Para quem quer poupar combustivel !


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Coisas que "eles" não querem que você saiba.

Ir à página : 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 8]

Coisas que "eles" não querem que você saiba

Como inúmeros “credos”, sejam religiosos ou não, sempre existem argumentos interessantes que provam que isso é verdade ou que é mentira. Sempre existem uma legião que acredita e outra que não acredita. Muitas vezes de forma furiosa, essas posições são defendidas.

Vendedores não são realmente honestos na divulgação do que vendem, eles nunca te dirão que tu poderia ter o mesmo resultado por metade do preço, mesmo que saibam. Se a moda é HHO, então eles fazem algo que funciona, põe um HHO no meio e vendem feito água. O HHO já tem propaganda feita e uma legião de “crentes” pronto para comprar. Se não funcionar, dizem que a culpa é do seu carro. Só vendem poucas unidades, só para pessoas comuns, jamais para uma empresa que poderia processá-lo. Chegam a alegar que foram ameaçados...

Hidróxido, HHO, oxi-hidrogênio e outros nomes bonitos para descrever o HHO, também descrevem a água. Afinal H²O (água) poderia, em meios não científicos, ser escrita como HHO.

Tudo isso são táticas para dar nomes pomposos ao que tem nomenclatura muito mais simples e não impressiona, fazer acreditar que algo de especial esta acontecendo.

De um anúncio para outro reina a copia descarada, do que um dia foi posto na internet por alguém, dos benefícios do HHO. Ninguém fala que sem os devidos ajustes no avanço do carro, o NOx aumenta, ao invés de diminuir. Isso é só um exemplo do descaramento que é a copia de anúncios pelos vendedores. Eles nunca fizeram nenhuma averiguação, copiaram e nem entenderam o que copiavam, são vendedores.

Saindo dos vendedores vem os amadores (eu sou um deles) e muitos deles não têm compromisso com a verdade. Eles fazem o que querem e acreditam no que querem. Eles dizem: “ Se eu estou contente com o meu HHO, os outros não me interessam”. Não interessa nem os outros e nem se ele esta sendo vítima dos seus credos e do efeito placebo.

Dois eletrodos inertes dentro de uma solução eletrolítica alcalina (soda cáustica), submetidos a uma voltagem um pouco menor que 2V, irá conduzir eletricidade e separar (eletrolise) as moléculas da água em seus componentes básicos, hidrogênio e oxigênio, só isso. Porque nomes pomposos para descrever a mistura desses dois gases. A diferença da água para o gás hidrogênio e o gás oxigênio é que numa as moleculas estão juntas e nas outras estão separadas.

Se existe algum gás especial, um estado especial da matéria, nunca antes descoberto pelos cientistas, não se iluda que não vai ser com um simples eletrolisador alcalino que você conseguirá. Só vai sair mesmo o gás hidrogênio dum lado e gás oxigênio do outro.

Existem pesquisas, bem documentadas (em inglês), que comprovam que adicionar o gás hidrogênio ao combustível melhora sua combustão, com inúmeros benefícios. São da época dos carburados e conduzidas com cilindros de hidrogênio, ou seja, gás hidrogênio em abundância. Não achei nenhuma pesquisa, do mesmo porte das que mencionei logo acima, para carros com injeção eletrônica, muito menos com eletrolisadores alcalinos, como os nossos.

Funcionar, funciona, só que a quantidade de gás hidrogênio necessária é varias vezes maior a que é produzida em qualquer super gerador descrito na internet viável de se por num carro. Um litro de HHO (duas porções de gás hidrogênio para uma porção de gás oxigênio) é equivalente a 0,2145mL de gasolina, em termos energéticos. Pense nisso.

A eletricidade tirada do carro para fazer seu eletrolisador funcionar, gasta energia química do carro (combustível) para ser gerada. O alternador do carro fica mais duro para o motor girar quanto mais energia elétrica você consome no carro. Não existe essa de energia elétrica grátis, sobrando, no carro. Energia química é usada no motor, que faz o alternador girar, que faz o eletrolizador gerar gás hidrogênio. No computo final, mais energia química foi gasta para gerar a eletricidade usada pelo eletrolisador , do que vai ser recuperada pela queima do gás hidrogênio.

Curiosidade: Água é gás hidrogênio queimado, ou oxidado. Por isso a água, feita de dois gases importantes na combustão, não queima, já está queimada. Já a eletrolise d’água é a adição da energia perdida na queima do gás hidrogênio (virando água) até ele não se guentar mais e se separa do oxigênio, voltando ao estado inicial. Por isso os “científicos” rejeitam de pronto a idéia do HHO, chamam de moto-continuum.

A queima perfeita de um hidrocarboneto (a gasolina é um deles) gera água e gás carbônico. É isso mesmo, gera água e inevitavelmente gás carbônico.

A molécula de um hidrocarboneto é uma porção de átomos de carbono vestidos de hidrogênio, por isso a queima disso gera água (H²O) e gás carbônico CO². Dependendo do tamanho da molécula, ou quantos carbonos tem ligados, isso vai de um gás até o asfalto. Claro que impurezas podem acompanhar ou serem adicionadas como aditivos.

No seu carro, essa combustão perfeita não acontece. Sobra coisas sem serem queimadas e são queimadas coisas que não deveriam ser queimadas. A adição do gás hidrogênio visa aumentar a velocidade da chama e transformar essa queima imperfeita em uma queima a mais perfeita possível. Não visa competir com o combustível principal ou auxiliá-lo com seu valor energético, só fazer o combustível principal queimar mais rápido, só.

Para seu conhecimento, o gás monóxido de carbono (CO) não é gás carbônico. Ele tem um oxigênio a menos, o que o torna ainda um combustível, e por azar da natureza, um gás intoxicante e mortal, muito mais nocivo ao ser humano que o gás carbônico. Assim, o HHO não reduz o CO² e sim tenta evitar o surgimento do CO.

O outro gás que não deveria aparecer e que o HHO pode até evitar é o NOx. Isso não passa de nitrogênio oxigenado ou queimado. Só ocorre numa combustão a altíssimas temperaturas e que dure um certo tempo. Ao reduzir o tempo de queima dentro do cilindro, o HHO reduz uma das variáveis para formação do NOx. Dizem que o HHO reduz até a temperatura do motor, se for assim, reduz a outra variável para produção do NOx.

Se tudo der certo e seu carro se tornar mais econômico, você queimará menos combustível e ai sim reduzirá a emissão de gás carbônico.

A pergunta é: Quanto de gás hidrogênio eu preciso para fazer acelerar a combustão do combustível principal? Dizem que uns 7% em gás hidrogênio em ralação ao poder energético da gasolina usada. Isso dá 326 litros de HHO por litro de gasolina. Teu gerador alcança isso? Será que dá para fazer por menos?
Outra pergunta: O mais eficiente dos eletrolisadores, a temperatura ambiente, consegue quantos litros de HHO por ampere gasto, em um carro energizado por 14V? Se chegar a 100 mililitro de HHO por minuto, por ampere gasto, tá muito bom, duvido coisa melhor.

Nunca pense que existe um jeito de provocar a água a se separar em seus componentes originais. Isso acontece na maior força bruta. Já a queima do HHO, só precisa de um pequeno incentivo, um calorzinho, e tudo vira água novamente. É importante entender essa coisa na química.

Pense nisso tudo antes de assumir uma das “crenças” a respeito do HHO.



Última edição por ET-e-HHO-existe em Sab 06 Nov 2010, 15:13, editado 2 vez(es) (Razão : Refraseando para melhorar o entendimento)

Ver perfil do usuário

gasolina


Rank : 2
Rank : 2
Nós estamos num tópico com o titulo “Testemunhos de quem tem um gerador a funcionar no carro”, tem sub-tópicos como: “Eficácia comprovada”, “eu instalei o HHO no meu carro e estou com problemas...”, todos esses tópicos direciona para todas as experiências de quem já colocou isso num carro.

Tópico interessantíssimo que embora relate o fim do processo, por isso mesmo deve ser o primeiro a ser lido. Só que...
Não existem relatos de ninguém que tenha posto isso num carro, nem pra se dar bem, nem pra se dar mal. Só existem pessoas a discutir o HHO e projetos de geradores, e vendedores, estes sim, relatando boas experiências.

Acho que as pessoas normais, que foram clientes de alguém ou fizeram seus próprios geradores, estão tão felizes que se esqueceram de nós, esqueceram do fórum, até de mexer em computador. Ligaram o carro, encheram o tanque de água destilada, e tão dando um role por ai até onde a água os levar...

Quem entra nesse tópico, esperava ver as experiências de quem já instalou isso num carro e esta agora a curtir seu HHO. Propaganda deveria se abrir outro tópico. Que se abra um tópico para propaganda, que os clientes satisfeitos desses vendedores coloquem seus comentários aqui até com referência de quem foi o vendedor, mas que os vendedores usem outro tópico para divulgar seus produtos, pois não há nada mais desagradável que entrar num tópico em que deveriam ter USUARIOS de HHO, satisfeitos ou não, e só encontrar aulas e anúncios.

Ver perfil do usuário
Sr. Gasolina, entendo sua queixa e queria por esse tópico em outro lugar, mas é aqui que estão as declarações mais, digamos, “imaginativas”, e que devem ser trazidas a realidade.

Mas, se você reler suas próprias palavras, elas induzem a conclusão que não são muitos os que se dão bem com o HHO, além dos vendedores. Se o HHO fosse assim tão confiável, esse tópico estaria cheio de relatos positivos de pessoas que não são vendedores. Notou isso? ? A que conclusão isso te leva? Eu to com uma pulga atrás da orelha.

Ver perfil do usuário

Haroldo


Rank : 0
Rank : 0
Como relatou ET e HHO Existe, com o máximo de clareza e informações de diversas fontes,estes são os parametros a serem considerados, até o momento não consegui encontrar nada mais que podessem nos garantir a eficacia do sistema de usar o HHO para auxilio da combustão por meio de eletrolise, a não ser um site de venda de geradores que divulgou um carro esportivo que atinge a velocidades proximas dos 300 Km/h com o impresionante consumo de 12Km por litro de combustivel, ele consiguia isso com o auxilio de HHO extraido da agua por eletrolise. O vocês acham? Será que é verdade?

Ver perfil do usuário
O texto abaixo foi feito para o Manny responder. Vendedor que apareceu aqui, mas que demonstrou o espírito de ajudar mais que de vender. Apesar das minhas reservas com vendedores, tem vendedores e vendedores. Se outra pessoa souber as respostas, por favor, responda também.

Manny, normalmente eu pego no pé de vendedores. Já conversei com alguns e adotaram uma atitude esquiva na hora de um compromisso maior. Depois de alguns meses de pesquisa, na hora em que comecei a perceber a possível inviabilidade do HHO, comecei a desconfiar que vender uma unidade ou outra é mais fácil de dar desculpas se o cliente não se convencer. É fácil escapar, pra ser mais direto. Só que eu gostei da sua apresentação, menos agressiva (tipo prometer ganhos de 60%), parece que posso conversar com você, tem vendedores em que eu chego a duvidar se ele sabe do que está falando.

Então, vou te fazer algumas perguntas:

1)- Essa pergunta esta em outro lugar do fórum (http://forum-hho.forumeiros.com/sugestoes-sugestoes-para-melhorar-o-forum-novos-topicos-etc-f6/proporcoes-do-hho-t88.htm), mas achei interessante:
Porque a quantidade de HHO é invariável? Sob qualquer regime de rotação o gerador vai produzir a mesma quantidade. Claro que, ou vai sobrar HHO em algumas rotações, ou vai faltar em outra.

2)- A pergunta anterior leva a essa outra pergunta:
Em que regime de rotação o HHO funciona melhor, nas baixas, em que ele vai ficar proporcionalmente mais concentrado; ou nas altas, onde o avanço do motor se tornou maior e a função do HHO seja mais expressiva?

3)- Entra para ser queimado, numa formula simples, sem considerar os aditivos ou impurezas: moléculas de hidrocarbonetos (uma fila de carbono vestida de hidrogênio) + ar (Nitrogênio e oxigênio) em porções estequiométricas + HHO (gás hidrogênio com sua porção estequiométrica de oxigênio). Se o HHO faz o motor queimar melhor o combustível, então as porções estequiométricas de oxigênio fornecido ao motor, tanto para gasolina, como para o hidrogênio, deveriam proporcionar o consumo completo do oxigênio fornecido, havendo uma tendência de diminuição de oxigênio, jamais uma sobra. Porque vocês afirmam justamente o contrário?

Gostaria de saber se você verificou esse excesso de oxigênio, ou está só repetindo a explicação, um dia mau inventada por alguém, e que todos repetem. Digo isso, pois duvido que todos que afirmam isso tenham verificado a veracidade disso.

Não é vergonha, nem descrédito, confessar que nunca verificou isso, que só repete e acredita nisso, como muita gente boa.

Se você chegou a medir esse excesso de oxigênio ao se injetar HHO no motor, isso é uma informação muito importante. Eu não tenho condições de verificar isso, queria saber a fonte dessa informação. Até lá, pra mim isso é explicação mau feita.

Tem uma explicação que li, em que um cara “teorizou”, não comprovou, mas a idéia é interessante. Ele diz que com a diminuição da temperatura no motor, os gases saem mais frio. A sonda lambda precisa de certa temperatura para ler corretamente o oxigeno que sobra. Sendo assim, a sonda lambda trabalha mais fria e lê errado, acusado um excesso que não existe. Ele “teorizou”, não testou, nem sei se faz sentido a sonda fazer isso. Isso leva a próxima pergunta.

4)- Você mediu alguma diminuição da temperatura normal do motor, seja no próprio motor ou nos gases de exaustão?

5)- Você mexe no avanço do carro?

6)- O ponto de entrada do HHO, dizem que tem um certo vácuo. Esse vácuo seria suficiente para evaporar mais rápido a água do borbulhador?

7)- você usa flash-Back-Arrestor?

8 )- Um carro a 120km/h, por uma hora, fazendo 13km/l, gastaria perto de 9 litros de gasolina nesse percurso. Um bom gerador, que faz 3LPM de HHO, durante esse tempo, faria 180 litros de HHO.

Sendo que 9 litros de gasolina vão representar uns 6,8 quilos de gasolina. 180 litros de HHO, vão ter umas 10g de hidrogênio. Então, 6800g (gasolina) / 10g (hidrogênio) = 680. Sabendo que o hidrogênio é umas 3 vezes mais potente que a gasolina em peso, vou dividir 680 por 3, que dará 227 vezes mais poder da gasolina em relação ao hidrogênio do HHO usado nesse caso.

Agora a pergunta: Entra uma porção de gasolina com um certo poder calorífico. Entra junto uma quantidade de combustível de queima rápida (HHO) que representa um poder 227 vezes menor. Claro que o HHO não vai ajudar em nada esse motor com seu poder energético, mas será que tão pouco gás poderá incendiar o combustível principal mais rápido? Tão pouco gás não ficaria perdido no cilindro, muito espalhado, ele mesmo sendo aceso quando a progressão da chama da gasolina o alcançasse? Ou aconteceria o milagre dele se juntar o suficiente para acender primeiro e depois incendiar mais rápido a gasolina? Já pensou nisso? Já tentou responder essas perguntas?

9)- Você já se perguntou se a economia alcançada em algumas de suas instalações não vieram dos ajustes que se fazem nos carros para que ele aceite o HHO? É fácil verificar isso. É só depois de medir como o carro esta sem HHO, instalar o HHO, ajustar o carro com o HHO até ele alcançar o melhor que se pode com o HHO, depois, duvidar disso e simplesmente só desligar eletricamente o gerador de HHO, deixando tudo mais instalado e funcionando. Se as melhorias ainda se manifestarem, ai é placebo, senão, então o gás fez efeito. Já fizeste um teste desses?

-- Fim das perguntas --
Eu sei que o poder da faísca que acende o combustível é ainda bem menor que a dessa pequena quantidade de gás HHO, que esta em cada porção que queima, em cada cilindro. Minha duvida é se essa porção de HHO, em cada cilindro, consegue acender primeiro, por ser tão pouca. Se tiver concentração para acender primeiro, ele vai queimar mais rápido que a gasolina, será uma super faísca, deixará uma energia de ignição maior que a da centelha e forçará a gasolina a queimar mais rápido. Aí isso começa a fazer sentido.

Se for assim, o avanço pode ser diminuído sem prejuízo para o motor. Em altas rotações, talvez, gostaria que quem entendesse comentasse, talvez, isso significasse um aumento de poder no motor. Diminuindo o avanço, menos tempo os gases quentes ficariam no cilindro diminuindo a temperatura do motor e consequentemente o NOx. Diminuiria o monóxido de carbono pela queima mais rápida. Só não sei quanto isso poderia representar em economia. Até aumentos de compressão e ou misturas tendendo a pobre, poderiam ser tentadas, não sei até que ponto, tudo é uma questão de quantidades.

Se o HHO conseguir concentração para acender antes da gasolina, ainda assim tem muita coisa a ser entendida e explicada, mas haverá esperanças de que isso não seja só um placebo.



Última edição por ET-e-HHO-existe em Sex 27 Jul 2012, 00:10, editado 2 vez(es) (Razão : Melhorar o texto)

Ver perfil do usuário

6 A RESPEITO DE IGNIÇÃO E MORTOR 4 TEMPOS em Qui 11 Nov 2010, 18:21

Haroldo


Rank : 0
Rank : 0
HHO e ET Existe, eu não sou mecânico ou especialista no assunto, mas lá vai alguns parametros a serem considerados, em motores de 4 tempos (os mais comuns) a camara de combustão e alimentada pela mistura ar combustivel, na proroção ideal para cada tipo de combustivel. Nos motores a gasolina, normalmente, quando o motor atinge 90° C está ideal para a combustão, neste momento quano a mistura ar combustivel é comprimida e se vaporiza (a mistura ar-combustivel suspenso no ar em alta pressão facilita a queima), por isso os carros quando estão com o motor frio não funcionam direito e precisam de mais combustivel.

Então no meu ponto de vista o HHO não ficaia perdido no cilindro, mesmo em pouca quantidade, ele mais o ar mais o combustivel se tornariam um so´quando vaporizasem.

Ver perfil do usuário
Haroldo escreveu:...Então no meu ponto de vista o HHO não ficaia perdido no cilindro, mesmo em pouca quantidade, ele mais o ar mais o combustivel se tornariam um so´quando vaporizasem.

Quanto ao hidrogênio, na verdade qualquer mistura combustível, se não estiver nos limites de concentração de inflamabilidade, o combustível não queima. Não uma queima auto-sustentada.

Em condições normais de pressão (+ ou - aqui onde estamos), esse valor é de 4% a 75,6% de concentração para o hidrogênio, fora dessa faixa não queima. Não sei qual os limites de inflamabilidade do hidrogênio em pressões mais altas, como dentro do pistão, na hora da ignição. Imagine quanto gás na cozinha tem de escapar para causar algum dano, abaixo de certo limite só tem cheiro ruim.

Vou usar uma ilustração para ficar mais claro ainda minha dúvida. Imagina que tu queira acender o carvão da churrasqueira. É comum as pessoas colocarem álcool, mas fácil de queimar, em cima do carvão. Só que se a concentração de álcool não atingir certo nível, seria como se o álcool ficasse perdido no meio do carvão. Se tu acender o álcool, em concentrações mínimas, ou ele não vai conseguir o objetivo de acender o carvão, ou até alguns respingos mais espalhados não serão acesos, se não se evaporassem, só seriam acesos mais tarde pela própria chama do carvão quando ele enfim acendesse.

Se tu pensar na cena acima, guardando certas proporções, pois nada pode ser exemplo perfeito de nada, da para tu entender o cenário que me preocupa quando tão pouco hidrogênio esta na mistura. Abaixo de certo limite, seria como poucas gotas de álcool para acender a churrasqueira (mistura combustível dentro do pistão), poderia não adiantar nada. Lembresse que a cada mistura nova no pistão, seria como uma nova churrasqueira a ser acesa no exemplo acima.

A partir de certa quantidade, com certeza o álcool vai acelerar o acendimento da churrasqueira.

Tem outro detalhe, a concentração do álcool pode ser suficiente para incendiar todo o álcool jogado na churrasqueira, mas pode ainda não ser suficiente para acender da churrasqueira.

Uma idéia pode ser brilhante, mas temos de verificar as quantidades envolvidas para ver se ainda é válida. Dizendo um ditado popular: “A diferença do veneno para o remédio e a quantidade”. Veja a importância que a quantidade tem numa idéia.

Todo o problema do HHO reside nisso, quantidades. A idéia é boa e funciona, se tiver nas quantidades certas. Quais são essas quantidades?

Haroldo, vamos descobrir essas “quantidades” necessárias. Só um pouco mais de pesquisas, a ajuda mais séria de quem já colocou isso no carro, honestidade em aceitar até o que não se quer (eu quero descobrir que o HHO funciona), deixar o “achometro” de lado e descobrir quando e quanto de HHO é necessário para tirarmos proveito disso. Não quero te desanimar, só achar a realidade, sem “achometros”.



Última edição por ET-e-HHO-existe em Sex 12 Nov 2010, 04:17, editado 1 vez(es) (Razão : Correção no texto)

Ver perfil do usuário
Haroldo escreveu:HHO e ET Existe, eu não sou mecânico ou especialista no assunto...

Não é necessário ser algum especialista, se deixarmos o “achometro” de lado e usarmos o nosso senso crítico e pesquisarmos, faremos mais que um especialista não motivado e com pré-conclusões já feitas sobre o assunto. Talvez você re-lembre algumas coisas, aprenda sobre outras, mas terá conclusões bem técnicas, bem abalizadas, mesmo sem ser especialista, tu se fará especialista.

Rapaz, temos de ser mais que especialistas técnicos, tendo nos formado para isso ou não. Temos até de ser uma espécie de psicólogo, para avaliar os comentários recebidos e avaliar que peso de credito podemos dar. Eu acabei de avaliar mau um colega aqui do fórum, vê se tu entende essa reação: Na mensagem 17 (pior que contava com a experiência alegada dele para responder às perguntas que fiz anteriormente. --> http://forum-hho.forumeiros.com/testemunhos-testemunhos-de-quem-tem-um-gerador-a-funcionar-no-carro-f3/meu-carro-ja-e-hibrido-t56-15.htm. Leia também a mensagem 18, lá explico o que me confunde com o comentário dele.



Última edição por ET-e-HHO-existe em Sex 12 Nov 2010, 04:05, editado 1 vez(es) (Razão : Esqueci a última frase)

Ver perfil do usuário

Haroldo


Rank : 0
Rank : 0
[quote="ET-e-HHO-existe"]
Haroldo escreveu:HHO e ET Existe, eu não sou mecânico ou especialista no assunto...

Não é necessário ser algum especialista, se deixarmos o “achometro” de lado e usarmos o nosso senso crítico e pesquisarmos, faremos mais que um especialista não motivado e com pré-conclusões já feitas sobre o assunto. Talvez você re-lembre algumas coisas, aprenda sobre outras, mas terá conclusões bem técnicas, bem abalizadas, mesmo sem ser especialista, tu se fará especialista.

Rapaz, temos de ser mais que especialistas técnicos, tendo nos formado para isso ou nãO...

Tudo isso que você falou é verdade, pois estamos em um forum com pessoas de diversas culturas e até nacionalidades diferentes enganos podem acontecer facilmente.

Mas voltando a relação esquiometrica de combustivel-ar-HHO, agora eu entendi melhor o que você esta falando arespeito do HHO ficar perdido sendo inserido no motor em doses tão pequenas, não deixo de levar em consideração a sua ideia´, mas se levarmos em consideração a relação esquiometrica da gasolina, por exemplo, é necessário 14,7 partes de ar para 1 parte de gasolina, para que um motor 4 tempos funcione bem, caso eu não esteja falando besteira, se por exempo um cilimdro com o voluume de 0,10 decimetros cubicos comportaria 0,093 de ar para 6,6ml de gasolina(0,007 decimetros cubicos). Então se inserirmos 1 ml ou sua proporção em gás significaria aproximadamente 16% do combustivel na camara de combustão.

Claro eu coloquei acimo um ponto de vista, não sei se podemos comparar ml e gás quimicamente falando, mas talvez faça sentido.

Ver perfil do usuário
Isso, gostei, temos exatamente que evoluir de observadores encantados por propaganda e pelo nosso próprio desejo de que isso funcione, para alguém que quer respostas, explicação, mais que uma história bonita para acreditarmos.

Quando isso, e se isso, se tornar um fato comprovado, nós poderemos ir numa loja e mandar instalar como um kit gás (GNV) sem se preocupar com detalhes técnicos, mas até lá, essa desinformação e crença gratuita, (eu já acreditei piamente nisso, agora tó cauteloso) só nos tornará alvo de quem tem tanta certeza que isso funciona quanto nós, só que ganha dinheiro.

Vamos à técnica...

Eu não conferi suas contas, nem estendi para um calculo meu na mesma direção, vou fazer isso depois, não para te corrigir mais para acompanhar o teu raciocínio.

Entendi o básico do que tu quis passar e concordo com você, e não sei te responder ainda.

Uma coisa é um carro consumindo 0,44% de hidrogênio em relação à gasolina em termos de valor energético, outra coisa é a concentração desses mesmos elementos, levando ainda em consideração que o hidrogênio sempre é muito volumoso. Sim, pode ser que tenha alcançado o limite da inflamabilidade.

Vou pensar mais um pouco nessa linha de pensamento e depois boto aqui o que achei e continuamos.

Outra coisa, tu viu a reação do Manny? Eu realmente queria uma resposta para todas as perguntas que fiz pra ele, não precisa ser respostas só dele, ainda vou tentar responder eu mesmo ou com ajuda de outros como você, só que me pareceu que ele tinha experiência e boa vontade para ajudar nas respostas.

Ver perfil do usuário
Bem vamos aos cálculos...

Embora a gasolina brasileira não seja exatamente assim, se funcionar para essa gasolina teórica, as proporções não serão significativamente diferentes a ponto de que não sirvam para a gasolina brasileira. Então, vou assumir uma molécula de gasolina como uma sequência de 8 átomos carbonos vestidos por 18 átomos de hidrogênios.



Para queimar essa molécula precisaríamos de 25 átomos de oxigênio.

Os pesos atômicos desses átomos são:
H (Hidrogênio) = 1
C (Carbono) = 12
N (Nitrogênio) = 14
O (Oxigênio) = 16

Lembrando química, 1 Mol é uma quantidade (6,02 x 10²³ coisas), do mesmo jeito que 1 dúzia é 12 coisas.

Sendo também 1 Mol de átomos igual o seu peso atômico em gramas. Não vou considerar o fato que uma coisa pesa um peso aqui na terra e outro diferente na lua, vamos simplificar, já tá complicado demais.

Outra coisa importante a lembrar, um gás normalmente usa dois átomos para formar uma molécula. Sendo assim, 1 Mol de átomos de hidrogênio pesa 1g e 1 Mol de moléculas de hidrogênio (Gás) pesa 2g.

Bem, para aproximarmos as quantidades minúsculas de átomos para a nossa realidade de medidas, vamos tratar as medidas em Moles.

O ar é composto de aproximadamente 78% de nitrogênio + 21% de oxigênio + 1% de outros gases. Vamos esquecer os 1% de outros gases a assumir esse erro nos cálculos.

1 Mol de moléculas de gasolina usa 12,5 Mol de Moléculas de oxigênio (25 átomos de oxigênio por molécula de gasolina) que vem acompanhadas por 46,43 Mol de moléculas de nitrogênio.

Somando os pesos atômicos e descobrindo o peso das substâncias usadas nessa reação:
1 Mol de moléculas de gasolina = 114g = 8(C) x 12 + 18(H) x 1

1 Mol de moléculas de Oxigênio = 32g = 2(O) x 16
Vamos precisar de 12,5 Mol = 400g

1 Mol de moléculas de Nitrogênio = 28g = 2(N) x 14
Vamos precisar de 46,43 Mol = 1300g

Então, 1 Mol de gasolina (114g) usa 1700g de ar para queimar. Se dividirmos o peso do ar pelo peso da gasolina, dará 1700g / 114g = 14,91 ou a tal proporção estequiométrica da gasolina com o ar.

Só falta saber isso tudo em volume.

Para calcular os volumes, vou usar umas referências que achei na internet que diz que a gasolina tem 730g por litro e o Ar tem 1,3g por litro.

Então 1 Mol de gasolina seria 156 mL de gasolina que consumiria 1307 litros de Ar em sua mistura estequiométrica. Ou ainda, para cada 1 mililitro de gasolina se usa 8,38 litros de Ar.

Referências:
Tabela periódica
Composição do Ar
O que é Mol
Química da queima da gasolina
Peso da gasolina
Peso do Ar
Outros







Última edição por ET-e-HHO-existe em Sab 13 Nov 2010, 02:48, editado 2 vez(es) (Razão : Melhoras no entendimento do texto)

Ver perfil do usuário
Devido aos olhos atentos em me depreciar do cacarejante muttley, ele me alertou, em tom mais que depreciativo, de um erro nos meus cálculos que agora corrijo (O OVO colocado pela cacarejante muttley). Eu simplesmente usei a quantidade de ar para 1 litro de gasolina e não para 9litros, que foi o consumo do carro na experiência simulada.

Corrijo em vermelho os novos valores:


Voltando ao Mille que faz 13km/l a 120km/h e que rodando 1 hora gastaria 9 litros de gasolina.

Pegando os dados da mensagem anterior, ele também consumiria 8378(75420) litros de Ar.

Se uso um gerador de HHO que produz 3LPM, por 1 hora, seriam 180 litros de HHO.

Bem, temos em volume 180 / 8378(75420) = 0,021485(0,002387) ou 2,1485(0,2387)% de HHO em relação ao Ar consumido, isso em volume. Não medi o quanto o vapor da gasolina aumenta o volume da mistura, afinal são 9 litros de gasolina para serem vaporizadas, medido seu volume e somado ao volume do ar aspirado(Agora já sei que temos de considerar que a gasolina entra quase que toda atomizada e não vaporizada, ocupando aproximadamente o mesmo espaço que se estivesse liquida e não vaporizada). Espero que não aumente muito essas medidas e interfira na proporção.

Resumindo as considerações da pergunta (8 ):

Nosso Mille, que rodou por 1 hora, 120km, consumiu 9 litros de gasolina e 180 litros de HHO, teve as seguintes proporções:

1)- O HHO utilizado tinha apenas 0,44% do poder energético da gasolina empregada.
2)- O volume do HHO foi de 2,1485(0,2387)% em relação apenas ao Ar aspirado pelo motor.
3)- Não foi considerado o volume que os 9 litros de gasolina vaporizados teriam e sua influencia nos cálculos.
4)- O volume que o hidrogênio tem dentro do gás HHO é de 66,66%, então nossa proporção acima ainda se reduz a 2,1485(0,2387)% x 66,66% = 1,43(0,1575)% de Volume de gás hidrogênio em relação ao Ar aspirado.

Menos de 1,5(0,15)% em volume de gás hidrogênio livre na mistura na hora da ignição, que representa 0,44% da energia total depois da combustão completa, poderiam fazer alguma coisa dentro do motor?

Temos de achar outros números. Uma pergunta incentiva a outras pesquisas, de pergunta em pergunta, de pesquisa em pesquisa, ainda acharemos todas as respostas. Só que fica evidente que se isso funcionar é no cheiro, como diria alguns.

Aproveitando a oportunidade, vou fazer o cálculo do combustível e ar consumidos de outra forma, até mais real que essa forma teórica posta acima:

Tirados do site (http://bestcars.uol.com.br/testes3/fiat-mille-economy-way-3.htm)

No carro, de 999cm³, em 5ª marcha, a 120km/h, durante 1 hora, usando 3900RPMs e gastando 12,8km/l, dados tirados do site acima, façamos as contas:

3900(RPMs) x 60(Minutos) x 2(enchimentos de pistão) x 0,25(capacidade de cada cilindro em litros) x 70% (eficiência volumétrica obtida fora desse site e aproximada, já que o site não informa isso) = 81900 litros de ar aspirado. No cálculo anterior, feito com a estequiometria ideal de uma gasolina ideal, obtivemos 75420 litros, uma diferença de menos de 8% entre o valor especialmente teórico e outro mais real.

Levando em consideração que não sabemos a eficiência volumétrica real desse carro nessas condições, alem do combustível real brasileiro ser bem diferente do teórico usado nos primeiros cálculos, isso deixou mais que provado a utilidade dos cálculos anteriores.

Com essa correção, minhas dúvidas ficam mais sérias ainda! Obrigado pela contribuição cacarejante muttley



Última edição por ET-e-HHO-existe em Sex 27 Jul 2012, 02:21, editado 8 vez(es)

Ver perfil do usuário
Passeando pela net resolvi dar uma olhada nas vendas de HHO no ML. O mundo das fantasias estava aberto, o garoto propaganda “hidrogênio” fazendo muito sucesso e promessas de salvar o mundo...

Como os anúncios no ML não duram para sempre depois colocarei uma imagem do que eu vi, mas por hora vou apenas indicar os links de anúncios de vendas de HHO no ML, em que um comprador pergunta sobre que tipo de garantias existe para o produto.

Além de mandarem o comprador ir aprender como funciona o HHO antes de fazer esse tipo de pergunta e ficar incomodando com pedidos de garantia, a única garantia fornecida foi a crença de que o comprador ficaria satisfeito. Teve uma vendedora que deixou isso explicito, a falta de garantia, considero essa mais honesta que os outros.

Não preciso dizer que um vendedor é completamente responsável pelas promessas que faz, se tem alguma chance de dar errado isso deve ser mencionado ou a mercadoria aceita de volta e dinheiro devolvido. Principalmente em compras feitas pela internet. Essa é a lei brasileira.

Procurem as perguntas e respostas para um comprador que quer comprar 10 unidades para equipar as 10 Doblo da firma em que trabalha. Nesse momento, essas perguntas são as últimas da lista. Se tu der uma olhada em outra data, verifique as perguntas desse dia, desse comprador.

Links:
gerador-hidrognio-kit-batik-ps3-com-efai-40-de-economia
kit-hidrognio-hho-carrocomagua-de-economia-combustivel
kit-hidrogenio
novo-gerador-de-hidrognio-hho-kit-completo-economize

Ver perfil do usuário
Como prometi esta abaixo as mesmas perguntas feitas aos 4 vendedores, que agora fixadas, não desapareceram com o fim do anúncio no ML. Se os links acima já estiverem inválidos, esses abaixo mostraram um retrato do passado:

Começando com o 2° Link:
Kit Hidrogênio Hho Carrocomagua De Economia Combustível

Vamos analisar essa propaganda.

Vendedor disse:
“O KIT HIDROGENIO "CARROCOMAGUA" é um conjunto de acessórios que funcionam em sinergia para extração de hidrogênio contido na energia renovável da água para melhor aproveitamento do combustível utilizado no motor a combustão. Ele pode ser adicionado a um carro sem modificá-lo, podendo ser removido em 5 minutos ou menos.”

Comentário:
Que “sinergia” existe entre os elementos desse kit para extração do hidrogênio? A parte que extrai o hidrogênio + oxigênio é uma e as outras partes do kit fazem outras coisas que não melhoram ou aumentam a produção do HHO, fazem outras coisas, até importantes, mas outras coisas.

Vendedor disse:
“KIT "CARROCOMAGUA" permite você economizar no combustível, na manutenção, ganhar muito mais potência e ainda poluir bem menos. O processo é extraordinariamente simples e você irá se perguntar por porque isso não foi disponibilizado antes. Não nos compete descrever aqui “as forças ocultas” contrárias ao uso dessa tecnologia, mas compartilhar os benefícios que obtivemos com ela, ajudando a proteger nosso querido planeta.
Agora é a sua vez!”

Comentário:
Evocação básica das “forças ocultas” que impedem que esse produto esteja no mercado. Não que o mundo não seja ruim e essas “forças ocultas” (malandragem das indústrias e até governos) não existam, só que também é uma ótima desculpa para uma outra possível realidade, a de que HHO sob demanda por eletrolise, num carro, não funciona.

Depois a chamada básica para ecologia... Valido, só que possivelmente não foi por isso que você e ele estão nessa. Vem de brinde.

Depois vem a descrição do Kit, da qual quero comentar o “NMS”. Todo mundo chama isso de “EFIE”, ele inovou, deu outro nome, quase outra função, chamou de novo os “poderes ocultos” para justificar o uso do EFIE (NMS). Normalmente os vendedores dizem que por um fato normal o HHO modifica a queima da gasolina causando uma interpretação errada da sonda lambda e o possível aumento do consumo. Essa peça, o EFIE, enganaria a central de controle e assim ela se veria forçada a injetar menos combustível. Vale apena ressaltar que ele criou o termo “NMS”.

Não precisa pensar muito para notar que só o EFIE já proporcionaria alguma economia, com alguma perda de potência, mesmo sem instalar o HHO. Então fica fácil vender “gato por lebre”, indicar um monte de ajustes e ter um cliente desavisado que gastou muito para ter algo que poderia ter tido por muito menos. Já ouviu falar de remapeamento de chip para tornar o carro mais econômico?

Agora vem os comentários dos clientes satisfeitos. Engraçado, esses clientes satisfeitos nunca frequentam um fórum sobre o assunto, tente achar usuários, só usuários de HHO satisfeitos em fóruns, é muito difícil. O que sobra são vendedores. É só acompanhar um pouco o cara e tu vê que é um vendedor. Veja o caso do “Manny”, aqui nesse fórum, depois de deixar escapar que era vendedor, se indignou de ser chamado de vendedor, justo na hora de responder coisas que um vendedor experiente como ele poderia responder...

Depois ele fala de um documento da NASA que comprovam os benefícios do hidrogênio na combustão. Ele deixou escapar a parte do documento que diz que o hidrogênio foi previamente armazenado em cilindros, ou, então, produzido por reforma de vapor metanol. A reforma de vapor de combustível pode produzir tanto hidrogênio que também é usado nas células de combustível, aquelas que geram energia elétrica através do hidrogênio, muito popular agora em carros movidos a hidrogênio. Se você esquece desse pequenino detalhe, de que precisa de hidrogênio com certa abundancia, tu é levado a crer que um gerador baseado em eletrolise alcalina pode fazer o que o pessoal da NASA fez. Lembrasse, o pessoal da NASA não utilizou eletrolisadores alcalinos, eles tinham muito mais que poucos litros de hidrogênio por minuto.

Por último deixo vocês pensando em quem está errado: Será que errado é o cliente, que acha que merece um produto que proporcione o que foi prometido ou o dinheiro de volta; ou errado é o vendedor, que depois de prometer maravilhas, deixa claro que a garantia é as propagandas da internet sobre HHO. Ou seja, ele espera que você já esteja previamente preparado pela internet, que tu seja um “crente” do HHO, para te vender. Qualquer reclamação, ele te enrolara ao máximo e tenta te assustar com um pedido descabido de provas de que isso não funcionou.

Depois dá lição sobre o que um comprador deve fazer como “dever de casa”, ele apagou a última pergunta do comprador e o bloqueou.

Vou mostrar uma imagem de como ficou agora a área de perguntas e respostas, com a última pergunta do cliente aparecendo e depois apagada, aquela em que o comprador demonstra, e ensina, que sabe muito bem o que um comprador deve fazer:

Repare que aqui aparece a última pergunta do comprador






Agora a pergunta desapareceu

Ver perfil do usuário
Link 1:
Gerador Hidrogênio - Kit Batik Ps3 Com Efai 40% De Economia

Vou só destacar um comentário do anúncio dele:

Vendedor diz:
“Ok, Wagner agradeço o depoimento. existe uma realidade incontestável. O hidrogenio é produzido pelo gerador e é combustível, sendo aspirado pelo motor ele irá explodir na camara de combustão e vai gerar movimento e nenhum gerenciamento eletronico muda essa realidade, e só administrar cada caso para que a injeção não injete mais combustível aumentando o consumo ao inves de economizqr”

Comentário:
Tem alguém que acha que o hidrogênio não é um combustível? Só que ele não sabe é que a quantidade de energia desse combustível, gerado a poucos LPMs, não vai nem 0,5% da energia do combustível principal usado. Ele nem sabe por que meios o HHO deveria funcionar. Se impressiona com uma litragem de HHO sem se lembrar que o HHO é um gás super leve e a gasolina é um liquido, com muito mais energia por litro, não dá para comparar.

Forma desse vendedor argumentar a garantia:
“Não haverá devolução nem integral nem parcial.Haverá assistencia para o perfeito funcionamento e troca de equipamentos caso seja necessário.Um abraço.”

Comentário:
Se eu sei que meu produto funciona em qualquer veiculo, eu não me importaria em dizer que devolvo o dinheiro. Alias, direito do comprador pelas leis brasileiras, em espeçial em compras pela internet. Por que será que o vendedor não devolve o dinheiro? Enfim, como sempre eu devo confiar na incontestável palavra do vendedor, de que isso vai funcionar.

Ver perfil do usuário
Link 3:
Kit Hidrogenio

Aqui vemos a tradicional falta de garantia, ou a garantia na palavra do vendedor.

Você esta por conta própria. Não adianta dizer que ajuda, se der errado, o prejuízo é todo seu.

Novamente isso é contra as garantias da lei brasileira.

Ver perfil do usuário
Link 4:
Novo Gerador De Hidrogênio Hho Kit Completo Economize 70%

Esse eu tenho de elogiar, pois o vendedor diz claramente que não dá garantias e o porque não pode dar. Olhe a resposta dele:
“Boa tarde, nao amigo, geradores de HHO sao instalados e testados pelos proprios interessados com seus mecanicos particulares, por sua conta e responsabidade ok? Além disso nao sou loja, apenas vendedor ocasional. O HHO está disposto para quem tem interesse cientifico e tem isso como um também entretenimento ao fazer os testes de economia. Abracos”

Ele fala simplesmente que “não” vai dar garantia. E explica que isso é experimental, para quem quer entretenimento ou tem interesse cientifico. Ficou claro nessa explicação a impossibilidade do vendedor garantir que isso vai funcionar no seu carro, como normalmente eles afirmam.

Resumindo, se tu quer comprar um gerador de HHO ou fazer um, deveria analisar esse comentário honesto desse vendedor. Não pense que é fato que isso funciona através desses eletrolisadores alcalinos de poucos litros por minuto.

Ver perfil do usuário

18 HHO E ET EXISTE INCRIVEEELLLLLLLLLL em Ter 16 Nov 2010, 18:16

Haroldo


Rank : 0
Rank : 0
ET-e-HHO-existe escreveu:Link 1:
Gerador Hidrogênio - Kit Batik Ps3 Com Efai 40% De Economia

Vou só destacar um comentário do anúncio dele:

Vendedor diz:
“Ok, Wagner agradeço o depoimento. existe uma realidade incontestável. O hidrogenio é produzido pelo gerador e é combustível, sendo aspirado pelo motor ele irá explodir na camara de combustão e vai gerar movimento e nenhum gerenciamento eletronico muda essa realidade, e só administrar cada caso para que a injeção não injete mais combustível aumentando o consumo ao inves de economizqr”

Comentário:
Tem alguém que acha que o hidrogênio não é um combustível? Só que ele não sabe é que a quantidade de energia desse combustível, gerado a poucos LPMs, não vai nem 0,5% da energia do combustível principal usado. Ele nem sabe por que meios o HHO deveria funcionar. Se impressiona com uma litragem de HHO sem se lembrar que o HHO é um gás super leve e a gasolina é um liquido, com muito mais energia por litro, não dá para comparar.

Forma desse vendedor argumentar a garantia:
“Não haverá devolução nem integral nem parcial.Haverá assistencia para o perfeito funcionamento e troca de equipamentos caso seja necessário.Um abraço.”

Comentário:
Se eu sei que meu produto funciona em qualquer veiculo, eu não me importaria em dizer que devolvo o dinheiro. Alias, direito do comprador pelas leis brasileiras, em espeçial em compras pela internet. Por que será que o vendedor não devolve o dinheiro? Enfim, como sempre eu devo confiar na incontestável palavra do vendedor, de que isso vai funcionar.



Cara, estou virando o seu fã, você realmente é um calo nos pés dos vendedores de HHO, sinto não ter muito tempo para ajuda-lo nas pesquisas, pois trabalho muitas horas seguidas com o computador e quando chego em casa para usar o meu PC já estou de saco cheio e com a vista cansada.

E você esclareceu minha duvida em relação a massa do gás HHO em relação a gasolina(liquida) realmente a proporção energética do hho em relação a da gasolina é insignificante,
você conseguiu, me mostrou com fatos a ineficiencia do hho com niveis tão baixos na mistura de combustivel do motor. Más não parei por aqui, continuarei pesquisando e postando os resultados aqui, mesmo sem tenmpo para pesquisar.

Valleeeuuuuuuuuuu.

Ver perfil do usuário
Achei um post interessante de outro forum, transcrevo-o na integra:

"Embora o link que ponho a seguir tenha lá suas controvérsias, afinal a chamada foi suspensa com supostas alegações de problemas na economia mundial, se ainda estivesse ativa, a proposta faria algum produtor de HHO milionário e daria a prova final de que isso funciona ou não. O desejo do “homem foguete” era de que esse prêmio nunca poderia ser reclamado, provando assim que o HHO é um embuste e recolhendo algum dinheirinho, nada mais que justo. http://www.aardvark.co.nz/hho_challenge.shtml

Usando um tradutor para aliviar no texto em inglês, para quem, como eu, não é fluente, é uma leitura interessante e provocante. Vale ler do inicio, pulando a alegação de que o HHO é um exemplo de “moto - continuo”.http://www.aardvark.co.nz/hho.shtml"

Ver perfil do usuário

gasolina


Rank : 2
Rank : 2
Afinal, o HHO funciona ou não?

Ver perfil do usuário
Gasolina, como tu viu nos links que eu deixei na última mensagem, existe pessoas bem informadas que chegam até a prometer um premio de 1 milhão de dólares para quem provar que o HHO funciona. Curiosamente o premio foi suspenso, alegadamente não por que ele descobriu que o HHO funciona. Isso tudo deixa o que pensar...

Tem um renomado instalador de HHO que diz que isso não funciona em todos os carros e que cada carro é um carro, ou seja, pra cada carro o HHO deve ser instalado de forma personalizada. Novamente, isso deixa margens para uma serie de considerações, justifica todo tipo de coisas.

Pesquisas novas sobre isso não são divulgadas, embora existam, mas no passado as pesquisas sobre hidrogênio na combustão usava cilindros cheios de hidrogênio e não um misero eletrolisador de poucos LPM.

Os vendedores precisam de bons argumentos para sua propaganda, não são divulgadores da verdade, eles precisam causar uma impressão forte e convincente. Tu não se sente convencido e indignado quando eles alegam que existe uma conspiração das industrias petrolíferas, junto com governo e empresas automobilísticas? Quem tem feito conspiração são eles. Enquanto esse clima de discórdia existir as pessoas demorarão a ver a verdade.

Afinal, funciona ou não funciona?

Com um cilindro de hidrogênio injetando 30LPM funciona, como auxiliar a combustão. Isso ainda é pouco para um carro rodar só a hidrogenio, apenas 5% de hidrogênio em relação ao poder da gasolina.

Com um eletrolisador gerando apenas 1LPM, pense bem, são apenas 0,16% do poder do hidrogênio contra o poder da gasolina. Tu acha que isso pode ser sentido pelo motor? Imagina que tu de um soco em alguém com 10kg de força, agora você da outro soco com 10,016kg de força, acha que o cara sentiria a diferença?

A única oportunidade do HHO funcionar é que esses 0,16% são mais de dez vezes a energia de ignição. Ai temos uma grande oportunidade, tem pesquisas sendo feitas, no Brasil inclusive, só para entender e melhorar a fase de ignição do combustível. Se tu perguntar para seu mecânico se uma ignição mais potente pode melhorar seu carro ele diria que sim.

Novamente temos um problema, o hidrogênio não acende em concentrações menores que 4% em condições normais (essas que muitos vivem, 1 atm, nível do mar), mas qual será os limites de inflamabilidade do hidrogênio nas altas preções e temperaturas do pistão? Se forem menores que 0,16%, então o HHO funciona.

Resumindo, ninguém respondeu essa. Só temos a palavra de vendedores e supostos clientes satisfeitos.

Ver perfil do usuário

Manny


Rank : 1
Rank : 1
ET-e-HHO-existe escreveu:O texto abaixo foi feito para o Manny responder. Vendedor que apareceu aqui, mas que demonstrou o espírito de ajudar mais que de vender. Apesar das minhas reservas com vendedores, tem vendedores e vendedores. Se outra pessoa souber as respostas, por favor, responda também.

Manny, normalmente eu pego no pé de vendedores. Já conversei com alguns e adotaram uma atitude esquiva na hora de um compromisso maior. Depois de alguns meses de pesquisa, na hora em que comecei a perceber a possível inviabilidade do HHO, comecei a desconfiar que vender uma unidade ou outra é mais fácil de dar desculpas se o cliente não se convencer. É fácil escapar, pra ser mais direto. Só que eu gostei da sua apresentação, menos agressiva (tipo prometer ganhos de 60%), parece que posso conversar com você, tem vendedores em que eu chego a duvidar se ele sabe do que está falando.

Então, vou te fazer algumas perguntas:

1)- Essa pergunta esta em outro lugar do fórum (http://forum-hho.forumeiros.com/sugestoes-sugestoes-para-melhorar-o-forum-novos-topicos-etc-f6/proporcoes-do-hho-t88.htm ), mas achei interessante:
Porque a quantidade de HHO é invariável? Sob qualquer regime de rotação o gerador vai produzir a mesma quantidade. Claro que, ou vai sobrar HHO em algumas rotações, ou vai faltar em outra.

2)- A pergunta anterior leva a essa outra pergunta:
Em que regime de rotação o HHO funciona melhor, nas baixas, em que ele vai ficar proporcionalmente mais concentrado; ou nas altas, onde o avanço do motor se tornou maior e a função do HHO seja mais expressiva?

3)- Entra para ser queimado, numa formula simples, sem considerar os aditivos ou impurezas: moléculas de hidrocarbonetos (uma fila de carbono vestida de hidrogênio) + ar (Nitrogênio e oxigênio) em porções estequiométricas + HHO (gás hidrogênio com sua porção estequiométrica de oxigênio). Se o HHO faz o motor queimar melhor o combustível, então as porções estequiométricas de oxigênio fornecido ao motor, tanto para gasolina, como para o hidrogênio, deveriam proporcionar o consumo completo do oxigênio fornecido, havendo uma tendência de diminuição de oxigênio, jamais uma sobra. Porque vocês afirmam justamente o contrário?

Gostaria de saber se você verificou esse excesso de oxigênio, ou está só repetindo a explicação, um dia mau inventada por alguém, e que todos repetem. Digo isso, pois duvido que todos que afirmam isso tenham verificado a veracidade disso.

Não é vergonha, nem descrédito, confessar que nunca verificou isso, que só repete e acredita nisso, como muita gente boa.

Se você chegou a medir esse excesso de oxigênio ao se injetar HHO no motor, isso é uma informação muito importante. Eu não tenho condições de verificar isso, queria saber a fonte dessa informação. Até lá, pra mim isso é explicação mau feita.

Tem uma explicação que li, em que um cara “teorizou”, não comprovou, mas a idéia é interessante. Ele diz que com a diminuição da temperatura no motor, os gases saem mais frio. A sonda lambda precisa de certa temperatura para ler corretamente o oxigeno que sobra. Sendo assim, a sonda lambda trabalha mais fria e lê errado, acusado um excesso que não existe. Ele “teorizou”, não testou, nem sei se faz sentido a sonda fazer isso. Isso leva a próxima pergunta.

4)- Você mediu alguma diminuição da temperatura normal do motor, seja no próprio motor ou nos gases de exaustão?

5)- Você mexe no avanço do carro?

6)- O ponto de entrada do HHO, dizem que tem um certo vácuo. Esse vácuo seria suficiente para evaporar mais rápido a água do borbulhador?

7)- você usa flash-Back-Arrestor?

8 )- Um carro a 120km/h, por uma hora, fazendo 13km/l, gastaria perto de 9 litros de gasolina nesse percurso. Um bom gerador, que faz 3LPM de HHO, durante esse tempo, faria 180 litros de HHO.

Sendo que 9 litros de gasolina vão representar uns 6,8 quilos de gasolina. 180 litros de HHO, vão ter umas 10g de hidrogênio. Então, 6800g (gasolina) / 10g (hidrogênio) = 680. Sabendo que o hidrogênio é umas 3 vezes mais potente que a gasolina em peso, vou dividir 680 por 3, que dará 227 vezes mais poder da gasolina em relação ao hidrogênio do HHO usado nesse caso.

Agora a pergunta: Entra uma porção de gasolina com um certo poder calorífico. Entra junto uma quantidade de combustível de queima rápida (HHO) que representa um poder 227 vezes menor. Claro que o HHO não vai ajudar em nada esse motor com seu poder energético, mas será que tão pouco gás poderá incendiar o combustível principal mais rápido? Tão pouco gás não ficaria perdido no cilindro, muito espalhado, ele mesmo sendo aceso quando a progressão da chama da gasolina o alcançasse? Ou aconteceria o milagre dele se juntar o suficiente para acender primeiro e depois incendiar mais rápido a gasolina? Já pensou nisso? Já tentou responder essas perguntas?

9)- Você já se perguntou se a economia alcançada em algumas de suas instalações não vieram dos ajustes que se fazem nos carros para que ele aceite o HHO? É fácil verificar isso. É só depois de medir como o carro esta sem HHO, instalar o HHO, ajustar o carro com o HHO até ele alcançar o melhor que se pode com o HHO, depois, duvidar disso e simplesmente só desligar eletricamente o gerador de HHO, deixando tudo mais instalado e funcionando. Se as melhorias ainda se manifestarem, ai é placebo, senão, então o gás fez efeito. Já fizeste um teste desses?

-- Fim das perguntas --
Eu sei que o poder da faísca que acende o combustível é ainda bem menor que a dessa pequena quantidade de gás HHO, que esta em cada porção que queima, em cada cilindro. Minha duvida é se essa porção de HHO, em cada cilindro, consegue acender primeiro, por ser tão pouca. Se tiver concentração para acender primeiro, ele vai queimar mais rápido que a gasolina, será uma super faísca, deixará uma energia de ignição maior que a da centelha e forçará a gasolina a queimar mais rápido. Aí isso começa a fazer sentido.

Se for assim, o avanço pode ser diminuído sem prejuízo para o motor. Em altas rotações, talvez, gostaria que quem entendesse comentasse, talvez, isso significasse um aumento de poder no motor. Diminuindo o avanço, menos tempo os gases quentes ficariam no cilindro diminuindo a temperatura do motor e consequentemente o NOx. Diminuiria o monóxido de carbono pela queima mais rápida. Só não sei quanto isso poderia representar em economia. Até aumentos de compressão e ou misturas tendendo a pobre, poderiam ser tentadas, não sei até que ponto, tudo é uma questão de quantidades.

Se o HHO conseguir concentração para acender antes da gasolina, ainda assim tem muita coisa a ser entendida e explicada, mas haverá esperanças de que isso não seja só um placebo.
Ola, em primeiro lugar gostava de por bem Claro, que nao sou VENDEDOR,nen sequer a "banha da cobra".
Ja a cerca de 2 anos que tou fora do hho.

1 nao pegue no meu pe, cheira a chole Hee Hee
Vou tentar responder o mais rapido possivel, no fim da historia e saber se HHO trabalha ou nao, tenho muito respeito pelo HHO,e certo que trabalha melhor nuns carros que outros, poco afirmar categoricamente que nos carros a gasoleo, trabalha ainda melhor, e certo que nos carros novos, depois de 1997, comeca o problema para o HHO, nao e quantidade que se mete la para dentro, e systema electronico do carro que da os problemas OBD,
as sondas essa e dao o problema,num carro sem sondas, ai se tem 90% de economisar, e certo o que diz, pode atrasar o ponto 2 graus,isso vai ajudar muito.
Penso que esta errado com respeito ao comparar a energetica da gasolina, comparada com o Hydrogen, tenha em atencao que Hydrogen nao explode, mas sim IMPLODE.
Quanto a variacao de alta e baixa velocidade, ai tem um ponto positivo, que muita gente ignora, mas e muito simples de resolver, na saida do gerador, por a
um adaptador de 3 saidas, ( Y )ligue o gerador a um lado, os outros lados ligar um a entrada de ar, o outro ligar a base to carburador, assim sera distribuida entre alta e baixa rotacao.
Back arrester, sim isso e uma prioridade, se nao quer ter um KBUMMMM.
Outra coisa que noto de uma maneira geral, todos querem produzir muito HHO, mas iss tem um preco AMPS pode arruinar a bateria, um sistema estavel para mim e 1L/Hora, com 10 Amps, lembrese QUANTIDADE NEM SEMPRE E QUALIDADE.
PARA OS QUE ESTAO A TENTAR COM O HHH, forca!
MUITAS VEZES A SOLUCAO ESTA A FRENTE DOS OLHOS E NAO CONSEGUE VER.

Ver perfil do usuário
Manny escreveu:
1 nao pegue no meu pe, cheira a chole Hee Hee...

Manny eu não pego no seu pé, tu que achou isso por eu ter um pé atrás com os vendedores.

Tu mesmo já esta deixando prá trás o HHO e partindo para o seu micro reator, que aqui no Brasil tem sido chamado de Mase.

Alias, se HHO fosse bom tu não o deixaria prá trás, estaria aperfeiçoando mais e mais. Isso nos deixa a sensação de que quem entende de HHO já tá correndo fora disso.

Se eu te encho de perguntas é pela sua boa vontade demonstrada e por sua experiência anunciada, só isso. Vou continuar a te perguntar, até aparecer outro mais experiente por aqui.

Ver perfil do usuário

Manny


Rank : 1
Rank : 1
ET-e-HHO-existe escreveu:
Manny escreveu:
1 nao pegue no meu pe, cheira a chole Hee Hee...

Manny eu não pego no seu pé, tu que achou isso por eu ter um pé atrás com os vendedores.

Tu mesmo já esta deixando prá trás o HHO e partindo para o seu micro reator, que aqui no Brasil tem sido chamado de Mase.

Alias, se HHO fosse bom tu não o deixaria prá trás, estaria aperfeiçoando mais e mais. Isso nos deixa a sensação de que quem entende de HHO já tá correndo fora disso.

Se eu te encho de perguntas é pela sua boa vontade demonstrada e por sua experiência anunciada, só isso. Vou continuar a te perguntar, até aparecer outro mais experiente por aqui.

Oi, como ja fiz ver (vc nao leu) tenho enorme respeito pelo hho,tive muito bons resultados, nem todos os vehiclos sao iguais, se tiver em conta os carros modernos cheios the sondas, ai comeca o problema, mas sao noticias velhas, a rasao porque modei para microreactor, foi por causa das sondas, veja so, vc apos da instalacao,nao tem medo das sondas porem tudo a perder, com o microreactor e montar e andar, por favor nao me chame vendedor.

Ver perfil do usuário
Manny escreveu:... por favor nao me chame vendedor.

Eu não lhe chamei de vendedor agora, tu esta impressionado com isso. Repito, tu tem cisma comigo porque eu tenho o pé atrás com vendedores e tu vinculou isso a você. Tu que vive levantando essa bola, eu só te faço perguntas como a alguém de mais experiência no HHO que eu. Se tu não falar mais de vendedor, ou cismar que eu pego no teu pé, tu vai entender que a isso não existe.

Me deixa com minha implicância com os vendedores, que não dão garantias e só querem dimdim, e entenda que isso não têm haver com você, mesmo que tu venha a vender algo algum dia (vai reclamar de novo).

Minha implicância com vendedores não engloba a todos, minha família está cheia de vendedores.

Vou repetir de novo, pelos seus comentários feitos eu te vi como alguém de muita experiência e eu tenho muitas perguntas. Realmente eu quero tua sabedoria no assunto, não quero discutir ou te desacreditar, mas não vou dizer "sim senhor" se eu discordar da sua explicação, como na caso da sonda lambda, que pra mim tu és mais um enganado com a historia da sobra de oxigênio.

Releia todas as mensagens que eu direcionei a você e perceba que eu estava cheiro de perguntas, dúvidas, e foi essa a motivação das perguntas e vou continuar a fazê-las, até eu entender isso ou aparecer outro com mais experiência para mim perguntar.

Ver perfil do usuário

Conteúdo patrocinado


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 8]

Ir à página : 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum