Para quem quer poupar combustivel !


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Dúvida Sobre a Produção e Queima do Hidrogênio

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

vpinheiro


Rank : 0
Rank : 0
Caros colegas, sou um entusiasta sobre o assunto, porém tenho visto muita informação repetida e desencontrada.

Aí vão as dúvidas:

1 - No processo da hidrólise é gerado o quê? Hidrogênio ou Oxihidrogênio? Qual a diferença entre os dois?

2 - Durante a queima do Hidrogênio ou Oxihidrogênio na câmara de combustão, o que é gerado? Tenho visto diversas informações que dizem que gera "H2O" novamente, ou seja, água, é isso mesmo? Se for isso, as três moléculas se juntam novamente? Ou o hidrogênio é queimado com o oxigênio, o combustível e demais gases contidos na câmara de combustão gerando um novo gás.

3 - Tenho visto divesas informações dizendo que é necessário utilizar um aparelho que burla o sinal que a sonda lambda envia a central de injeção eletrônica, assim me gerou uma grande dúvida:
Se durante a queima do hidrogênio é gerado água "H2O", novamente em forma de vapor, o mesmo acontece quando é queimado o álcool hidratado com 7% de água e a gasolina com 25% de álcool (que usamos em nossos carros), gerando também vapor de água "H2O" além de outros gases, assim esse vapor de água é transparente para a sonda lambda, portanto, o vapor gerado pela queima do hidrogênio também será transparente para a sonda lambda, não alterando em nada sua indicação, então porque utilizar esse aparelho? Já que a sonda lambda somente "enxerga" o nível de oxigênio "O2" que sai pelo escapamento e não o nível de vapor de água "H2O".

Descupem se exagerei na quantidade de dúvida, espero que alguém com conhecimento de causa, tenha condições de responder.

ps. Conseguir informações de como funciona a sonda lambda, pode ser encontrada aos montes na internet.

t+

Ver perfil do usuário

Manny


Rank : 1
Rank : 1
vpinheiro escreveu:Caros colegas, sou um entusiasta sobre o assunto, porém tenho visto muita informação repetida e desencontrada.

Aí vão as dúvidas:

1 - No processo da hidrólise é gerado o quê? Hidrogênio ou Oxihidrogênio? Qual a diferença entre os dois?

2 - Durante a queima do Hidrogênio ou Oxihidrogênio na câmara de combustão, o que é gerado? Tenho visto diversas informações que dizem que gera "H2O" novamente, ou seja, água, é isso mesmo? Se for isso, as três moléculas se juntam novamente? Ou o hidrogênio é queimado com o oxigênio, o combustível e demais gases contidos na câmara de combustão gerando um novo gás.

3 - Tenho visto divesas informações dizendo que é necessário utilizar um aparelho que burla o sinal que a sonda lambda envia a central de injeção eletrônica, assim me gerou uma grande dúvida:
Se durante a queima do hidrogênio é gerado água "H2O", novamente em forma de vapor, o mesmo acontece quando é queimado o álcool hidratado com 7% de água e a gasolina com 25% de álcool (que usamos em nossos carros), gerando também vapor de água "H2O" além de outros gases, assim esse vapor de água é transparente para a sonda lambda, portanto, o vapor gerado pela queima do hidrogênio também será transparente para a sonda lambda, não alterando em nada sua indicação, então porque utilizar esse aparelho? Já que a sonda lambda somente "enxerga" o nível de oxigênio "O2" que sai pelo escapamento e não o nível de vapor de água "H2O".

Descupem se exagerei na quantidade de dúvida, espero que alguém com conhecimento de causa, tenha condições de responder.

ps. Conseguir informações de como funciona a sonda lambda, pode ser encontrada aos montes na internet.

t+

Ola amigo, vou tentar responder as suas duvidas o melhor possivel, desculpe o meu Portugues esta um pouco esquecido.
a saida do HHO gerador sai, HHO hydrogen, hydrogen + oxygen
ou seja 2 parts de hydrogen, 1 part the oxygen. atencao o hydrogen so implode nao explode, na presenca do oxygen, quand se junta esta mistura na combustao, o que acontece: vai dar-se uma combustao quase perfeita, entao como se junta mais oxygen, a sonda vai medir a saida de gases, e vai encontrar mais oxygen do que o normal, o OBC (computador) vai resumir que a mistura esta um pouco fraca abaixo de 1 :14, ai comeca muitos dos problemas dos carros novos depois de 1997, ten que se eleminar um pouco do sinal da sonda para que ele mande menos gasolina para os ejectores.
espero que isto faca senso para si, mas e a maneira que trabalha.
Manny

Ver perfil do usuário
vpinheiro escreveu:Caros colegas, sou um entusiasta sobre o assunto, porém tenho visto muita informação repetida e desencontrada.

Aí vão as dúvidas: ....

Resposta a pergunta um:

Depende do eletrólito, no caso da soda cáustica, se tem a decomposição da água. Sendo a molécula d’água formada por dois átomos de hidrogênios e um de oxigênio, teremos duas moléculas de hidrogênio para cada molécula de oxigênio. A soda cáustica continua no eletrólito, que fica cada vez mais concentrado.

Vamos fazer outros pensamentos:

Ferro enferrujado é também ferro oxidado, carvão queimado é também carbono oxidado (dióxido de carbono ou gás carbônico) e água não passa de moléculas de hidrogênio (gás hidrogênio) que foram queimadas ou oxidadas. Daí oxi-hidrogênio ou HHO que também serve muito bem para descrever a própria água. Falar difícil sempre explica (complica) as coisas e dá vantagem numa argumentação, não se engane.

Não se impressione com os nomes, queimar hidrogênio gera água que pode ter seu processo revertido (desqueimar a água) pela eletrolise e outros processos.

Um detalhe, se for usado sal de cozinha, ao invés de oxigênio na parada, vai sair cloro, isso mata!

Resposta a pergunta dois:

Eletrolise e posterior queima dos gases gerados, não passa de se fazer a desqueima da água e a queima do gás hidrogênio. Acostumesse com isso, tu nunca viu algo queimado ser desqueimado, agora tu tá vendo, eletrolise.

Por isso a água, que é feita de uma mistura explosiva não queima, já queimou no passado. Digamos, são cinzas de hidrogênio.

Tua dúvida deve ser outra: “qual a vantagem de queimar hidrogênio no motor? Como isso muda a queima original da gasolina?”

Resposta da pergunta três:

Acho interessante que os resultados mais confiáveis sobre o HHO venha da época dos carburados. Acho esquisito que eu tenha de fazer o motor imaginar que tem uma mistura falsamente rica, forçando uma diminuição na injeção do combustível , e depois dizer que a economia veio do HHO.

Se o gerador cria uma mistura perfeita de duas moléculas de hidrogênio para cada molécula de oxigênio, como a queima perfeita dessa mistura gera mais oxigênio para sonda lambda detectar? Esquisito. Nunca achei uma explicação boa para isso, além de que mexer no sinal da lambda já força economia na marra.Se isso acontece mesmo, ainda precisa de explicação, não essa historia de sobra de oxigênio porque a queima foi perfeita ou o gerador gerou oxigênio junto com o hidrogênio. Lembre-se, o hidrogênio para queimar também gasta oxigênio e é mais fácil o gerador ser deficiente na geração de oxigênio do que de hidrogênio. Tudo tenderia para diminuir, não aumentar, a quantidade de oxigênio.

Mistério mau explicado ou desculpa esfarrapada.

Uma curiosidade para lembrar:

A gasolina e outros combustíveis são hidrocarbonetos, ou carbono vestido de hidrogênio.

Sua queima perfeita só gera gás carbônico e água. Sim, a queima da gasolina pura também gera água.

A queima da gasolina no pistão apresenta complicações: Altas temperaturas que por fim queimam o normalmente inqueimável nitrogênio, gerando os NOx. Também acontece de forma incompleta gerando o intoxicante, e ainda combustível, monóxido de carbono, ao invés do menos nocivo gás carbônico. Isso que o HHO tenta resolver. A gasolina não é pura e queima outras coisas que vem com ela. Nisso o HHO não pode fazer nada.

Ver perfil do usuário

Conteúdo patrocinado


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum