise tu acha que não está acontecendo. Imagino que tu está dizendo que não está acontecendo a eletrólise da água. Se for isso tu está correto, pois no caso da ureia está havendo a eletrólise da ureia e imagino que da água também, por isso gera mais hidrogênio.

Eu sinto que tu ainda confunde eletrólise (que pode ser de vários tipos), com eletrólise da água, como também acredita nos poderes mágicos do HHO. Me diga uma coisa, de onde tu acha que vem o poder do HHO? Outra pergunta, o que é mais explosivo e o que é mais energético, seria uma tonelada de madeira ou um litro de HHO? Isso vai te ajudar a pensar.

Ver perfil do usuário
eduardoefb escreveu:
...
Gostaria de saber se alguém tem experiência em adaptar geradores de energia movidos a gasolina com HHO. Se sim, alguém saberia me informar se é possível deixa-lo 100% com HHO?

...

As coisas quase sempre são possíveis, talvez não sejam vantajosas e ninguém as faça ou ainda tenha capacidade de fazer. Usar apenas HHO para rodar um motor pode ser feito, até sem aspiração de ar (já que HHO é a mistura perfeita dos gases hidrogênio e oxigênio), mas tu teria que ter um motor que aguentasse o tranco da queima explosiva e as altas temperaturas que esse motor poderia alcançar. Possível é, eu diria que a pergunta seria: Já teria alguém sido capaz de fazer uma motor funcionar somente a HHO e com durabilidade?

Ver perfil do usuário

eduardoefb


Rank : 0
Rank : 0
[quote="ET-e-HHO-existe"]
eduardoefb escreveu:
...
Energia não se cria, se transforma. Então eu não posso usar a energia de nenhuma fonte elétrica para produzir um gás vindo da água com mais energia que a que foi gasta para gera-lo. Eu poderia usar um pouco de energia para disparar a liberação de energia pre-existente, mais nunca gerar mais energia que a que já existe no sistema.

Obrigado pelas respostas. Me esclareceu bem sobre minhas dúvidas. Sobre o ponto acima, o meu entendimento era que a energia gerada pela explosão do H2 já estava na água (nos átomos de hidrogênio contidos nela), e que essa energia não era proveniente da corrente elétrica vinda da bateria. E que ela apenas era usada para separar os átomos de H2 do O.

De qualquer maneira, mesmo não sendo possível a substituição total, ou que a energia deva sair de algum lugar, assim que der tempo, eu vou fazer alguns testes, e postarei aqui os resultados.

Abs.

Ver perfil do usuário
Nesse ponto vale uma explicação maior, onde está a energia do hidrogênio.

Eu normalmente nunca digo que o hidrogênio tem energia e sim que o gás hidrogênio, ou mais exatamente a molécula de hidrogênio, possui energia armazenada. Digo isso justamente porque o átomo de hidrogênio existe na água, associada ao átomo de oxigênio e com um nível muito baixo de energia.

É importante entender que não são os átomos que possuem energia e sim a associação entre átomos (formando uma molécula) que possui a energia. A unica exceção é a emergia atômica que vem da desintegração do átomo e não da molécula. Claro que estou deixando de fora a energia térmica e sinética de átomos e moléculas.

Pense o seguinte, na superfície do átomo estão sempre os elétrons que repelem elétrons, então a princípio átomos se repelem e tentam manter certa distância. Juntar dois átomos, encostar suas eletrosferas, requer aperta-los como se fossem molas, umas mais fortes que a outra. Acontece que se encostadas suas eletrosferas, os elétrons da última camada de cada átomo serão atraídos pelos prótons de qual átomo? Nessa confusão de qual elétron o próton de cada átomo vão atrair na última camada desses átomos, eles se prendem e fica feita uma ligação entre dois, ou mais, átomos, formando uma molécula. Entenda que isso possui regras para acontecer, não é uma generalidade, mas se dois átomos se ligam, isso acontece por essa confusão do próton em não saber qual é o elétron da ultima camada do seu átomo.

Isso fica mais claro vendo o que acontece na ligação de dois átomos de hidrogênio, que gera a muito energética molécula de hidrogênio. Tu sabe que o átomo de hidrogênio é apenas um próton que tem 1 único elétron rodando ao redor desse átomo. Agora me diz uma coisa, o elétron não pode estar em todas as posições possíveis ao redor desse próton, mas o campo elétrico do próton esta distribuído em todas as posições possíveis ao redor desse próton. Percebe que enquanto o elétron roda ao redor do próton, se tirássemos uma foto instantânea desse átomo veríamos uma região do lado oposto a posição instantânea do elétron, que estaria mais positiva e do mesmo modo que onde o elétron esta o átomo está mais negativo? Só que a distância o lado positivo do átomo solitário de hidrogênio se cancela com o lado negativo desse mesmo átomo, dando um campo elétrico nulo para este átomo, mas bem perto, poderíamos sentir um lado mais negativo e outro mais positivo.

Se tu entendeu até aqui, fica fácil perceber que se um átomo de hidrogênio, chegar perto o suficiente de outro átomo de hidrogênio, ao ponto do elétron de um ser capturado pelo campo positivo do outro, eles ficam unidos e com os elétrons que nem doidos tentando voar ao redor dois dois prótons. A princípio os átomos sentiram a repulsão entre os elétrons que estão mais próximos entre si que os prótons no centro de cada átomo, mas na distância certa o próton pode atrai o elétron do outro átomo que se aproxima e estabelece a ligação. Mais perto os átomos não ficam, agora porque prótons também se repelem.

Se tu entendeu, perceberá que a repulsão entre elétrons não permitiriam que esses dois átomos de hidrogênio ficassem muito perto e se forem assim apertados, tal qual uma mola, guardariam energia. Depois que se aproximam na distância correta, cada próton do outro átomo atrai também o elétron do outro átomo, como que segurando os dois átomos juntos. Mais perto não ficaram, agora repelidos pelos prótons também. Agora, se algo separar um pouquinho esses átomos de hidrogênio, então a atração próton-elétron entre átomos diferentes perde força e só sobra a repulsão entre elétrons que atiram cada átomo dessa molécula de hidrogênio com força, uma para cada lado. Estará liberada a energia que foi armazenada na aproximação entre átomos de hidrogênio que formou essa molécula de hidrogênio.

Isso é só um resumo, mais detalhes, como a existência de níveis de energia, tipos de ligações moleculares e gases nobres, fica por sua pesquisa própria. Mas espero que isso te clareie as ideias do porque não podemos fazer eletrólise sem fazer acumular a energia elétrica nas ligações atômicas do gás hidrogênio, ou que a energia não está no átomo de hidrogênio e sim na ligação entre átomos de hidrogênio, como molas amarradas.

Ver perfil do usuário
Que truque acontece para que a eletricidade, na eletrólise, separe as ligações do átomo de oxigênio com os dois átomos de hidrogênio (água) e depois aperte os átomos de hidrogênio entre si, formando uma molécula de hidrogênio energética e também faça o mesmo com os átomos de oxigênio, formando molécula de gás oxigênio?

Isso é a eletrólise e merece um livro para explicar por inteiro. Se eu escrever, ninguém vai ler e provavelmente não terá todos os detalhes e a exatidão necessária, pois ainda estou pesquisando para entender como isso acontece.

Ver perfil do usuário

Conteúdo patrocinado


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum