Para quem quer poupar combustivel !


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Crimes bárbaros no Brasil, será que é assim no mundo todo?

Ir à página : Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 2 de 2]

acalister


Rank : 5
Rank : 5
lindo isso, emocionante, é de arrepiar:

http://www.youtube.com/watch?v=ycWTiNsoU5s

Ver perfil do usuário
acalister escreveu:Et, povo esta pedindo (sem violência) , vem pra rua vc tbm ET

http://www.youtube.com/watch?v=xsBff36o-Nk

Vou não André, tô afim de apanhar não de meganha, eles ficam ali, na espreita, se alguém espirrar toma spray de pimenta, se o cara não disser - obrigado seu polícia pela pimenta - toma bala de borracha. Vou não!

Tu já foi? Já foi ser temperado com pimenta, ter a carne amaciada com balas de borracha e cozinhado com bombas de efeito moral?

O Gabeira falou uma coisa interessante antes das últimas eleições, ele disse que até pode ter tido quem lutava pela democracia na época da ditadura militar, mas que os grupos armados que lutavam contra a ditadura militar não queriam nenhuma democracia, a ideologia deles era estabelecer outra ditadura, a ditadura do proletariado.

Tem muita coisa suja acontecendo para eu me meter nesse onda, por mais cativante e motivadora que seja. No fim o povo será traído, corrompido e a possibilidade de ficar ainda pior não é pequena.

Sabendo que nem um levante popular, nem um impossível de existir governo honesto, que nada vai ser forte o suficiente para por o país, o mundo, no prumo, pois é muito mais que ter um governo justo, é ter uma sociedade que seja tão boa quanto querem que seu governo seja, sabendo disso o Hugo preferiu acreditar numa invasão alienígena para resolver as questões. Já notou que ele sumiu e nem postas mais as mensagens malucas dele? Ele está esperando os ETs entrarem em rede nocional, mundial, para anunciar os termos da invasão, acho que ele está escondido num abrigo esperando a hora "H". Numa coisa ele tem razão, por mais bonito que seja ver o povo acordar, ou melhor, ver o povo falar (acordado tomo mundo já estava), não vai dar em nada de bom por muito tempo além de provocar uma falsa esperança. Acho que por entender isso ele prefere acreditar em ETs que em passeatas, além de ter se calado.

Ver perfil do usuário
Estava assistindo o Marcelo Resende hoje, programa de desgraça policial - morreram e foram estrupadas mais um monte, menores apreendidos diziam, na cara de pau, que ao sair iriam roubar e matar novamente que eles eram "di menor" e tão podendo - O Marcelo introduziu o assunto "passeatas" no meio das notícias criminais, ao mencionar o que o povo deveria reivindicar, acredite, ele que passa a tarde e a noite falando de violência urbana, pedindo até a pena de morte em seu programa, ele esqueceu de dizer que deveriam pedir uma revisão do código penal nas passeatas, até ele esquece da violência urbana na hora das passeatas. Nas passeatas a única violência que importa é a violência policial e dos baderneiros introduzidos sabe-se lá por quem.

Eu trabalhei numa grande loja de varejo no RJ, não tinha em SP na época e acho que ainda não tem, lá conheci uma mulher num posto alto da segurança das lojas. Ela me falava que antes trabalhava em segurança de mercado e quando aparecia um mulher "aprendida" por ter roubado mercadorias, ela pedia para avisar-la e não deixa-la de fora na hora de surrar a ladra. Ela não queria perder a oportunidade de dar umas porradas. Disso eu conclui que esse pessoal fica com a mão coçando para dar umas porradas e na ausência de oportunidade tem até síndrome de abstinência.

Nunca achei muito normal alguém que escolhe por profissão enfrentar tiroteio todos os dias. Mesmo assim não posso dizer que podemos prescindir deles.

Ver perfil do usuário

acalister


Rank : 5
Rank : 5
[quote="ET-e-HHO-existe"]Estava assistindo o Marcelo Resende hoje, programa de desgraça policial - morreram e foram estrupadas mais um monte, menores apreendidos diziam, na cara de pau, que ao sair iriam roubar e matar novamente que eles eram "di menor" e tão podendo - O Marcelo introduziu o assunto "passeatas" no meio das notícias criminais, ao mencionar o que o povo deveria reivindicar, acredite, ele que passa a tarde e a noite falando de violência urbana, pedindo até a pena de morte em seu programa, ele esqueceu de dizer que deveriam pedir uma revisão do código penal nas passeatas, até ele esquece da violência urbana na hora das passeatas. Nas passeatas a única violência que importa é a violência policial e dos baderneiros introduzidos sabe-se lá por quem.

Eu trabalhei numa grande loja de varejo no RJ, não tinha em SP na época e acho que ainda não tem, lá conheci uma mulher num posto alto da segurança das lojas. Ela me falava que antes trabalhava em segurança de mercado e quando aparecia um mulher "aprendida" por ter roubado mercadorias, ela pedia para avisar-la e não deixa-la de fora na hora de surrar a ladra. Ela não queria perder a oportunidade de dar umas porradas. Disso eu conclui que esse pessoal fica com a mão coçando para dar umas porradas e na ausência de oportunidade tem até síndrome de abstinência.

Nunca achei muito normal alguém que escolhe por profissão enfrentar tiroteio todos os dias. Mesmo assim não posso dizer que podemos prescindir deles.[/quote]


Et, não é hora de falar em violência, a limpeza já esta ocorrendo neste país, as manifestações são apenas um pano de fundo, você ainda não entendeu o que esta acontecendo no brasil e no mundo, ainda, até tentei te dar um toque na semana passada, enfim, relaxa ET, não fique assustado, não temos formas ou meios de parar esse processo, entramos na 5º dimensão, lembra, sei que pra você tudo isso é besteira, sera mesmo? lembre se de que o veneno vem pela torneira (flúor). rsrsrs

http://www.oarquivo.com.br/index.php/temas-diversos/3378-agua-fluoretada-uma-heranca-nazista

Ver perfil do usuário
acalister escreveu:
ET-e-HHO-existe escreveu:Estava assistindo o Marcelo Resende hoje, programa de desgraça policial - morreram e foram estrupadas mais um monte, menores apreendidos diziam, na cara de pau, que ao sair iriam roubar e matar novamente que eles eram "di menor" e tão podendo - O Marcelo introduziu o assunto "passeatas" no meio das notícias criminais, ao mencionar o que o povo deveria reivindicar, acredite, ele que passa a tarde e a noite falando de violência urbana, pedindo até a pena de morte em seu programa, ele esqueceu de dizer que deveriam pedir uma revisão do código penal nas passeatas, até ele esquece da violência urbana na hora das passeatas. Nas passeatas a única violência que importa é a violência policial e dos baderneiros introduzidos sabe-se lá por quem.

Eu trabalhei numa grande loja de varejo no RJ, não tinha em SP na época e acho que ainda não tem, lá conheci uma mulher num posto alto da segurança das lojas. Ela me falava que antes trabalhava em segurança de mercado e quando aparecia um mulher "aprendida" por ter roubado mercadorias, ela pedia para avisar-la e não deixa-la de fora na hora de surrar a ladra. Ela não queria perder a oportunidade de dar umas porradas. Disso eu conclui que esse pessoal fica com a mão coçando para dar umas porradas e na ausência de oportunidade tem até síndrome de abstinência.

Nunca achei muito normal alguém que escolhe por profissão enfrentar tiroteio todos os dias. Mesmo assim não posso dizer que podemos prescindir deles.


Et, não é hora de falar em violência, a limpeza já esta ocorrendo neste país, as manifestações são apenas um pano de fundo, você ainda não entendeu o que esta acontecendo no brasil e no mundo, ainda, até tentei te dar um toque na semana passada, enfim, relaxa ET, não fique assustado, não temos formas ou meios de parar esse processo, entramos na 5º dimensão, lembra, sei que pra você tudo isso é besteira, sera mesmo? lembre se de que o veneno vem pela torneira (flúor). rsrsrs

http://www.oarquivo.com.br/index.php/temas-diversos/3378-agua-fluoretada-uma-heranca-nazista

A volta do enigmático ACalister! imagino, como no HHO, você jamais será claro com o que pensa nesse caso.


André, vivemos num limite e as pessoas tem de escolher seu provável futuro para saber como agir. Só o futuro realmente desvendará se os ETs vão chegar, ou qualquer outra salvação, até mesmo uma salvação improvável vinda de uma repentina e inexplicável conscientização humana. Contudo, estou curioso com o que tu disse, existe alguma possibilidade de tu explicar?

Ver perfil do usuário
André, será que evaporar a água e condensa-la consegue retirar o flúor que existe nela? Eu pergunto isso porque nas minhas experiências de purificação d'água por evaporação nem tudo ficou purificado, como já mencionei antes. Por exemplo o mijo não se purifica por evaporação, pois o resultado ainda tem cheiro de mijo indicando que algo mais além da água evaporou e condensou. Será que o flúor também evaporaria e condensaria do outro lado?

Ver perfil do usuário

acalister


Rank : 5
Rank : 5
[quote="ET-e-HHO-existe"]André, será que evaporar a água e condensa-la consegue retirar o flúor que existe nela? Eu pergunto isso porque nas minhas experiências de purificação d'água por evaporação nem tudo ficou purificado, como já mencionei antes. Por exemplo o mijo não se purifica por evaporação, pois o resultado ainda tem cheiro de mijo indicando que algo mais além da água evaporou e condensou. Será que o flúor também evaporaria e condensaria do outro lado?[/quote]

ET, é quase que impossível se retirar todo o flúor da água, o processo de evaporação, osmose reversa até que ajuda diminuir a concentração, adicionar magnésio a água antes da evaporação é outra técnica que podemos utilizar.
não é só água não, o flúor esta presente em diversos produtos, remédios, pasta de dente, bebidas, pesticidas, alimentos enlatados etc...

Ver perfil do usuário
acalister escreveu:
ET-e-HHO-existe escreveu:André, será que evaporar a água e condensa-la consegue retirar o flúor que existe nela? Eu pergunto isso porque nas minhas experiências de purificação d'água por evaporação nem tudo ficou purificado, como já mencionei antes. Por exemplo o mijo não se purifica por evaporação, pois o resultado ainda tem cheiro de mijo indicando que algo mais além da água evaporou e condensou. Será que o flúor também evaporaria e condensaria do outro lado?

ET, é quase que impossível se retirar todo o flúor da água, o processo de evaporação, osmose reversa até que ajuda diminuir a concentração, adicionar magnésio a água antes da evaporação é outra técnica que podemos utilizar.
não é só água não, o flúor esta presente em diversos produtos, remédios, pasta de dente, bebidas, pesticidas, alimentos enlatados etc...

Explicar tua tese para o fim do mundo nada, né. Deixa pra lá, normalmente também não gosto de ficar divulgando minhas teses do fim do mundo, mas o Hugo provocou muito e conseguiu.

André, to pensando em beber a água de degelo que estou juntando para minhas experiências de eletrólise. Pena que gera pouca água por dia. Será que água de degelo, umidade do ar, também teria flúor?

Eu pensava que a água da bica só tinha cloro para atrapalhar a eletrólise e contaminar o eletrólito adicionado, mas também tem flúor que deve ser mais corrosivo que o cloro.

Ver perfil do usuário

acalister


Rank : 5
Rank : 5
[quote="ET-e-HHO-existe"][quote="acalister"][quote="ET-e-HHO-existe"]André, será que evaporar a água e condensa-la consegue retirar o flúor que existe nela? Eu pergunto isso porque nas minhas experiências de purificação d'água por evaporação nem tudo ficou purificado, como já mencionei antes. Por exemplo o mijo não se purifica por evaporação, pois o resultado ainda tem cheiro de mijo indicando que algo mais além da água evaporou e condensou. Será que o flúor também evaporaria e condensaria do outro lado?[/quote]

ET, é quase que impossível se retirar todo o flúor da água, o processo de evaporação, osmose reversa até que ajuda diminuir a concentração, adicionar magnésio a água antes da evaporação é outra técnica que podemos utilizar.
não é só água não, o flúor esta presente em diversos produtos, remédios, pasta de dente, bebidas, pesticidas, alimentos enlatados etc...[/quote]

Explicar tua tese para o fim do mundo nada, né. Deixa pra lá, normalmente também não gosto de ficar divulgando minhas teses do fim do mundo, mas o Hugo provocou muito e conseguiu.

André, to pensando em beber a água de degelo que estou juntando para minhas experiências de eletrólise. Pena que gera pouca água por dia. Será que água de degelo, umidade do ar, também teria flúor?

Eu pensava que a água da bica só tinha cloro para atrapalhar a eletrólise e contaminar o eletrólito adicionado, mas também tem flúor que deve ser mais corrosivo que o cloro.[/quote]



água de degelo para beber só se for das montanhas ou icebergs, raspinha do congelador não seria a mais indicada não. se tua preocupação é água para eletrólise não esquenta sua cabeça com o flúor não, a concentração é muito baixa, tbm será neutralizado pela solução caustica.
quanto de água você pretende produzir? seria para utilizar na célula e no carro?

Ver perfil do usuário
acalister escreveu:
ET-e-HHO-existe escreveu:

André, to pensando em beber a água de degelo que estou juntando para minhas experiências de eletrólise. Pena que gera pouca água por dia. Será que água de degelo, umidade do ar, também teria flúor?

Eu pensava que a água da bica só tinha cloro para atrapalhar a eletrólise e contaminar o eletrólito adicionado, mas também tem flúor que deve ser mais corrosivo que o cloro.



água de degelo para beber só se for das montanhas ou icebergs, raspinha do congelador  não seria a mais indicada não. se tua preocupação é água para eletrólise não esquenta sua cabeça com o flúor não, a concentração é muito baixa, tbm será neutralizado pela solução caustica.
quanto de água você pretende produzir? seria para utilizar na célula e no carro?

Pois é, para beber é palhaçada minha porque tenho medo de alguma contaminação com outros alimentos, mas se fosse feita a devida assepsia no congelador e só usasse a geladeira para fazer água da umidade do ar, será que ainda teria problema?

Eu já produzi uns 2 litros de água de degelo, vou estocar e usar em futuras experiências com eletrólise.

Agora mesmo estou congelando uma panela d'água que terá no centro um recipiente com água de degelo para fazer eletrólise perto de 0°C. Vou juntar esse recipiente com outro com água de degelo fervendo e ligar duas células eletrolíticas em série, cada uma dentro de um recipiente desses, e deixar funcionar por um tempo e ver qual das placas corroeu mais.

Vou usar a mesma água de degelo e a mesma corrente elétrica, só não vou poder usar a mesma célula, mas vou tentar fazer duas bem parecidas e de mesmo material.

Sei que esgotar o assunto "corrosão na eletrólise" eu não conseguirei, mas queria uma pista segura para minimizar isso, sem ficar fazendo mandingas HHOzeriras das quais nem tenho a ideia a origem e veracidade.

Ver perfil do usuário

acalister


Rank : 5
Rank : 5
Et, quem mais entende de água por aqui é o Jonas!

a corrosão será maior e mais rápida na água fervendo, só um palpite , mas eu não entendo nada sobre eletrolise, continue pesquisando ai.
Mas tai um teste que nunca fiz, já fiz muitos outros, mas como tu tá fazendo, nunca pensei em fazer.
sera que esse teste já não foi conduzido e documentado por alguém no mundo? tu já procurou isso na web? pesquise em petrolíferas, materiais e aços utilizados etc.. aproveite e veja tbm a utilização de pimentas em revestimentos de tubulações de petróleo.
O Hugo tbm já testou eletrólise com água quente, vapor etc. juro que vi uma foto do valmetinho soltando vapor feito louco, lembra?

Ver perfil do usuário
acalister escreveu:Et, quem mais entende de água por aqui é o Jonas!

a corrosão será maior e mais rápida na água fervendo, só um palpite , mas eu não entendo nada sobre eletrolise, continue pesquisando ai.
Mas tai um teste que nunca fiz, já fiz muitos outros, mas como tu tá fazendo, nunca pensei em fazer.
sera que esse teste já não foi conduzido e documentado por alguém no mundo? tu já procurou isso na web? pesquise em petrolíferas, materiais e aços utilizados etc.. aproveite e veja tbm a utilização de pimentas em revestimentos de tubulações de petróleo.
O Hugo tbm já testou eletrólise com água quente, vapor etc. juro que vi uma foto do valmetinho soltando vapor feito louco, lembra?

O MassWare diz, suposição de um teste rápido segundo ele, que com água pura quente inibe corrosão. Já nos testes que fiz até agora, deu o contrário.

Já pesquisei na Net e até com um especialista em aço, que me disse que o 316L não é o melhor dos melhores, só o mais comum dos melhores. Cara muito gente fina, dum site que fala só sobre aço, mas no fim ele me disse que se eu chegasse a alguma conclusão sobre aço/eletrólise/corrosão, que eu contasse pra ele que esse não era um assunto do melhor dos conhecimentos dele.

Como eu sou o oposto do Jonas, a corrosão sempre me deu o ar da graça, isso me encasquetou desde o início e acho que é uma das últimas respostas que acho valer a pena buscar. As outras são difíceis de achar respostas e a resposta mais certa é que HHO por eletrólise não faz o que promete.

Ver perfil do usuário

acalister


Rank : 5
Rank : 5
[quote="ET-e-HHO-existe"][quote="acalister"]Et, quem mais entende de água por aqui é o Jonas!

a corrosão será maior e mais rápida na água fervendo, só um palpite , mas eu não entendo nada sobre eletrolise, continue pesquisando ai.
Mas tai um teste que nunca fiz, já fiz muitos outros, mas como tu tá fazendo, nunca pensei em fazer.
sera que esse teste já não foi conduzido e documentado por alguém no mundo? tu já procurou isso na web? pesquise em petrolíferas, materiais e aços utilizados etc.. aproveite e veja tbm a utilização de pimentas em revestimentos de tubulações de petróleo.
O Hugo tbm já testou eletrólise com água quente, vapor etc. juro que vi uma foto do valmetinho soltando vapor feito louco, lembra?
[/quote]

O MassWare diz, suposição de um teste rápido segundo ele, que com água pura quente inibe corrosão. Já nos testes que fiz até agora, deu o contrário.

Já pesquisei na Net e até com um especialista em aço, que me disse que o 316L não é o melhor dos melhores, só o mais comum dos melhores. Cara muito gente fina, dum site que fala só sobre aço, mas no fim ele me disse que se eu chegasse a alguma conclusão sobre aço/eletrólise/corrosão, que eu contasse pra ele que esse não era um assunto do melhor dos conhecimentos dele.

Como eu sou o oposto do Jonas, a corrosão sempre me deu o ar da graça, isso me encasquetou desde o início e acho que é uma das últimas respostas que acho valer a pena buscar. As outras são difíceis de achar respostas e a resposta mais certa é que HHO por eletrólise não faz o que promete.[/quote]

Et, o MASSWARE tem razão, água pura e quente sem eletrólito, mas a forma mais eficiente de se produzir HHO é por meio de  plasma, pena que para a aplicação em veículos não é uma boa alternativa, a quantidade de vapor e calor é absurda e difícil de ser controlada.

O futuro do HHO, se é que existe um futuro para ele, seria fazer a eletrólise de vapor, o resto é besteira e nem vale apena perder tempo com isso.

Ver perfil do usuário
acalister escreveu:
ET-e-HHO-existe escreveu:
acalister escreveu:Et, quem mais entende de água por aqui é o Jonas!

a corrosão será maior e mais rápida na água fervendo, só um palpite , mas eu não entendo nada sobre eletrolise, continue pesquisando ai.
Mas tai um teste que nunca fiz, já fiz muitos outros, mas como tu tá fazendo, nunca pensei em fazer.
sera que esse teste já não foi conduzido e documentado por alguém no mundo? tu já procurou isso na web? pesquise em petrolíferas, materiais e aços utilizados etc.. aproveite e veja tbm a utilização de pimentas em revestimentos de tubulações de petróleo.
O Hugo tbm já testou eletrólise com água quente, vapor etc. juro que vi uma foto do valmetinho soltando vapor feito louco, lembra?

O MassWare diz, suposição de um teste rápido segundo ele, que com água pura quente inibe corrosão. Já nos testes que fiz até agora, deu o contrário.

Já pesquisei na Net e até com um especialista em aço, que me disse que o 316L não é o melhor dos melhores, só o mais comum dos melhores. Cara muito gente fina, dum site que fala só sobre aço, mas no fim ele me disse que se eu chegasse a alguma conclusão sobre aço/eletrólise/corrosão, que eu contasse pra ele que esse não era um assunto do melhor dos conhecimentos dele.

Como eu sou o oposto do Jonas, a corrosão sempre me deu o ar da graça, isso me encasquetou desde o início e acho que é uma das últimas respostas que acho valer a pena buscar. As outras são difíceis de achar respostas e a resposta mais certa é que HHO por eletrólise não faz o que promete.

Et, o MASSWARE tem razão, água pura e quente sem eletrólito, mas a forma mais eficiente de se produzir HHO é por meio de  plasma, pena que para a aplicação em veículos não é uma boa alternativa, a quantidade de vapor e calor é absurda e difícil de ser controlada.

O futuro do HHO, se é que existe um futuro para ele, seria fazer a eletrólise de vapor, o resto é besteira e nem vale apena perder tempo com isso.

André, eu me refiro a evitar corrosão. Se para evitar corrosão aquecer a água é melhor, então é bom duplamente porque água quente também aumenta a corrente, ou diminui a voltagem necessária para passar a mesma corrente entre eletrodos.

Minha experiência é justo para confirmar ou negar isso, se água pura e quente evita corrosão.

Não consegui montar as duas células similares ainda, acho que vou usar a mesma célula eletrolítica em duas eletrólises separadas. No fim da o mesmo resultado.

Já fiz 3 horas de eletrólise com água de degelo num recipiente metálico pequeno (lata de cerveja cortada) que ficou dentro de outro maior (panelão) com água  congelada. O separador foi feito com caixa de leite (uns 0,7 mm), o eletrodo (-) uma lamina de prestobarba e o (+) uma lasca do tamanho dum polegar de um aço que não é atraído por ima. A voltagem ficou em uns 80V, a corrente em 0,1A e a temperatura perto de 12°C. Ao fim de 3 horas o gelo já estava com 1/4 do tamanho, deu sono, parei a experiência e fui dormir, mas a água ficou quase transparente, parece que pingou uma única gota de café de tão leve que foi a contaminação.

Eu queria que a temperatura ficasse perto do congelamento, mas nem a pedrona de gelo conseguiu conter a elevação da temperatura com uma célula que desperdiçava uns 8W num recipiente com menos de 200ml de água. Quando comecei a temperatura estava em 3°C e estabilizou um pouco abaixo de 12°C.

Agora que a patroa foi dormir, vou cozinhar a segunda parte da experiência. Agora é no fogão, vamos ver quanto tempo demora para sujar a água, ou não, vai ser eletrólise de água pura a mais de 90°C. Essa eu vou ter que monitorar mais, pois tenho que ir completando a água evaporada.

Tem uma outra solução, vou usar um copinho de cachaça, que cabe menas água e esquenta mais rápido, e deixar o próprio calor da eletrólise elevar a temperatura.

Amanhã posto os resultados, quem sabe com uma foto de como ficou a água suja nos dois casos.

Ver perfil do usuário

acalister


Rank : 5
Rank : 5
[quote="ET-e-HHO-existe"][quote="acalister"][quote="ET-e-HHO-existe"][quote="acalister"]Et, quem mais entende de água por aqui é o Jonas!

a corrosão será maior e mais rápida na água fervendo, só um palpite , mas eu não entendo nada sobre eletrolise, continue pesquisando ai.
Mas tai um teste que nunca fiz, já fiz muitos outros, mas como tu tá fazendo, nunca pensei em fazer.
sera que esse teste já não foi conduzido e documentado por alguém no mundo? tu já procurou isso na web? pesquise em petrolíferas, materiais e aços utilizados etc.. aproveite e veja tbm a utilização de pimentas em revestimentos de tubulações de petróleo.
O Hugo tbm já testou eletrólise com água quente, vapor etc. juro que vi uma foto do valmetinho soltando vapor feito louco, lembra?
[/quote]

O MassWare diz, suposição de um teste rápido segundo ele, que com água pura quente inibe corrosão. Já nos testes que fiz até agora, deu o contrário.

Já pesquisei na Net e até com um especialista em aço, que me disse que o 316L não é o melhor dos melhores, só o mais comum dos melhores. Cara muito gente fina, dum site que fala só sobre aço, mas no fim ele me disse que se eu chegasse a alguma conclusão sobre aço/eletrólise/corrosão, que eu contasse pra ele que esse não era um assunto do melhor dos conhecimentos dele.

Como eu sou o oposto do Jonas, a corrosão sempre me deu o ar da graça, isso me encasquetou desde o início e acho que é uma das últimas respostas que acho valer a pena buscar. As outras são difíceis de achar respostas e a resposta mais certa é que HHO por eletrólise não faz o que promete.[/quote]

Et, o MASSWARE tem razão, água pura e quente sem eletrólito, mas a forma mais eficiente de se produzir HHO é por meio de  plasma, pena que para a aplicação em veículos não é uma boa alternativa, a quantidade de vapor e calor é absurda e difícil de ser controlada.

O futuro do HHO, se é que existe um futuro para ele, seria fazer a eletrólise de vapor, o resto é besteira e nem vale apena perder tempo com isso.[/quote]

André, eu me refiro a evitar corrosão. Se para evitar corrosão aquecer a água é melhor, então é bom duplamente porque água quente também aumenta a corrente, ou diminui a voltagem necessária para passar a mesma corrente entre eletrodos.

Minha experiência é justo para confirmar ou negar isso, se água pura e quente evita corrosão.

Não consegui montar as duas células similares ainda, acho que vou usar a mesma célula eletrolítica em duas eletrólises separadas. No fim da o mesmo resultado.

Já fiz 3 horas de eletrólise com água de degelo num recipiente metálico pequeno (lata de cerveja cortada) que ficou dentro de outro maior (panelão) com água  congelada. O separador foi feito com caixa de leite (uns 0,7 mm), o eletrodo (-) uma lamina de prestobarba e o (+) uma lasca do tamanho dum polegar de um aço que não é atraído por ima. A voltagem ficou em uns 80V, a corrente em 0,1A e a temperatura perto de 12°C. Ao fim de 3 horas o gelo já estava com 1/4 do tamanho, deu sono, parei a experiência e fui dormir, mas a água ficou quase transparente, parece que pingou uma única gota de café de tão leve que foi a contaminação.

Eu queria que a temperatura ficasse perto do congelamento, mas nem a pedrona de gelo conseguiu conter a elevação da temperatura com uma célula que desperdiçava uns 8W num recipiente com menos de 200ml de água. Quando comecei a temperatura estava em 3°C e estabilizou um pouco abaixo de 12°C.

Agora que a patroa foi dormir, vou cozinhar a segunda parte da experiência. Agora é no fogão, vamos ver quanto tempo demora para sujar a água, ou não, vai ser eletrólise de água pura a mais de 90°C. Essa eu vou ter que monitorar mais, pois tenho que ir completando a água evaporada.

Tem uma outra solução, vou usar um copinho de cachaça, que cabe menas água e esquenta mais rápido, e deixar o próprio calor da eletrólise elevar a temperatura.

Amanhã posto os resultados, quem sabe com uma foto de como ficou a água suja nos dois casos.[/quote]

Cuidado ai com a patroa, rsrsr 90º graus a que altitude? pq tu não parte pro vapor direto, tá quase lá, aproveita então faça os dois testes, pode ficar tranquilo, água vai ficar limpinha limpinha, só um detalhe, só vai te sobrar mais água pesada, parte desse vapor de água pode se tornar algo perpétuo em contato co o ar, mágica da multiplicação, isso tudo é algo mágico, fascinante.

Ver perfil do usuário

h-roo


Rank : 5
Rank : 5
Seção Dois: O pano de fundo para o "THE EVENT"
(tradução Google)

Esteja ciente, que as mudanças vêm será mais rápido e poderoso. Embora a maior parte dos planos de longo prazo será implementado de forma gradual, muitas coisas, tais como a mídia deve ser libertado imediatamente. Isso vai suavizar e acalmar as pessoas ao redor do mundo. Para a maior parte, as autoridades chapéu branco civis, será dada orientação preparado e responsável para a liderança, e isso se aplica também à população em geral. Este será através de formas existentes de mídia. Jornais, televisão, rádio, e alguns sites será a fonte mais eficaz e abrangente de conhecimento sobre o que está ocorrendo.

Devemos apoiar e reforçar estas directivas pacíficos tão firme e tão confiante quanto possível. Tenha certeza de que a população é geralmente pacífica e bem intencionada. Tenha em mente as razões para o "evento" não será conhecido por 90% da população do mundo. Nem terá qualquer idéia que está acontecendo e por quê.

A televisão vai revelar a verdade a eles ao longo do tempo, porque as forças justos e benevolentes irá controlar os satélites e os sistemas de comunicação. Os poucos magnatas da mídia que secretamente possui todos os mundos grandes meios de comunicação e é responsável pelo controle de mente sistemática, como Murdoch, Rockefellers e Rothschilds, ou será preso ou impotente. Seus censores serão removidos como autoridades civis será direcionado para garantir a disseminação da verdade a partir do momento de "THE EVENT" até sempre. A cabala controlada, leitura script, MK-Ultra vítimas também conhecido como "cabeças falantes" - será substituído por repórteres responsáveis. Os satélites vão estar no controle das forças justas e benevolente organizados para esta finalidade.

Ver perfil do usuário

h-roo


Rank : 5
Rank : 5
Tecnologia
Missão:

Para inspirar e, finalmente, levantar a vida da humanidade através de tomada de informações sobre energia livre universalmente compreensível, acessível e utilizável. Aqueles com contribuições para o Grupo de Tecnologia pode participar entrar em contato conosco .


A New Energy Will Power Terra
Visão:

Cerca de cem anos atrás, Nikola Tesla propôs limpa, ilimitada de energia livre entregue sem fios como um presente para a humanidade. Na hora do evento, um sonho vai começar para valer. Novos dispositivos de Energia existem agora que geram energia limpa e praticamente livre do "Ponto de Campo Zero 'chamado por magnetismo, por meio de fusão a frio, fusão de plasma e de água destilada. Alguns dispositivos limpas existem agora que pode continuamente cobrar motores elétricos para automóveis e outras aplicações.

Essa energia livre pode, e serão entregues sem fio para o local exato onde é mais necessária. Energia significa liberdade; energia significa vida. Visualize exuberantes parques verdes no deserto; cuidados de alimentos, água e assistência médica para as áreas rurais doentes e morrendo de fome na África e outros. Água limpa e saudável pode ser gerado ou purificada a partir da água poluída, onde ela é necessária, sem produtos químicos ou aditivos são obrigatórios. Technologies também que existem agora pode remover vários contaminantes e poluentes do meio ambiente, incluindo o biológico, petroquímica e nuclear.

Podemos desligar nossas casas e fábricas da rede elétrica, desconecte medidores inteligentes nocivos, e desfrutar de mais tempo livre para ser criativo, sem a necessidade de trabalhar tão duro apenas para pagar nossas contas de energia. Criativas comunidades auto-suficientes irá prosperar com esse tipo de energia, No ar, na terra e na água, haverá viagens e transporte sem-ambientais e poluição sonora. Viagem vai se tornar mais seguro, como detectores de colisão proativas vai evitar acidentes. O raio de viagem da maioria dos veículos vai aumentar muito, como a necessidade de carregar ou re-combustível irá diminuir ou desaparecer completamente.

Primeira Fase

É completamente incompreendido o quanto Nova tecnologia existe e quão rápido ele pode ser trazido em nossas vidas durante o evento. Alívio Speeding às redes existentes doentes e famintos, bem como a manutenção e sistemas de vida será mais importante naquele momento. Partes da África, países insulares, como Haiti e em outras áreas empobrecidas em casa e no exterior terá aplicação imediata da nova tecnologia. Alimentos, água potável e assistência médica será entregue e administrado em clínicas móveis e centros de energia do hospital permanentes em cidades e aldeias. Poluição e toxicidade no meio ambiente será eliminado.

O sofrimento ea fome será erradicada. Nos países desenvolvidos, as plantas de fontes de tóxicos e inferior, como os combustíveis fósseis ea energia nuclear terá a fonte em si substituídos por dispositivos da Nova Energia, mantendo-se ligado à rede (cabos de alimentação). Muitos de nós vai se sentir nenhuma mudança em tudo, mas os custos de energia será muito reduzido. Todos os sistemas de suporte de vida vão permanecer no local. Caminhões, ônibus e automóveis serão atualizados para a tecnologia de energia livre, se eles queimam combustíveis fósseis, ou se eles funcionam na eletricidade que será equipado com tecnologia limpa que recarrega-los constantemente. A gama da maioria dos veículos aumentará vastamente, enquanto que o custo para operar cairá. Qualquer coisa que polui será substituído neste momento para facilitar a cicatrização e desintoxicação do planeta. Além disso, a desintoxicação celular e geradores de água potável será despachado.

Espiral do Progresso

Tecnologias mais orgânico, limpo, eficiente e sustentável será fabricado nas semanas e meses após o evento, como as necessidades básicas sejam atendidas, e as fontes de energia não polui. Dispositivos de energia livre para as nossas casas e empresas serão oferecidos a custos razoáveis ​​para que possamos desligar completamente da rede elétrica. Novas comunidades criativas auto-suficiente, verdes e independentes, tais como comunidades criativas Estrela Suzy ou O Projeto Vênus brotará, utilizando novas tecnologias para a sua produção e as necessidades de energia. Eventualmente, a rede elétrica (fios), que desperdiçam energia e são uma monstruosidade pode ser completamente removido. Automóveis, caminhões e ônibus acabará por ser substituída por seguro, evitando colisões de veículos que pairam ou voar, para que as estradas tornam-se desnecessárias. Desta forma, nossos "selvas de pedra" pode ser substituído por oxigenar vegetação, árvores e fazendas para nutrir e alimentar-nos e embelezar nossas vidas.

Comunicação Hub

Esta página vai servir como um hub de comunicação para a nova tecnologia. Ela vai ajudar a educar, informar, rede e fornecer links como a nova tecnologia se torna disponível para uso nas próximas semanas e meses. Dispositivos de energia livre doméstico e industrial, viagem, transporte, comunicação, desintoxicação e outros temas serão listados. Perguntas sobre tecnologia serão respondidas, e inventores podem compartilhar métodos, necessidades e avanços aqui.

Ver perfil do usuário

h-roo


Rank : 5
Rank : 5
Um Anjo Chamado Chico!
Posted:2013-07-04 20:18:22 UTC


Um Anjo Chamado Chico!

Muito se tem escrito sobre a vida de Chico Xavier, o homem santo, e muito ainda será escrito sobre ele. A sua biografia enfatiza sua missão junto aos espíritos em favor da humanidade, isto propiciou o conhecimento sobre o mundo espiritual e a imortalidade do espírito. Mas o trabalho de Chico de resultados mais palpáveis foi desenvolver a SENSIBILIDADE na alma humana e isto Chico fez com maestria, através de dezenas de centenas de livros que enternecem o coração dos leitores!
Não obstante, existe um ângulo da questão que não foi abordado com a devida atenção, pois os holofotes focaram as lições imorredouras da vida espiritual trazidas pelos espíritos, os ensinamentos morais, a conduta reta, e o amor como substância de edificação de uma civilização ordeira alicerçada na paz!
O que não se ressaltou foi a ALMA de Chico, a beleza e majestade de uma alma nobre e benfeitora, uma estrela dadivosa, que irradiava luz sem cessar. Chico era tão humilde que outorgava todos os méritos aos espíritos mensageiros, e escondia as suas qualidades, porque na verdade nem tudo saia da sapiência dos benfeitores espirituais, mas também do coração de Chico, aquele Sol próprio, que irradiava ternura e encantava, até as lágrimas. Era a ALMA de Chico, sua bondade imensurável, sua compaixão sem limites, seu amor que transbordava como oceano que leva nas suas ondas os beijos de carícias para as praias de areia quente e calcinada dos continentes, banhados pela generosidade do mar!
A personalidade é purificada com o despojamento, a renúncia e a entrega a Deus, mas a ALMA, não precisa santificar-se porque já é SANTA, chispa divina nascida no seio do SANTO DOS SANTOS! A alma de Chico era faminta de AMOR, e ele irradiava este amor para todo o globo terrestre, num fluxo sem cessar.
Chico era como um pássaro preso numa gaiola, que ansiava voar para a amplidão, buscar nas constelações do infinito, luz e belezas para trazer a Terra, e ofertar jóias de sabedoria e amor para os corações da humanidade!
A bondade e humildade de Chico, escondia a luz de sua ALMA, e ele tributava aos espíritos, os próprios valores como se não fossem dele, deixando aos mensageiros do além a recompensa pela GRANDEZA e pelos méritos que sobretudo, eram frutos do seu coração generoso!
Chico estava preso ao DEVER, sentia-se tão fortemente vinculado à sua MISSÃO, que se sentia como ave de asa partida, que não podia sair para alçar vôo que o levasse ao infinito, porque a dor do mundo precisava ser curada, e Chico o meigo anjo não alçaria vôo enquanto sua missão não fosse completada!
Chico era um SENSITIVO, que adentrava o mundo interno das pessoas, buscando o bem, no âmago de cada um, aquela dor escondida, a angústia oculta, e trazia todo sofrimento para fora para ser curado com amor!
As famosas cartas de consolação de Chico aos familiares dos mortos, eram dádivas tiradas da ALMA de Chico que penetrava no mundo interno das pessoas e lia sua dor com sua visão aguçada, e seus ouvidos sensíveis, captando o drama de cada alma! Nem tudo veio dos espíritos, na doação de amor de Chico, muito veio de seu mundo interno, aquele roseiral de perfumes de santidade, compaixão e ternura sem limites!...
Chico fez o despojamento de tudo, renunciou a tudo que era do mundo exterior, e se entregou a Deus, até anular sua personalidade, e deixar sua alma de luz, o anjo solar, exteriorizar o seu imenso amor, para curar a dor do mundo!
A alma de Chico viajava pelos jardins cósmicos, pelos armazéns celestiais buscando as benesses do Criador, que juntava a paz dos lugares santos da Terra, e condensava em luz-amor, nas palavras que traziam no seu bojo todas as belezas, e o mais suave aroma de santidade para ofertar através de seus livros à humanidade!
Chico chorava em sua alcova humilde, a dor escondida da humanidade!
Chico não conheceu o conforto, seu quarto de dormir, era de fato tudo que tinha, tudo muito simples e pobre, porque os bens e rendimentos tudo foi doado para o BEM eterno, EM FAVOR DA HUMANIDADE!
Ninguém viu ou ouviu Chico reclamar das ingratidões; dos espinhos que feriram seu coração; mas Chico chorava sempre, e tinha apenas testemunhas mudas, as quatro paredes de seu teto humilde, presenciaram a sua dor, e até o céu respeitou a vontade de Chico e se calou.
Era a dor do ANJO DESTERRADO!
Chico era acanhado, e neste acanhamento ele escondia o anjo que era!
Quando Chico veio ao mundo disse o SENHOR: Vá Chico, vá ao mundo curar a sua dor, leve o meu amor, para curar corações sofridos, recolhe Chico as angústias dos corações amargurados e deixe em cada alma um ramalhete de flores, um rocio de ternura um pedacinho de céu azul!...
Visite os casebres pobres e também os lares suntuosos em todos encontrarás Chico, uma dor escondida, um sonho desfeito, lágrimas que correm em rostos sem brilho, em faces esmaecidas!...
Busque Chico nos armazéns do BEM ETERNO, sementes de luz e amor, e espalhe pelo mundo. Chico ajude a carregar a cruz da humanidade, porque tu és forte e valoroso, e este teu corpo frágil, esconde a montanha que tu és!
Chico quando tu regressares de tua missão traga para mim a dor humana, para que ela seja transmutada em estrelas no firmamento, e quando os homens olharem para o céu verão que o CEU tem mais luzes!...
O anjo desterrado se foi, e ficou no coração a SAUDADE, o perfume de Chico, que impregnou os corações de ternura e paz, sua imagem santa ficará para sempre no santuário daqueles que amavam e continuam amando Chico, o BENFEITOR, o anjo desterrado chamado Chico que de asas espalmadas amou tanto a humanidade que a ela tudo deu, e nada deixou para si!...



Ismael de Almeida






Ver perfil do usuário
h-roo escreveu:Seção Dois: O pano de fundo para o "THE EVENT"

...Os satélites vão estar no controle das forças justas e benevolente organizados para esta finalidade.

Cara! Que coisa impressionante, os nossos satélites é quem vão evoluir a seres inteligentes e através da mídia controlar as pessoas e resolver os problemas do mundo. Quem diria que a evolução poderia acontecer no espaço e com máquinas...

Essa foi boa Hugo!


Nota: "THE EVENT", isso dá um bom nome de filme, já fiquei com vontade de ir ao cinema assistir. Vai ser em 3D Hugo?

Ver perfil do usuário

h-roo


Rank : 5
Rank : 5
O EVENTO ....Breve na sua TV

Ver perfil do usuário
acalister escreveu:

Et, o MASSWARE tem razão, água pura e quente sem eletrólito, mas a forma mais eficiente de se produzir HHO é por meio de  plasma, pena que para a aplicação em veículos não é uma boa alternativa, a quantidade de vapor e calor é absurda e difícil de ser controlada.

O futuro do HHO, se é que existe um futuro para ele, seria fazer a eletrólise de vapor, o resto é besteira e nem vale apena perder tempo com isso.

Ontem deixei uma eletrólise acontecer por umas 5 horas num recipiente de isopor, esquentada por um ferro de solda comum e pela própria eletrólise, depois de pré-aquecido (fervura) no fogo. A água era água de degelo e não foi adicionado nada mais. A célula eletrolítica foi uma lâmina de barbear (-) e uma lasca de aço inox (+), separados por 2mm. A temperatura chegou aos 86°C e baixava para uns 70°C quando adicionava mais água para repor a que foi evaporada. Eu diria que a eletrólise se deu numa média de 80°C. A corrente consumida era de uns 100mA e a voltagem entre eletrodos de uns 70V.

Eu imaginei que iria brotar corrosão e teria uma água, ao final da eletrólise, com coloração bem marrom e muitos pequenos pedaços sólidos de corrosão flutuando, além de alguma marca de desgaste no eletrodo (+). Nada disso! A água estava límpida, sem sequer aquela coloração de mijo diluído, nenhuma marca de desgaste (corrosão) no eletrodo, mas com uma sujeira, tipo lama, entranhada na fita adesiva que usei para segurar os espaçadores e dar forma a célula eletrolítica. Essa lama foi um muito pouca quantidade e parece que precisou dum substrato para aparecer, ou se concentrar, foi pouco, mas existiu. Posso dizer que a minha outra eletrólise mais limpa, em água fria (16°C), deixou a mesma sujeira, por um tempo quase equivalente, mas foi metade. Se retirar a célula do recipiente eletrolítico com sua pequena quantidade de sujeira, que se concentrou ali, a água estava límpida nos dois casos (frio e quente). Só desmontando a célula dá para ver a lama da corrosão, que sendo essa célula do tamanho de um polegar, não dá para acumular muita coisa e não estava impregnada, só levemente contaminada.  

Resumo geral das últimas experiências

Tentei água da chuva e soda do Jonas, resultando: Água com cor de mijo fraco e nenhum sinal de corrosão ou lama marrom.

Tentei água da torneira, água da chuva, sem eletrólito ou com minha soda de má qualidade, resultado: Muita corrosão, depósitos sólidos e água com cor de café.

Tentei água de degelo a temperatura ambiente, resultado: Fraca corrosão, mas com sólidos e tom de mijo fraco, quase se pensa estar límpido a noite, só se notando o tom "mijo fraco" com a luz do dia.

Tentei com água de degelo quente, mais não tão quente, resultado: bastante corrosão, só menor que com água da torneira.

Tentei com água fria, entre 10°C e 20°C (não consegui fazer ficar mais fria), resultado: Já relatado, água límpida ao final e pouca lama na célula, sem sinais de corrosão no eletrodo (+).

Tentei com água super quente (só consegui aquecer até perto de uns 85°C), resultado: Já relatado e parecido com água fria, só com um pouco mais de  lama marrom presa na célula, sem corrosão no eletrodo (+) e água límpida.

Conclusão: Não conseguir saber se é melhor água bem fria ou bem quente. Não consegui saber se a soda ajuda ou não a proteger da corrosão. As vezes dá certo e quase não tem corrosão, as vezes dá muito errado e a solução eletrolítica (que seja apenas água) fica parecido barro dissolvido em água, com corrosão no eletrodo (+), que no meu caso chegou a desenhar o eletrodo (-), que era uma lâmina de barbear, no eletrodo (+) a base de corrosão (desgaste).

Uma coisa é certa, uma voltagem alta entre os eletrodos não provocaram mais corrosão que uma voltagem baixa. Tão destoante quanto 3V e 70V entre eletrodos, eu obtive resultados ótimos e com água límpida, pouco importou se a voltagem estava alta ou baixa entre eletrodos.

Outra coisa, com corrente alternada (60Hz residencial) não sai bolhas, só aquece a água e não causa corrosão nem com a água suja da torneira.

Mais uma coisa, água de degelo tem uma resistividade altíssima! Em temperatura normal, minha célula, apesar de pequena, podia ser ligada direto nos 120V residencial, retificados e filtrados por um capacitor (que faz a voltagem subir para uns 160V) que ficou com uma corrente de apenas uns 100mA (gap de 1 mm, área total que não deve ser maior que 1 cm²). Mesmo assim, se for usado água da torneira essa corrente sobe bastante nessas condições. Não medi, mas estourou meu fusível feito de fio fino (uns 1A ou pouco mais).

E agora André, o que causa a corrosão?

Ver perfil do usuário

h-roo


Rank : 5
Rank : 5
ET-e-HHO-existe escreveu:
acalister escreveu:

Et, o MASSWARE tem razão, água pura e quente sem eletrólito, mas a forma mais eficiente de se produzir HHO é por meio de  plasma, pena que para a aplicação em veículos não é uma boa alternativa, a quantidade de vapor e calor é absurda e difícil de ser controlada.

O futuro do HHO, se é que existe um futuro para ele, seria fazer a eletrólise de vapor, o resto é besteira e nem vale apena perder tempo com isso.

Ontem deixei uma eletrólise acontecer por umas 5 horas num recipiente de isopor, esquentada por um ferro de solda comum e pela própria eletrólise, depois de pré-aquecido (fervura) no fogo. A água era água de degelo e não foi adicionado nada mais. A célula eletrolítica foi uma lâmina de barbear (-) e uma lasca de aço inox (+), separados por 2mm. A temperatura chegou aos 86°C e baixava para uns 70°C quando adicionava mais água para repor a que foi evaporada. Eu diria que a eletrólise se deu numa média de 80°C. A corrente consumida era de uns 100mA e a voltagem entre eletrodos de uns 70V.

Eu imaginei que iria brotar corrosão e teria uma água, ao final da eletrólise, com coloração bem marrom e muitos pequenos pedaços sólidos de corrosão flutuando, além de alguma marca de desgaste no eletrodo (+). Nada disso! A água estava límpida, sem sequer aquela coloração de mijo diluído, nenhuma marca de desgaste (corrosão) no eletrodo, mas com uma sujeira, tipo lama, entranhada na fita adesiva que usei para segurar os espaçadores e dar forma a célula eletrolítica. Essa lama foi um muito pouca quantidade e parece que precisou dum substrato para aparecer, ou se concentrar, foi pouco, mas existiu. Posso dizer que a minha outra eletrólise mais limpa, em água fria (16°C), deixou a mesma sujeira, por um tempo quase equivalente, mas foi metade. Se retirar a célula do recipiente eletrolítico com sua pequena quantidade de sujeira, que se concentrou ali, a água estava límpida nos dois casos (frio e quente). Só desmontando a célula dá para ver a lama da corrosão, que sendo essa célula do tamanho de um polegar, não dá para acumular muita coisa e não estava impregnada, só levemente contaminada.  

Resumo geral das últimas experiências

Tentei água da chuva e soda do Jonas, resultando: Água com cor de mijo fraco e nenhum sinal de corrosão ou lama marrom.

Tentei água da torneira, água da chuva, sem eletrólito ou com minha soda de má qualidade, resultado: Muita corrosão, depósitos sólidos e água com cor de café.

Tentei água de degelo a temperatura ambiente, resultado: Fraca corrosão, mas com sólidos e tom de mijo fraco, quase se pensa estar límpido a noite, só se notando o tom "mijo fraco" com a luz do dia.

Tentei com água de degelo quente, mais não tão quente, resultado: bastante corrosão, só menor que com água da torneira.

Tentei com água fria, entre 10°C e 20°C (não consegui fazer ficar mais fria), resultado: Já relatado, água límpida ao final e pouca lama na célula, sem sinais de corrosão no eletrodo (+).

Tentei com água super quente (só consegui aquecer até perto de uns 85°C), resultado: Já relatado e parecido com água fria, só com um pouco mais de  lama marrom presa na célula, sem corrosão no eletrodo (+) e água límpida.

Conclusão: Não conseguir saber se é melhor água bem fria ou bem quente. Não consegui saber se a soda ajuda ou não a proteger da corrosão. As vezes dá certo e quase não tem corrosão, as vezes dá muito errado e a solução eletrolítica (que seja apenas água) fica parecido barro dissolvido em água, com corrosão no eletrodo (+), que no meu caso chegou a desenhar o eletrodo (-), que era uma lâmina de barbear, no eletrodo (+) a base de corrosão (desgaste).

Uma coisa é certa, uma voltagem alta entre os eletrodos não provocaram mais corrosão que uma voltagem baixa. Tão destoante quanto 3V e 70V entre eletrodos, eu obtive resultados ótimos e com água límpida, pouco importou se a voltagem estava alta ou baixa entre eletrodos.

Outra coisa, com corrente alternada (60Hz residencial) não sai bolhas, só aquece a água e não causa corrosão nem com a água suja da torneira.

Mais uma coisa, água de degelo tem uma resistividade altíssima! Em temperatura normal, minha célula, apesar de pequena, podia ser ligada direto nos 120V residencial, retificados e filtrados por um capacitor (que faz a voltagem subir para uns 160V) que ficou com uma corrente de apenas uns 100mA (gap de 1 mm, área total que não deve ser maior que 1 cm²). Mesmo assim, se for usado água da torneira essa corrente sobe bastante nessas condições. Não medi, mas estourou meu fusível feito de fio fino (uns 1A ou pouco mais).

E agora André, o que causa a corrosão?

É o efeito corrosivo, ET....kkkkkkkkkkkkkk

Ver perfil do usuário

Conteúdo patrocinado


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 2 de 2]

Ir à página : Anterior  1, 2

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum